Casa dos Contos Eróticos


Transei com Transsex. Agora vivo em um dilema sem fim...

Um conto erótico de MarcoAMStäin
Categoria: Homossexual
Data: 30/04/2012 08:07:45
Nota 9.50

Meu nome é Marco Antônio Moreira Stäin, tenho 43 anos, sou casado com Valdenice de Paula Stäin, tenho 2 filhos, Vinícius de Paula Stäin de 14 anos, Rubens de Paula Stäin de 10, e uma filha, Isadora de Paula Stäin, sou representante de uma empresa do estado do Rio Grande do Sul, a qual não citarei o nome, pois tenho medo do que me possa acarretar caso alguém venha a me reconhecer, de fato eu alterei apenas meu nome do meio, para que ninguém possa me encontrar, mas preciso desabafar e contar o dilema que estou vivendo nos últimos dias, e por tal razão começarei des de o começo para que vocês leitores possam ter idéia do que estou passando.

_________________________________________________________________________________________________________

Como já disse sou representante de uma empresa com sede no Rio Grande do Sul, não é uma multinacional, mas nós somos responsaveis por alguma % de capital que entra e sai daquele estado. A pedidos de meu Chefe, em outubro de 2011, viajei com minha família para morar em São Paulo. Chegamos a São Paulo por volta das 3:00hrs da tarde do dia 27, e eu considero esse momento, o momento em que pisei em São Paulo, o começo do meu dilema. Logo que chegamos fomos direto para nosso apartamento, ajeitar nossos pertencer, e desfazer nossas malas de viajem. As 6:18hrs do mesmo dia recebi uma ligação de meu chefe que estava em Rio Grande, ele me disse para que eu convocasse uma confraternização com uns empresários e homens de negócios aqui de São Paulo, essa confraternização teria lugar no dia 18 e Dezembro, então eu tinha pouco mais de um mês para organizar tudo, contratar buffet, e etc...

De Fato comecei a trabalhar apenas dia 5 de Novembro, antes disso fiquei com a família e conhecemos melhor São Paulo, seus Shoppings, Parques e etc...

Pro fim do mês de Novembro eu já tinha acertado tudo com o pessoal do Buffet, já havia alugado salão, estava com a confraternização praticamente pronta para o dia 18, um mês antes de acontecer. Como conclui minha tarefa antes do prazo aproveitei para passear pela cidade de São Paulo, e conhecer um pouco mais. No dia 7 de Dezembro, meu chefe me ligou logo pela manhã, se me recordo bem eram 8:30 ou 8:40 mais ou menos, me pedindo para contratar figurantes para a confraternização, moços e moças bem aparentáveis. Liguei para uma agência de modelos em começo de carreira que era especializada em figurantes para festas,convenções e confraternizações, ao todo foram 20 moças e 18 rapazes contratados. Enfim tarefa completa.

Os dias passaram regularmente rápidos até a data da confraternização, logo era 18 de Dezembro, e o dia prometia ser longo para mim. Logo pela manhã, recebi meu chefe no aeroporto por volta das 10:20hrs, e fui com ele até o Hotel que eu havia feito a reserva no nome dele. Voltei para meu apartamento e tratei de começar a me arrumar para a confraternização. Era uma festa importante dizia meu chefe, negócio iam ser fechados, sonhos iam ser concretizados, e outros destruídos, como ele mesmo dizia, parece até coisa de telenovelas, mas é muito real, esse é um lado do corporativismo que eu não nego, os grandes cabeças de empresas chegam a certo ponto onde ficam megalomaníacos.

Bem as 7:00hrs em ponto eu estava no salão e já recebia os primeiros figurantes, entre eles alguns homens de negócio convidados pelo meu chefe, a alta grife do nariz em pé, primos paulistas do meu chefe, e gente que só interessava quando dinheiro iam fazer aquela noite.

Minha parte estava feita, eu deveria ficar na festa apenas para marcar presença para o meu chefe, na posição e no cargo que eu me encontrava, perder o emprego significava perder a vida, então tratei de ser impecavel em todos os quesitos.

