COMENDO A COLEGA DE SALA


Um conto erótico de maeca
Categoria: Heterossexual
Data: 14/07/2011 08:26:16
Nota 4.67

Me chamo Israel. 51 anos, l,70, 80 kilos, desquitado, amasiado com uma empresária do ramo têxtil;

Fui transferido para trabalhar em Matinhos, litoral do Paraná.

Todos os finais de semana eu subo para dar assitsência a minha amásia caixa dois, que não me deixa passar necesidades, mas cobra muito, um dos motivos de eu pedir para sair de Curitiba e ir trabalhar no litoral.

Na filial da empresa conhecí Sahara, loira de 42 anos, solteira, amasiada por sua vez com um negrão cara de marginal, ex-policial, com cara de poucos amigos.

Eu e Sahara trabalhavamos na mesma sala. Ela, veterana na empresa, sempre me ajudava no trabalho, a fim de minha adaptação no novo ambiente funcional.

A empresa estava passando por reformas, contratando mais funcionários, com o trabalho crescendo a cada dia, passamos a fazer hora extra, às vezes almoçando ou jantando juntos, eu e Sahara.

Em setembro de 2.010 seu marido subiu a serra. Veio para Curitiba justamente na matriz de nossa empresa tratar de assuntos de segurança. Ficou dez dias na capital.

Eu de segunda a sexta sozinho na cama, em seco, tocando punhetas durante o banho da noite par aliviar o tesão.

Sahara, nos últimos dez dias daquele mês sem seu homem.

Na última sexta de setembro daquele ano fomos jantar. Tomamos vinho e a conversa saiu do profissional para o familiar.

O vinho é um estimulante erótico. Faz o pensamento ficar sem vergonha, pudor.

Sahara me me levou em seu corsinha ver a paisagem da noite no balneário Perequê.

Parou o carro em frente a um grande terreno abandonado, desligou o motor e sem pedir licença segurou por cima das calças minha pica, já devidamente dura.

Começamos o amasso.

Tirei para fora minha rola e minha colega de trabalho mostrou como é que se faz um boquete.

Enquanto ela me chupava eu enfiava um dedo em seu cú, em sua buceta.

Não demorou muito não. Nosso tesão era muito grande. Minha colega mamando igual a uma bezerra sentindo minha pica inchar em sua boca, tomou leite quente, grosso, viscoso.

A cada ejaculada Sahara gemia alto com o pau na boca.

Acabamos gozando juntos. Foi muito gostoso.

Não ficou uma gôta de leite para fora.

Me beijou. Senti em sua boca o gosto de minha pôrra.

VAMOS ACABAR O QUE COMEÇAMOS. MEU MARIDO ESTÁ COMEÇANDO A SER CORNO.

Saimos do balneário Perequê e fomos ao meui apartamento que fica em frente ao nosso trabalho.

Estavamos em seu carro.

Minha preocupação era os vigias da empresa verem eu colocar chifre em um ex-policial e depois contarem a ele.

Mas, como comer mulher casada é bom, fomos à luta.

Ja dentro de meu apartamento, Sahara, sem calcinha, debruçou-se sobre a mesa da sala, abriu bem as nádegas me oferecendo seu botãozinho rosado e piscante.

Me ajoelhei, passei a lamber sua buceta de baixo para cima parando com a língua bem no olhinho de seu cúzinho.

A cada toque que eu dava com a língua seu cú piscava.

Lambi, lambi bastante. Cuspi, deixei bem lubrificado e comecei a torturá-la esfregando a cabeça de minha pica na porta de seu rabo.

Enfiei só a cabeça e parei.

Passei a chupar sua nuca bem forte. Queria deixar minha marca.

Com uma das mãos fazia carícia em seu grelo. Com a outra fazia rodinhas no bico de seu peitinho.

Foi só ela pedir e eu enfiei tudo dentro de seu cú num golpe forte.

Enfiei e passei a estocar com força.

ISSO, MEU MACHO. VAMOS FAZER DE MEU MARIDO UM CORNO PERFEITO.

A cada estocada Sahara dava um grito.

Foi preciso tapar sua boca para não acordar os vizinhos.

A polaca gozou entre gritos sustados e gemidos.

Parecia que estava apanhando.

