Esposa Japinha


Um conto erótico de CasadaJapinha
Categoria: Heterossexual
Data: 07/02/2012 19:29:51
Nota 9.27

Meu nome é Celina (claro que é nome fictício), sou descendente de japoneses, atualmente estou com 19 anos, estou casada há 2 anos, não tenho filhos ainda. Cabelo pretinho e liso, gosto de usar eles curtinhos (tipo Chanel), tenho 1.55m de altura e 44kg de peso, sou magra falsa rsss, meu bumbum é levantadinho, meus seios são pequenos, mas bem durinhos, sou lisinha não tenho pelinhos no corpos, tenho a pele bem clara e a minha “danadinha” é carequinha rsss. Sou casada com um homem de 25 anos, muito carinhoso, responsável e trabalhador,mas, na cama é muito pelo contrario, (infelizmente ou felizmente, rsss), mas neste quesito deixa muito a desejar, mas mesmo assim o amo muito.

Quanto tinha 15 anos experimentei o sexo pela primeira vez, e foi com um homem maduro, tinha uns 45 anos. Era o Tio de uma amiga de escola, ele era desquitado. Quase diariamente, voltávamos juntas e eu passava na casa dela depois das aulas. Eles são descendente de árabes e tinham uma quitanda, e eu ia para desgostar os doces árabes que adoro. O Tio da minha amiga, era um coroa atraente, moreno bronzeado, peludão, forte, alto, olhos verdes, barba rala bem cuidada. Ele dava em cima de mim direto, me elogiava por tudo, minha lindinha, meu filezinho mignon, minha florzinha do oriente, etc. Ai é que eu ficava super tímida, mas curiosa e por dentro gostando do jogo dele, rsss. Ele percebia isso e mais mexia comigo. Eu gostava deixar soltos os primeiro botões da minha blusa escolar, deixando quase aparecendo a metade do meus seios pelo lado. Ele gostava de olhar, ás vezes nem disfarçava. Ele se aproximava e falava no meu ouvido “...como queria comer uma japinha..”, roçava a barba no meu pescoço me deixando toda arrepiada. Os biquinho do meus seios ficavam durinhos. Ele dava risadinha e me mostrava a língua bem vermelhinha. Às vezes quando eu sentava no balcão, ou sofá, percebia que ele procurava um ângulo bom, para poder ver minhas calcinhas; eu disfarçando afastava um pouco minhas pernas e deixava ele ver, logo eu fingia que descobria ele me olhando e fechava as pernas novamente dando um pequeno sorriso. Com o tempo foi ficando mais ousado e quando eu passava pelos corredores da loja, ele ia atrás de mim e me enconchava, fazendo-me sentir um volume duro e quente. Eu ficava quietinha, eu dava risadinhas nervosas e ele me apertava já com seu membro bem duro, passando a língua no meu ouvido; ele me largava e eu saia correndo. De noite eu lembrava e quase não conseguia dormir, colocava o travesseiro no meio da minhas pernas e apertava.