Felizmente ninguém de minha família me acompanhou para essa confraternização, por ironia do destino minha esposa pegou um resfriado, um dia antes do evento, então preferiu ficar em casa com o auxílio dos meus filhos nas tarefas de casa.

A confraternização estava perfeita, meu chefe rindo a beça com seus empresário e bussinessmans, e eu observando os tapas falsos nas costas e os cumprimentos amarelos de quem só quer arrancar grana de um velho babão.

Fiquei a maioria do tempro próximo ao Open Bar, não comi nada e esperava dar meu horário. Sentado num banco vi, ela entrar...

Era linda, uma maquiagem impecavel, uma pele serena, e olhos verdes. Eu não me contive, mesmo casado, eu tinha que falar com tal moça, e recepcioná-la da melhor maneira possível, não por que eu era um traídor ou adúltero, mas um cavalheiro, e foi o que fiz, tal vez para meu maior arrependimento, ou para meu dilema.

A dama não estava se enturmando muito na festa, assim como eu, e então ficamos bebendo alguns drinks, e confesso que eu me encantei por aquele sorriso, e confesso também que não percebi que tinha bebido drinks demais...

Sempre fui fraco para bebidas, e quando percebi estava no corredor do banheiro do salão, a dama estava comigo e dizia que era melhor eu ir embora, ela se ofereceu para chamar um táxi, e me colocar lá dentro, não me lembro de como cheguei ao táxi, eu estava mesmo mal... A última coisa que me lembro é apagar literalmente dentro do táxi e deitar sobre o colo da moça, que fazia carinho nos meus cabelos, e tocava minhas orelhas, era só isso o que eu sentia e também o que me lembro.

Sei que subi um lance de escadas que em meu raciocínio era do meu apartamento, e entrar em uma porta, e cair direto em uma cama... fique sóbrio logo depois...

Para minha surpresa eu estava no apartamento da moça, da dama...

Tomei um susto, mas estava gostando do que via, o belo par de coxas e o olhar sedutor da moça. Ainda estava passando por aquela fase pós bebidas, quando a dor de cabeça vai e volta, e você se sente mais alegre, e por isso deixei-me envolver pelos beijos e abraços da dama... Tão logo estavamo nos beijando, tão logo ficamos nús, e começamos a fazer sexo, a única diferença é e que começamos fazendo um anal gostoso, eu confesso que me senti tão viríl dentro do cú daquela moça e que meu pau estava rígidíssimo que a minh glande mal saia do anus dela... Fiz diversos movimentos e adorava os gemidos de prazer da moça... ficamos alí por quase meia hora naquele tesão infinito... porém a maior surpresa viria logo asseguir...

Eu queria me deleitar na boceta daquela gostosa e comecei a toca-la aos poucos, primeiro os seios, a barriguinha e derrepente... senti algo estranho no lugar da vagina... sim era o que eu mais temia na minha vida... era um pênis... eréto, duro como uma pedra, com uma glande tão volumosa que minha mão não fechava direito...

Fiquei louco, uma fusão de sentimentos, raiva,tesão,ódio,prazer, e o fato é que eu me peguei alisando aquela coisa

enorme... O mais estranho é que eu não havia sentido as bolas da "Moça", e não sei se foi a bebida mas eu estava literalmente sentindo prazer e comer o cúzinho e passando minha mão no pau da transsex.

O Sexo não terminou, para surpresa dela, ou dele... Continuamos e fomos até o fim.

Eu comendo o cúzinho e batendo no pau duro dela e ela gemia como nunca eu tinha visto, o pau dela expelia um fluído lubrificante que ela passava na boca e no corpo, não era porra, a porra viria algum tempo depois...