Gozei junto.

No banheiro a cadela me chupou o pau novamente, virou de costas e eu comi sua buceta.

Na saida de meu apartamento fez a chupeta final dizendo para eu encher mais uma vez sua boca com meu leite, que ela queria ir saboreando lentamente até em casa.

De setembro a janeiro passei a ir a Curitiba duas vezes por mês.

Minha matriz, que vamos chamar de Celiane, não é burra, já antenada, passou a desconfiar.

Uma noite, na casa de minha mãe, no Alto Bouqueirão, em Curitiba, ela pegou meu celular e viu mensagens de Sahara para mim.

Foi aí que meu barraco começou a ruir.

Foi a partir deste momento que minha mulher oficial passou a telefonar todos os dias para minha colega amante em MAtinhos fazendo ameaças.

Dizia que Sahara não dava só para mim, dava para Adalberto, chefe de nós dois em Curitiba.

Celiane, minha mulher oficial mandou eu escolher; se eu insistisse ficar comendo minha colega Sahara em MAtinhos perderia a mesada. O poder econômico fala alto.

A situação ficou muito ruím, a ponto de eu procurar o marido corno de Sahara e cuidadosamente contar que estava comendo sua mulher.

Foi, na páscoa de 2.011, quando eu estava indo almoçar no restaurante da Bisa na cidade, que nos encontramos.

Ele, o corno, estava passeando de bicicleta na ocasião do encontro.

A princípio o cara ficou translúcido ao saber que era corno, mas com muita habilidade na colocação de chifres fui fazendo ele ver que era bom ser corno. Fiz ele entender que fiz por nove meses sua mulher feliz e agora estava devolvendo bem comida, com a buceta e o cú devidamente alagardos.

Como quem tem cú tem medo, estou pedindo minha volta para Curitiba, pois quando contei que estava comendo sua mulher, senti que no fundo o corno não era tão manso como eu esperava.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
24/03/2013 01:33:08
.
31/07/2011 17:26:57
Menino, que fixação é esta pelo tema corno? ótimo conto
16/07/2011 00:46:52
MARTIM42...Caro Martim, está relamente difícil entendê-lo. Muito difícil. Você é formado em filosofia? Não creio. Leia novamente o conto, ou todos eles e sinta o real inserido no contexto. Eu particularmente nao estou entendendo nada do que vc está escrevendo como comentário analitico.
15/07/2011 09:51:15
Desculpe vc não percebeu minha confusão: como vc foi capaz de relatar a preservativa do Ricardão assumindo que a história é verídica? Se for conto é fácil de perceber, se for real, difícil sem a colaboração do Ricardão.
14/07/2011 17:41:13
ROLAENTRANDO - Claro. Vivo no Paraná. Os contos que escrevo estão ligados diretamente a minha vida aqui no litoral do estado. Você quer que eu invente? Não dá, né caro leitor. MARTIM42 É, você não está percebendo mesmo. Todos os contos estão ligados explicitamente a minha vida com meu marido e o último cara que andou me comendo. Todos. Não se trata de um passo atrás não. Para seu deleite vou contar o que aconteceu comigo durante o espaço que fiquei sem marido e sem amante. Aguarde. Claro que aqui no litoral do Paraná.
14/07/2011 13:11:45
seus contos sempre acontecem no parana?
14/07/2011 09:21:16
Não estou percebendo: vc parece que está contando o mesmo conto continuamente, agora no POV do Ricardão. Só falta contar o ponto de vista do corno! Desculpe, não tem continuidade, isto é, é um passo atrás relativamente ao seu conto anterior. Esperava mais aventuras da esposa agora com consentimento do marido. Parece-me que está a "engonhar a história".

