Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Diario de uma casada 4

Autor: katrine
Categoria: Grupal
Data: 20/09/2011 21:00:42
Nota 9.43
Ler comentários (8) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Diario de uma casada 4

Sou a Odete e esta é a 4ª de uma série de relatos em que conto aos meus leitores o caminho que percorri de esposa fiel a puta casada. Para quem não leu os primeiros capitulos digo que tenho 45 anos, casada, trabalho como enfermeira num serviço de cirurgia e esta é a minha "fotografia": cabelos louros até ao meio das costas, olhos azuis, lábios grossos, 1.70 \ 60 kilos, seios cheios ( 38D ) mas firmes, visto saia 38, pernas longas e cuzinho ligeiramente arrebidado

O domingo passou-se de forma calma, o meu querido maridinho acordou com tesão e acabámos por fazer amor, tendo como de costume simulado o orgasmo. Deitámo-nos cedo, iamos ambos trabalhar de manhã, mas eu demorei a adormecer pensando na forma como o Jorge me entregara a uma série de desconhecidos no restaurante e percebi que, embora pudesse continuar a alinhar com ele de vez em quando, já não precisava de me submeter para foder com vários machos, seria muito mais divertido procurar as situações sózinha. Fui trabalhar de manhã e o Jorge lá estava, disse-lhe que quando acabasse o turno precisávamos de falar, ficou curioso mas nada adiantei. Á saida fomos até um cafézinho discreto e pouco frequentado, aí fui muito clara com ele, adorara a forma como me ajudara a liberar sexualmente mas a partir de agora queria viver as minhas fantasias, não queria mais surpresas como a do restaurante e que se ele queria continuar a comer-me seria nos meus termos. Para minha surpresa foi muito receptico, dizendo que ficaria contente sempre que eu quisesse ser a sua putinha

A grande oportunidade apareceu 15 dias depois, o corninho ia estar 3 dias fora (sexta,sab e dom ) e por sorte eu saía de turno sabado de manhã e só voltava a trabalhar segunda de manhã, oJorge tentou combinar um programa mas eu recusei. Dormi um sono reparador e preparei-me para ir ver um filme porno a um cinema que os passa em sessões continuas;vesti um fio dental preto, uma saia branca comprida com botões á frente, como apenas abotoei os 4 primeiros o efeito era espetacular, por trás marcava perfeitamente o meu cuzinho e a sua semi transparência mostrava as nádegas quase nuas e á frente quando eu andava via-se perfeitamente o interior das coxas, para cima vesti uma blusa azul de seda, sem soutien, as mamas anteviam-se por baixo, os mamilos espetavam-se contra o tecido, o generoso decote permitia uma visão fabulosa e quando andava elas abanavam deliciosamente. Fui de metro os passageiros despiam-me com os olhos, chegada junto do cinema hesitei, queria ter umas fodas excitantes mas não dar uma "geral" e as coisas podiam sempre descontrolar-se ( mal sabia eu que o meu temor se ia realizar ), comprei o bilhete, o rapaz da bilheteira ficou embasbacado, entrei, na tela uma fulana era comida por vários homens, depois de me habituar á escuridão vi 10 ou 12 clientes, todos homens, espalhados pela sala, sentei-me numa fila do meio passando por um velho barrigudo que me saudou com um " passa boazona..."não liguei. Cruzei a perna deixando as coxas totalmente expostas e comecei a ver o filme, a fulana na tela estava a ser comida na cona por 2 grandes paus negros enquanto chupava um terceiro, ora aí está algo que nunca fiz pensei eu. O velho mudou-se para a cadeira ao meu lado direito e abrindo a calça começou a punhetar-se lentamente olhando-me de vez em quando, disse para mim mesmo "porra que velho asqueroso", 3 espectadores que estavam nas filas do fundo mudaram-se para trás de mim e as bocas começaram " andas perdida...não precisas de ver o filme a gente tem o que tu precisas...como-te toda...ela veio á procura de pau...a puta tem aliança...onde está o corno...", comecei a ficar excitada mas também um pouco assustada, entretanto entrou um novo espectador que vendo-me se veio sentar ao meu lado esquerdo, era um mulato alto e entroncado relativamente jovem ( 25 no máximo ), na tela duas fulanas lambiam-se mutuamente enquanto uma delas era enrabada por um ruivo bem dotado. O mulato pousou calmamente a mão na minha coxa, com não reagi descruzou-me as pernas e começou a apalpar-me lentamente até chegar ao fio dental que não foi obstáculo para os seus dedos " estás toda molhada putinha..." observou com voz rouca, limitei-me a gemer, abriu as calças e agarrou a minha mão pondo-a á volta do caralho, que estava duro e era de tamanho apreciável " isso mesmo branquela...", de subito senti a mão do velho na coxa direita, não me agradou mas achei melhor não resistir, como era de prever de sequida agarrou-me a mão e colocou-a na pichota. Ali estava eu uma respeitável senhora enfermeira e mulher casada a ver um filme porno ( na tela vários homens comiam as 2 fulanas em todos os buracos ) e a punhetar dois desconhecidos, dois dos fulanos que estavam atrás de mim levantaram-se e começaram a apalpar-me as mamas " que ricas tetas tem esta vaca..." gracejou um deles " vamos foder-te toda..." disse o outro lambendo-me a cara, começaram a desabotoar a blusa " ei vamos com calma..." pedi inutilmente " boca calada sua puta já sabias ao que vinhas...", ordenou um deles, um quarentão com ar duro, entretanto o velho esporrou-se na minha mão " toma querida...toma...AGH...", de imediato foi substituido pelo terceiro fulano da fila de trás que me agarrou a mão e começou a punhetar-se com ela., o mulato puchou-me para cima dele, desviou o fio dental, enterrou-me toda no caralho e agarrando-me pela cintura começou a foder-me furiosamente " sim ...que cona boa...sim" as minhas mamas libertas da blusa balançavam ao ritmo da foda, o tipo que estava ao meu lado espremeu-se todo e conseguindo colocar-se á minha frente agarrou-me as tetas e colocou o caralho entre elas começando uma cubana, o erotismo da situação apressou o meu gozo " AGH...AGH...AGH...sim...sim...fodam a vossa putinha...fodam..." os outros dois colocaram-se um de cada lado e iam-me fodendo alternadamente a boca.