Ficamos alí quase que por 1 hora e meia naquele tesão, confesso que meu pênis ficou todo estourado de tanto que fodi o cúzinho da transsex, mas eu continuava, e masturbava aquele pau grosso, quando senti a porra descer quente na minha mão, e quase que no mesmo momento, gosei dentro do cú da transsex, tivemos um orgasmo juntos e foi muito bom...

o que não foi bom foi a seguir...

Pare que depois do prazer, me bareu o arrependimento, e o sexo foi a cura pra minha enchaqueca e pro meu porre...

Eu me levantei me vesti, nem me limpei direito e me retirei daquele apartamento quase que na velocidade da luz...

Fui direto ao meu apartamento e encara minha esposa dormindo foi a pior parte, me sentia sujo, nem mesmo um banho adiantou, dormi no sofá por me sentir um crápula, sujo...

Os Dias passaram o ano virou, eu voltei pro Rio Grande com minha família, mas esse sentimento de culpa, e de sujeira ainda está em mim, quem lê pensa que foi fácil, mas passados quase 5 meses do ano de 2012, eu ainda vivo esse dilema, não consigo mais encarar minha mulher, meu rendimento no empreco caiu muito, aonde quer que eu vou, parece que sempre tem alguém olhando. Embora minha mulher nunca em vida vá suspeitar do que eu fiz, eu sei que não posso viver com isso entalado aqui na garganta. Foi gostoso, foi muito bom, é um tipo de sexo completamente novo, só experimentando para ver... Mas o arrependimento tem me corroído por dentro, estou caindo em depressão aos poucos, e não posso se quer contar com a ajuda da família, contar com psicólogos eu não posso, pois minha mulher conhece cada um dos meus médicos, então hoje navegando na internet a procura de pessoas que pudessem de alguma forma saber o que se passou comigo, eu escredo essas linhas, pois já não aguento mais viver com isso entalado aqui na minha garganta...

Espero que possam compreender, e que não me julguem.

Sou Marco Antônio Moreira Stäin, sou pai de família, a busca por prazer faz parte da minha vida, assim como a de todos nós, e agradeço a todos por de alguma forma estarem me ajudando a uma parte desse peso que vem acabando comigo...

Sou grato a todos os leitores que lerem e comentarem esse post. Obrigado.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
30/04/2012 21:02:31
Se quiser conversar e desabafar sobre o assunto me adicione e papeamos: , abs Edu
30/04/2012 19:25:33
Fica na paz... se não pretende continuar, desencana de vez!!!
30/04/2012 16:23:40
Meu caro, nessa altura do campeonato vc tem dois caminhos.Se não quer repetir a experiencia não pense mais nisso e siga em frente, a água já passou embaixo da ponte e não volta.Se gostou e quer repetir, o que acho mais provável, desencana, não é feio, se gostou aproveite, ninguem precisa saber com ainda não sabem.Boa sorte, e vida tranquila.
30/04/2012 13:55:36
Marco, o que aconteceu foi algo que você não planejou, aconteceu e teve consequências, o que você precisa é se livrar da culpa, tenho a impressão que você gostou e não quer aceitar, você precisa se livrar dessa culpa, e se for o caso aceitar e entender que você gostou e é bisexual, procure resolver isso logo tenho certeza que você vai resolver isso e voltar a viver novamente como antes.
30/04/2012 12:57:55
Meu caro, esquecer você não vai conseguir, nós não conseguimos apagar nada da memoria, porem, você conseguira relevar o fato, aconteceu, você não pode voltar o tempo, então o negocio é tocar a vida em frente, ocupar a mente com outras coisas para não ficar lembrado a todo momento, não permita que uma mera relação sexual com um traveco venha perturbar a sua vida. Felicidades.
30/04/2012 10:00:08
Olha,foi algo que aconteceu,coisa de momento. Tenta,nao ficar assim ta,se vc nao tem mais contato cm a "dama" entao pronto. Pra vc deve esta sendo dificil,mas procura nao pensar mas nisso,se vc ta tao pra baixo a pnto de ta entrando em depressa,se for lhe ajudar,procura uma igreja,padre se confesse,pessa orientaçao. Mas acho que vc nao é nem a primeira e nem a ultima pessoa a passar por isso,tenta fica mas calmo e relaxar. (: é o que eu tenho a dizer