Ate que a brincadeira foi avançando mais e mais, e aconteceu o inevitável. Um dia ele ficou sozinho tomando conta da quitanda (apenas os empregados), minha colega e seus pais tiveram que sair (creio que ao medico). Eu fui na casa dela mesmo assim. Foi ai que ele me pegou da mão e me levou rapidamente para o fundo da loja onde tinham um pequeno escritório. Rapidamente, me encostou na parede e começou me beijar, e me agarrar, passando a sua mão por todo meu corpo. Tirou meus seios para fora e começou a sugar meus seios bem louquinho, ora um ora outro, passava a mão a mão por debaixo da minha saia e passou alisar a minha bundinha, eu já estava nas alturas que nem percebi quando já alisava a minha “danadinha” por fora da calcinha. Ele estava fora de si, e eu comecei a ficar igual. Ai ele me deitou na mesa, abriu minha blusa, tirou minha saia e abaixou minha calcinha, e quando viu que era carequinha, ficou louco de tesão e passou a chupar muito, falava com a minha pererequinha, dizia que era deliciosa, linda, gostosa, carequinha hummm, etc. Enfiava a língua gulosamente, ate que de repente nao se aguantou mais e se levantou, ficou entre as minhas pernas e baixou o zíper da calça tirando seu membro enorme, com uma cabeça bem vermelhinha e brilhante, bem dura e veias inchadas. Adorei de ver, fiquei muito exitada. Ele pegou o membro e colocou na minha mao, eu peguei, me ergui um pouco e o coloquei na minha boca instintivamente. Ele segurou a minha cabeça e começou a fazer movimentos de vai e vem na minha boca. Eu estava adorando, chupava esse membro gostosamente, nunca tinha feito isso antes, mas ansiava esse memento. Ele estava tão exitado, que não conseguiu segurar e ejaculou uns jatos de sêmen que me mandou engolir tudo; era quente e dozinho, nunca tinha experimentado mas, gostei muito. O néctar dos deuses!, pensei. Ele novamente me deitou, desta vês de bruço e passou a chupar meu cuzinho e logo passando a língua na minha xaninha que já estava toda ensopada de tesão. Ele me diz que eu já estava pronta pra ser mulher e me perguntor se eu ia realizar o seu grande sonho, de comer uma japinha. Eu acenando com a minha cabeça, lhe diz que sim. Ele ficou feliz e me mandou apoiar com as duas mão na mesa e inclinar a minha bundinha. Ele se colocou por detrás de mim, eu já podia sentir seu membro quente, duro e molhadinho na minha bundinha. Me deu um beijo bem gostoso por detrás e passou a acariciar meus seinhos bem gostoso. Ele tinha que se inclinar bastante, pois era grandão. Ele passou a se mexer atrás de mim e me exitar, ate que de repente eu já podia já sentir a cabeça do seu pau gostosa empurrando para entrar na minha xoxotinha. Me forçou a inclinar mais ate que finalmente pude sentir um membro gostoso entrando em mim. Não doía nenhum pouco, como falavam algumas meninas por ai, era gostoso, muito gostoso, eu passei a mexer também querendo ajudar, até que por fim entrou todinho dentro de mim. Ele começou a mexer gostoso, um entra e sai delicioso, passou a urrar de tesão e passou a morder a minha nuca, gostoso. Logo com mais tesão, passou a me dar tapas na minha bundinha, me chamando de safadinha gostosa, minha japinha putinha deliciosa. Passei sentir o gosto de ser comida por um homem maduro, experiente e gostoso. Ele ficou mais de uma hora entrando e saindo de mim. Me comeu três vezes e na hora de ejacular, o fez na minha boca, depois no meus seios e finalmente gozou em cima do meu cuzinho. Eu gamei, prometi que faria de tudo para ele, e que ele podia fazer comigo tudo que ele quisesse.