Online porn video at mobile phone


mulheres de traficantes pegando poradacasa dos contos eroticos a maninha cabaço ai maninho tira ai aisexo os homems enfiam a pingola deles dentro da mulher e vai soca soca e vai socando video que da pra abriconto pornô fazendo o lek de mulhercontos sexo gay chulécontos de sexo depilando a sograxvídeos galega mostrando coxas com penugem de ouro por cima das coxas"virei mulherzinha" cadeiavídeo porno gay sensualismo mundobicha.comO vizinho safado do 205contos eroticos de caminhoneiros fudendo homens em posto de combustiveismtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1contos eróticos comi a quarentona virgem evangelicacontos eroticos alunofilme porno chantagem com a sograpadrasto dotado tentando fura cuzinho da intisda novinha dormindoContos eroticos ela cagou no meu pau dando o cuzinhocumeno a safada do bundaoquero ve comto erotico de homem que chupa abucetinha da bebe virgem do beusomadastra x padastro fodendo enteados ninfetosad bucetad mais petfeitas do mundoxvideos.com12aninhosVisinhas taradas ousadas rekatos eriticos recenteszoofilia homem pocando cabaco da cadelinha novinhavideos de meninobotando o pau duro na bocacontos eiroticos leilapornfoto.neta toumou calmante pra transar.com filho.virgem sangra bunda.dele chorasexo com a nora gostosa no sofá deitada no colozdorovsreda.ruviven cabaço foi brica de tranza com cachorro e levou uma rola bem grnde que ficou engatado na bucetacontos eiroticos leilapornContos eroticos ajudando o irmaocontos eroticos narrado madrastaeu era bem gordinha muito novinha meu padrasto acha minha xoxotinha linda contosdupla de caralhudos rasgando o cuzinho no pornodoidocontos eroticos quentissimo de meninas perdendo a virgindadechuppana a xana da negamãe sejipana deichando o filho gosar dentro da bucetaEnpregada sendo encoxada por trs de sainhaMarido faz minete na Esposa até se virporno levou finha poamigomulher e homem tirando a roupa da mulher Valendo Nada superar chupando priquitovideios mae filho gosou dentro dela e derramou muita gapornocontoincestopegei miha cinhada conto eroticolesbicoesposa trai o esposo com mulato de 1:90mulheres agachadas com buctao reganhadomédico explicado chupar bucetas doença transmiticontos eu meu marido e bieu queria dar minha buceta e meu cu pro amigo solteiro lindo do meu marido eu liguei pro celular dele eu marquei um encontro com ele eu raspei minha buceta eu fui me encontrar com ele eu entrei dentro do seu carro eu dei um beijo na boca dele eu disse pra ele eu quero ir com você pro motel ele me levou pro motel eu e ele dentro do quarto eu dei um abraço nele eu dei um beijo na boca dele eu tirei minha roupa eu deitei na cama ele chupou meu peito ele disse pra mim sua buceta raspadinha e linda eu disse pra ele eu raspei minha buceta pra você ele começou a chupar minha buceta eu gozei na boca dele eu peguei no seu pau eu disse pra ele seu pau e maior e mais grosso que o pau do meu marido eu chupei seu pau ele começou a fuder minha buceta eu gemia no seu pau ele fundendo minha buceta eu gozei eu disse pra ele fode meu cu conto eróticomiudinhas cock do negao pirocudonegoia pauzudoscontos eroticos tentou dar a bundinhamae dk meu amigo se esfregando pornoxvideos comi e fis ela caga no meu paupornodoidoluciana "virando uma mulher com hipnose"conto erotico/gay asistindo percy jacksoncomendo a buceta da gostosa na barra de suco de limãoConto erotico fui enrabada por 5machos a forçatravesti de bunda grande mas gostosa do recife ponodoidocontos erotcos negao poderosoconto erotico tirando o cabacinho da entiadinha novinhacontos eiroticos leilapornpica pequenina geyhistoria dicorno sendo traido por dotadover vidos de coroas bem gg de shotinhoPorn conntos erotico pastor fode a esposa do obreiroozdorovsreda.rucontos eroticos de idosas mendingascachorro pisudo fudendo mulher no matocontos eroticos churrascovideo porno papai italiano comendo a filhinha italianinhanetinho gay no colo do vovogordinleitormulher levanta a calcinha e molha a buceta de cerveja para o homem chupaeu virei mariquinha de negão xvideos gaypegeiminha mae batendo xirica enão resistigostosas do atsapporno ela senta rapido e com forla grita pornodoidodestraiu no telefone e filho emrabou xvideocoletâneas paraense 2018 xvideos.comminha entiada loca pra da apenas dez aninhos contos eroticoscontos eroticos rapidinha com sobrinhoConto irmao tira cabaço a irma de 13 gostosa