Online porn video at mobile phone


bolinei amigo ate ele mi daconto + de conchinha com meu filhoAninha cheirosinha fiz cocozinho na calcinhaUm Anjo Em Minha Vida 25.2(Final)- Casa Dos Contoscontos eróticos a esposa e os velhos da Senzalaconto erotico casada crente no tremmeu cachorro lambe minha caucinha nas minnha coxasvideo porno jotalhaoxvidio aredando a calcinha qro lado e enchendo a .coeu e minha filha fomos encochada adoramosXIV filme pornô transando com toalhaSearch gosano na buceta da irma na piatodos os vilões em um só corpo versus Goku com cabelo azul ninguém trisca nelemiguel tesudocontos eroticos com tapas e palavroes e sexo agressivoNovo vidio di reprotuto dicavalorconto erotico comedor ousado faturou esposa fielsaboreei o gosto da minha irmã nua XVídeosporno doido travetis fundenomulheres experimentando as calcinhas em lojas em biombosContos eroticos , o sobrinho do meu marido8Contos eróticos fudendo a loirinha magrinhamulek cacetudo me estuprou contospornoloiravidiopequenos videos de porno brasileiro pais peludos de sunga que tira a virgindade da filha e goza dentro da vaginaela "abriu a porta" pelado meu pau banheiro "minha tia"contos eroricos mendingo gay e garicontos eróticos brincadeira com os irmanzinhosevangelicas encochadas nos transportes publicos contos e videosCármen e a patroa contos eróticosXVídeos só de traques arrumadinhacontos eroticos cabaninhaxvidios de magras novinhas nova firgen estrupadacontos de sexo quente com mendigos sujos e taradoscontos eroticos de mullheres que aman barbeariaTHeo eTonnyxvideo enganxouForcei minha mae e ficar nua conto incestoContos eroticos patricinhas transando com namorados das primas e engravidaContosmulherbebadaprovoquei meu irmao so de calcinha e ele me arrombou todinhaaceitei ser corno blogquitandeiro tarado pornopontoerotyconovinha bêbada chegando do baile funk vai dormir no seu quarto bêbada irmã bonita e entra lá e come ela dormindodando um chupao na sua amiga a forsa lisbico pornochupei a rola do pirralho novinho contos eróticospornô enfermeira dando um trato no paciente bem dotado Ela Ficou assustadaleitinho do titio contos inocentesver videos de modelas a lerem contos de natal com o vibrador emcima da vaginapai tira. virgindade da filha la gorra esguichAxvideo comedo baba provisionalxisvido prisioneraconto erotico dando pro patrao na cooperativaxvideos. buçetá de eguanovinha do priquito ruivo contosXVídeos novinha com a b******** com cavanhaque de coraçãozinhogosando vom o cachorrocontoseroticos/comadre rabudaVamp19-Contos O Doce Nas Suas Veiasmae e filho trazando ele goza detro delascontos eroticos - an american taleconto erotico casa da comadrecomi a puta do meu tio a forca contoPorno caseiro pegando o cedente de predeiroxvideos estralando no socacontos enrabado na prisãovideos caseiro de mulher transando com homem magro no colchãosexo torrido e desejoporno incesto mamãe dese jeito nao consigo desfarsar meu tezaoTia deixa a calcinha no banheiro e sobrinho cheiro em roupasler contos eroticos de padres reaisNovinhas fazendo safsdesas na sala de aulacosquinha nos pelos pulvianos xvideoscasada com o cu desmanteladofoto de nuher pelada asbonitas gratuitoconto erotico gay sem saber eu fui feminizadohomem come baitola com pauduroJackson viu a irmã dormindo de shortinho não resistiuracudao rasgou a novinhae já te mandei tu também vai vídeo pornô adoro sexo de lavadora