Nessa primeira vez ele me deflorou a minha xotinha, e na terceira vez dei meu cuzinho; que também não senti dor nenhum, foi delicioso. Fiquei com ele por quase dois anos. Ele me viciou no sexo com sacanagem. Eu fiquei safadinha já que traia ele com outros rapazes da minha idade, mas não tinha jeito, os moleques não me satisfaziam. Finalmente ele se enrolou com uma menina que veio do Líbano e teve que casar com ela. Mesmo assim, teve algumas momentos que me procurou mas foi perdendo a graça. Finalmente conhecei meu marido e começamos namorar serio, até me pedir em casamento. Durante o namoro me respeitou muito (segundo ele, eu queria que me desrespeitasse um pouco rsss) e eu acreditei que depois de casado seria todos os dias as festinhas na cama. Mas, não aconteceu assim, mas com a fila anda, eu não tenho ficado atrás....rssss.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
16/09/2015 01:34:20
Belo conto amigo, todo homem sonha em comer uma asiática. Gostei bastante da narrativa, mas acho que vc pecou um pouco na ortografia e ao usar muitos personagens improváveis em um mesmo texto.
30/12/2014 20:58:12
Adorei seu conto e gostaria que vc tivesse nova experiência comigo, pois sou casado tb, tenho 49 anos, atraente, peludo e adoro lamber e chupar um cusinho de japonesa. Claro que amo tm chupar a xaninha mas o resto pode ter certeza de que vc vai ficar viciada...rs
23/10/2014 08:25:06
GGGBonito conto!! Caso queira repetir essa experiência me escreva, tenho 40 anos, moreno, peludo 1,75m, atleta, não fumante, 70kg, 25x8 de pica grande, grosso, gostoso, carinhoso, e tenho muito tesão por japonesas!!Muitos beijos na sua xaninha
13/02/2013 18:26:39
também
11/02/2012 03:30:41
Muito bom, me add no msn
10/02/2012 21:57:08
hum! sou louco por uma japinha,adorei o conto me add
10/02/2012 21:56:27
08/02/2012 23:03:05
O Fanático fez uma descrição legal,geralmente os orientais da geração passada eram muito rígidos em relação a mistura de raças.Eu mesmo namorei uma japonesa e,só não deu certo por causa de sua família ser "tradicional ". Infelizmente,eu não cheguei aos "finalmentes" com ela e ainda sou virgem de japonesinhas...Se quiser... Nota mil para você,lindinha.Meu e-mail: sabe? Beijos.
08/02/2012 17:21:58
hum! sou louco por uma japinha,adorei o conto me add
08/02/2012 14:53:40
Gata, me add pra conversar.... to on todo dia na hora do almoço e no final da noite.... tenho 47 anos e sei que vc vai gostar... 10 pra vc
08/02/2012 07:38:20
Espetacular este seu conto! Eu adoro admirar uma oriental, e só com a sua descrição já fiquei de pau duro! Seu conto é uma delícia também. Eu adoraria manter contato com voce, mas será mais por amizade. Sou coroa (velho mesmo!), casado, e tenho vários contos neste site. Leia o conto "A Massagem", onde eu conto o 1º menage da minha esposa.
08/02/2012 06:36:12
Gente amiga, Pelo que sei, comer uma japinha é o sonho de qualquer um de nós. As mulheres de origem ocidental ostentam uma fama de serem apertadinhas, tímidas e retraídas, o que faz com que muita gente se ajoelhe, literalmente, para comer uma delas. Antigamente, para se conseguir namorar uma delas, era uma dificuldade, porque, no geral, elas só queriam ter relacionamentos com homens da mesma raça. Não se misturavam. Hoje, como se vê neste relato, elas mudaram... para melhor. Não só trepam gostosamente, sem inibições, com homens de todo tipo, mas têm também a cabeça bem aberta, topando fazer de tudo. Aqui e ali, lemos contos de japinhas deliciosas, que chupam, gostam de ser chupadas, trepam gostoso, e, não raramente, dão a bundinha com a maior satisfação. Temos que parabenizar a autora deste conto, porque, além do maridão bonzinho, ainda se delicia, fazendo a alegria dos demais, fodendo deliciosamente, dando o rabinho como ninguém. Que volte logo, com novas experiências, para que possamos, juntos, gozar novamente numa punheta deliciosa.
07/02/2012 23:58:37
Adoraria conhecer sua danadinha...me
07/02/2012 21:35:31
que delicia de conto, vc é boa nisso, eu me excitei bastante ao ler, queria ter a oportunidade de tc com vc, seria uma delicia trocar experiencias com vc meu msn é , bjos.
07/02/2012 21:34:08
PARABÉNS, ABRAÇOS -
07/02/2012 20:34:01
Adorei o seu conto, bem escrito, fique com tesão.Sou louco pra comer uma japinha...
07/02/2012 20:03:16
Sorte sua da primeira vez ser gostoso. Na maioria das vezes doi muito. Parabéns boa descrição e narração do conto.