O que eu temera, ter que dar uma geral, estava prestes a acontecer os outros espectadores apercebendo-se da situação tinham-se aproximado e de pau na mão aguardavam a vez, os comentários não enganavam " despachem-se que também queremos montar a puta...vou arrebentá-la toda...olha que tetonas tem esta vaca...etc..." entre urros de extase o mulato encheu a minha cona de esperma e o espectador que me fodia as mamas veio-se també enchendo o meio peito e a blusa de porra " toma o meu leite sua puta...toma...", por minha vez tive novo orgasmo "AGH...AGH...venho-me..." os meus gritos de extase foram abafados por um rio de esperma garganta abaixo, enquanto o segundo fulano que usava a minha boca encheu a minha cara e cabelo de porra. Levantei-me cambaleante 12 (entretanto tinham entrado mais clientes ) homens aproximaram-se " é a nossa vez putinha..." abanei a cabeça enquanto começava a abotoar a blusa " nem pensem o espectáculo acabou" desataram a rir " é assim putinha vais dar a todos ou por bem e és bem tratada ou por mal e..."disse um deles, olhei em volta não tinha saida e na verdade tinha que reconhecer que me pusera a geito " ok não é preciso serem brutos ..."levaram-me para o palco rodearam-me, despiram-me totalmente e o rodizio começou : um deitou-se no chão e fui forçada para cima do caralho erecto " vem putinha quente..." o pau entrou fácilmente comecei a cavalgar, era delicioso, outro colocou-se atrás e cuspindo do meu cuzinho penetrou-me de um golpe " AGH...seu cabrão isso doi..." gritei com raiva" TRAZ...TRAZ...cala-te e dá ao cu..." respondeu o patife dando-me dois estalos nas nádegas, como é evidente um terceito penetrou-me a boca. Não sei muito bem por quantos fui fodida mas creio que uns 20 ( entraram mais espectadores,e no fim o rapaz da bilheteira também me veio foder) nas 2 primeiras rodadas ainda gozei, mas depois o ardor na cona e a dor no cú e no maxilar sobrepuzeram-se ao prazer. Eram 23.30 quando o cinema fechou, lavei-me o melhor que pude na casa de banho, vesti-me, chamei um taxi e fui para casa. Ainda bem que o meu marido não me fode no cú porque se não topava tudo, está todo arrombado. Foi uma cena muito excitante e gozei imenso, mas para o fim foi doloroso, quando me meter noutra tem que ser bem pensada para não ter que dar outra geral.