Online porn video at mobile phone


tarado convenceu so passar o pau no grelinho virgen da filhinha e enpurrou tudofudendo a mae dormndox videos gays heteros operarios cabeçudosacordei galada de tanto gemer sonhei com uma ponba que me fez gemer video porno baixarzoogay 2016exibicionidmo psra gstçon de motelsexo com minha esposa e mais outro homem quais as dicas para convencê-la?novinho fodemdo a madrasta a forsax video . comeu nunca eu tinha fundido o cu virgem da minha esposa eu fundendo sua buceta ela gozo ela ficou de quatro eu comecei a fuder sua buceta ela gozo eu meti minha língua no seu cu virgem ela ficou excitada ela disse pra mim eu quero dar meu cu virgem pra você conto eróticofui consolar mamae acabei fodendo ela contos eroticosgta mulher anda pelada e fala voce enfia seu pinto na minha bucetagosando vom o cachorronovinha g****** pelo c****** o carbono tudo no c* dela e ela gritacasa dos contos eroticos Alê12meu subrinho comeu a bunda da minha esposanegao bagaca branquinho xxvideosvid porn casei entead fio dental fas gosa ponh casamicroempresa vídeo de pornô das coroas empregadaswww xidios comtos d casadas bebendo porraPrima bucetuda decolammamãe quis ir na praia de nudismo contos de incestocontos eroticos anal ensinando a pilotar motoContos eriticos .como virei escrava do vizinhonegaocoletanea dechupada no pau ate goza aboca cheia de porrachego do serviço encontrar cunhado só de camisola e mete o paufudeno esposa na tora ela briga mas foda apulso videor realcontos eiroticos leilapornxvideo das baroas fudedo na fazendasfui arrombada , e adoreicontos sexo casal e amigo dormindo na barraca pequenachupando a bucets dela depois metendo a casdeta con muito tesaopono cario,caconto eroticocontos cu cheio de mijover vidio d padrasto dotado fz sexo com entiado dormindoConto erotico a madame dona da lojamenina bem magrinha de oculos com seu papai no pornocontos de rasguei o cuzinho da minha avóx vidios flagara sem calsinhachantagiu a irmã e gosa dentroconto erotico cadela cioOLHA AMOR, TÔ CHEINHA DE PORRA DE OUTRO MACHO.skype:bruninha_zinha_zchupano pau groso na marraxvidio.comsexonovınhacontos eiroticos leilapornvidio porno piqueno conhadameu corno troxe um negão para me foder e tirou fotosContos levei um tora preta gozou dentro meu marido adoroujoponezinha dormindo e entra um cara e comi elaContos no banho coirma mais velhavideos desobrinhas.vagabunda dando a buceta pro tio roludo metepegada qui faz a novinha fica com tezao lingada penetrasao e socadaocagando e socando manteiga no cuo que singnifica a palavra merstubanocontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgeContosmulherbebadacontos eroticos me obrigaram a fazer nojerasGelo e Fogo conto incesto gay irmaõ com irmaõ 3 capítuloconto erotico chantageando filha prostitutafotos de grelos ichadinhoscontos eiroticos leilapornconto erótico filha da madame sentou no meu colo e sentiu meu pau durocontos fiz tesoura bem gostoso com maninha caçulaxividio vo xorAcontos eiroticos leilaporncontos eroticos climax daputinha dando pros amigossair saigui depois de dar abicetaNossa essa rotina já tá com tesão quero ver sarrar na CopaUau cunada que cusinho gostosoas cunhanda dodo pro cunhandosacolinha da bundonacontos erótico pau torto do meu sobrinho nao entro na minha buceta ela aregacou meu pau e depois chupou pornodoidocontos uma delicia de vizinha 8aninhosisso viadinho filho da puta tem um cacetao bem pra vc tomar no cu gostosocunhada chupando a língua do cunhado injeçãosou travesti eu tirei a virgidade da minha amiga ela choroupapai me tirou o cabaçocontos eroticos padrastro levantou minha saiaporno doido duas mulhres com uma rolona de borracha estrasalha a outra