Comentários

13/05/2012 21:52:23
Parabens, http://drmenage.blogspot.com.br/
01/05/2012 22:44:23
Gostei mto de seu conto: Parabens
kkb
30/04/2012 08:06:27
Muito boa esta historia.
25/10/2011 00:09:50
Hummmmm...o sonho de toda mulher ser fuxica por vários...!!!
21/09/2011 18:03:43
Adoro uma mulher safada. Daria tudo prá ter uma mulher assim ao meu lado! Como daria. Qq mulher interessada num cara liberal, de Belo Horizonte/MG, imune a ciúmes e amante de uma mulher que ande com a buceta fervendo de vontade de dar, faça contato. Adoro dividir uma mulher numa transa...rs... [email protected]
21/09/2011 01:09:32
Os meus parabens, tenho acompanhado os seus contos e devo dizer que eles me fizeram postar o meu primeiro comentario! nao tenho como evitar! seus contos sao super excitantes, muito bem escritos, com portugues perfeito!! penso que voce e um excelente exemplo pelo qual os leitores deste site sao tao assiduos, adoro a forma como escreve!! adoro como voce uma mulher respeitada e profissionalmente bem sucedida consegue realizar as suas fantasias mais safadas... agora por iniciativa propria sem precisar mais do seu colega de trabalho... sente a liberdade de seguir o proprio rumo!! Sou o Bruno Rocha de Portugal este o meu mail [email protected] adorava comunicar me consigo para receber as mais recentes aventuras em primeira mao! :) um beijinho e mais uma vez parabens....
21/09/2011 00:26:01
KKKKKKK bem feito kkkkk kem procura,acha hehe ne ñ?Adorei
20/09/2011 22:02:22
Parabens,fiquei adimirado com voçê[email protected]

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


video pornodoido casal transa dentro de uma poça de lamacontos de novinhos no menage masculinoFiz sexo com meu profeasajudanu cume u cu d amigapoi no meu cu tiocontos eróticos da esposa anda na casa de quatro como cadelairmalouca pra perdero cabaco pro irmarmtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1contos eroticos primo billabong28homem que fode muitohttps://www.yahoo.com/meninas e mulheres encoxadas por baixo da saia e aceitandonovinha dando a buceta e depois o cú ao motorista da pirua que levava ela pra escolaabusando a enteada dormi.dobabe xvideocontos eroticos gostosa de camisola e a rola grossachantagiei e comi o viadinho magrinho contosxpornonegaopornor doido batendo poleta na varanda homemcunhada gostosa arretando o cunhadocontos sexo pecado incestuosonovinha safada com jorde mostra a puceda sem calsinha fodos 100fodosanne carolzinha fofinha gostoza trepano muitoporno sobrinho vai dormi mais tia e fica de pau duro embaixo do lencouesposa com sinco estranho porno gravado en casaeu com 28 anos de idade minha noiva linda e gostosa com 20 anos de idade ela casou comigo virgem da sua buceta e virgem do seu cu eu e ela na nossa noite de núpcias eu dei um abraço nela eu dei um beijo na boca dela eu tirei seu vestido de noiva ela deitou na cama eu comecei a chupar seu peito eu disse pra ela sua buceta virgem raspadinha e linda eu comecei a chupar sua buceta virgem ela gemia ela gozo eu disse pra ela chupar meu pau ela pegou no meu pau ela disse pra mim você tem um pauzao ela chupou meu pau ela disse pra mim pra eu mete meu pau bem devagar na sua buceta virgem eu disse pra ela eu vou tirar sua virgindade da sua buceta com carinho eu fui metendo meu pau na sua buceta virgem que sangro eu comecei a fuder sua buceta ela gozo ela disse pra mim eu quero dar meu cu virgem pra você conto eróticoengenheiro praia de nudismo relato eroticofoto de minina da bucetonamenino gossando dentrosexo expkicito gratis exibindo cacetaojaponesinha novinha colegial não resiste as investidas do irmão e transa com elevídeo de sexo brasileiro novinha gritando ai titio meu c****** pequeno tá doendo entre o funk do Pica devagarinhobbucetas apertadass xxvideosvideo de padrasto tentando resistir a enteada rebolando no colo deleconto porno me separei por causa da traicao da minha esposafodas narradas grannyezibi vizinhas goistozaCavalo pistoludo cabessudo sexocontos eroticos de putas e putosviado tocando punheta para o homem fazendo fio terra e gozando tudo na mãocontos eroticos. na sezala com as escravasbeijo safados com mulheres de poposoes e homem de cueca de pau duronão coube tanta porra dentro da buceta da gostosacontos eroticos minha esposinha e o inquilino velhovai novinhas so grelao shortinho enterrado na bucetamano nao me tente incesto contoscontos transando com cunhado mais novodoce nanda parte cinco contos eroticoscontos eroticos titio flacou eu e meu primo na infanciacontos eroticos encoxando casadaspadrasto castigando enteada sapecaSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhaDesamarrar corda mordaça contoeroticogostosa safada senta toda arreganhada destraida na fente do padrastrox video pornor vovo costureira casada g qostar d jovensXvidio conhada loca po pauxvideos.x10.velho.fudeu.o.cu.da.novinha.brasilestrupo de vuneravel pornoouvir barulho do pinto entrando na buceta pornôexibicionidmo psra gstçon de motelxv metendo com olho liso so empurra xvideosmulher dormindo pica entrandoxvidionovinha deixa pirocudo gozar dentrodabucetasquero ver metendo na mulher essas porcarias transandoler contos erodicos fui abuzada antes da sirugiaela tamava banho quando foi surpreendia pelo roludo que tirou sua virgindadePorno albatroz net.filho cumeno a mãemao boba na noiva pegando nos peito dela pornoxvideoscomedo atia.comvídeos grátis novinhas akita gritando de dor ao ser penetradameu filho mais velho fica excitado ao me ver dando de mamar o bebe.eu qero asistir videos porno os caras do pau grande regaçado as mulheris e elas gritado sen aquetarxvideos gay amador cafuçu de bermuda fininhairmao pede fio terra para irma enfia o dedo do cu mais velha gostosawww.xvideos/maior testao de buceta ele nao rezistiumagrinhas soquem pauzao. de 30 cm chupalano o cu da mulhersanporno irma louca pra da o cu pro irmao provoca ele ate ele come cu delaconto corno confidentecontos eroticos namorada vendada pica irmãocontosbucetada mamae com tezaotirado avingendade com negao safadesa sexomenina ve rolona pendurada mijando e fica tarada contos eroticosvai nacasa do amigo e ve airma doamigo sex na salaconhada acorda o conhado a noite para fazee sexo porno brasileirodominando um casalnovivinha abre as perna para entra o pau do pai no cucontos mulheres que gostam de cu de homemContos eroticos de casada puta dos vizinho roludo corno duplavai passar sarrando MTS malvadão na trocaLoirinha Gata Magrinha Recebe Pau Enquanto Ler Um Livro baixar olinetufos familia favela #8quando voltei entrei no quarto da minha irmazinha e vi ela se mastubando dei uma bronca nela contos de incestotaradinhocontosporno interesesexual rubiaebeto.comunidades.net/cavalascontos eróticos primeiras experiências com siririca com mulheres mais velhacibele bucetonaxvidos pono pai penga fila dominhocontos eroticos gay muito hormoniocornolandia barbara costa bucetaver XVídeos delegada dando para traficante dando batom