Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

Meu primeiro coroa - II

Um conto erótico de obolx
Categoria: Homossexual
Data: 07/01/2010 00:32:36
Nota 9.67

Descobri um site voltado aos homens maduros que deixava postado em sua página os anúncios do que você é e o que procura, tipo classificados de jornal... Sendo assim escrevi para os que me interessaram no anúncios.

Nessa época não conseguia achar por conta própria os coroas, só garotões para poder transar e de garotão já bastava eu, então nunca rolava e eu era muito novo para saber dos locais onde poderia achar isso. Assim achei o site e já comecei logo mentindo minha idade. Apesar de inocente eu não era bobo, poderia enganar o cara para ele fuder comigo, depois é depois.

Como eu disse no outro conto, tinha entrado para a putaria, para poder perder a virgindade, então tudo tava valendo no momento, depois eu tomava jeito.

No começo tomei vários tocos, ninguém me quis, nem com as fotos provocantes, mais depois de um tempo um respondeu. Era o Luiz, um curitibano que veio fazer um trabalho em Brasília e esta a fim de se divertir, longe da esposa. Sabendo disso e mal intencionado por conta da testosterona que subia sempre a gente começou a conversar pela internet ai marcou de almoçar e se encontrou.

Depois de conversarmos ele me chamou para irmos a um lugar mais reservado e eu... Já fiquei logo excitado tive de disfarçar o tempo todo, pois o velho era bonito, ele tinha 50 anos, barrigudo, careca, mais com o sinal de barba feita, aquele cheiro de loção pós-barba era impressionante. Usava uma roupa social, mais sem paletó e tinha um sotaque sulista.

Fomos a um lugar deserto no parque da cidade, aqui em Brasília, estacionamos o carro a beira de uma árvore e lá ele até riu e disse que eu sabia que eu não tinha 18 anos, eu fiquei sem graça e confessei minha idade ele também disse que tinha mentido lá que tinha 55 anos rimos e ele falou que não se importava, como eu também não, ele me chamou para o apartamento que ele tinha alugado, mais eu fiquei com medo, e não quis ir, disse que poderíamos ficar lá mesmo que não haveria problema.

Ai ele com a desculpa de estar calor desabotoou a camisa e eu pude ver sua barriga peludinha e seu peito peludinho e suado... Aquilo me excitou tanto que eu quis acariciar ele só disse: Vai em frente Victor, é todo seu e eu logo perguntei:

Quando vou sentir o gosto de sua boca, Luiz?

Foi assim que ele calou minha boca com um beijo bem molhado e ai, nem vi mais o que estava fora daquele carro. Ele passava aquela mão grande e quente pelo meu corpo e me beijava mais e mais. Colocou minha mão sobre a eu pênis e eu pude sentir que não era pequeno não.

Logo depois ele foi tirando toda a minha roupa e me fez ir lambendo seu corpo e descendo enquanto ele tirava a sua calça. Ao chegar com minha língua até sua cueca preta totalmente preenchida por aquele pau que já estava me fazendo feliz sem eu nem conhecer, pude sentir aquele cheiro forte de homem, cheiro de sexo e isso é o máximo.

Quando estou lá acariciando sua pica com as minhas mãos, sem me dar conta ele deita todo o meu banco e no momento que cai junto ao banto totalmente deitado ele logo subiu em mim e já veio com seu pênis totalmente duro rumo a minha boca e me vez engolir cada centímetro de meu pau que não era muito maior que o meu não, deveria ter uns 16 cm, mais era grosso e gostoso.

Foi assim que ele ficou fudendo a minha boca num vai e vem cada vez mais forte por bastante tempo, nem sem quanto, mais minha boca já estava doendo, então, foi quando ele me virou de quatro e perguntou se eu já tinha dado alguma vez. Eu respondi que não e me então começou a brincar com meu ânus com seu dedo, fazendo caricias e esfregando seu pau em meu rego.

Com o tempo eu estava todo relaxado com suas caricias e senti seu pau entrado bem de vagarinho em meu cú. Doeu bastante mais não demorou muito ele só colocou a cabecinha e bombou umas 3 vezes e logo senti seus urros, tipo: Hããããrrr, Hããããrrr, Hããããrrr, hummm e escorrer por minhas pernas o seu sêmen branco e quente.

Nos recompomos e ele disse que assim que eu quisesse ele me levaria a seu apartamento e me ensinaria como dar o cú de verdade. Ele até falou que era muito bom de cama, que eu tinha que experimentar mais isso eu conto depois...

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
10/01/2015 09:22:11
Hummmmmmmmm
26/02/2011 21:38:43
Excelente conto... Divida esse coroa comigo! Imagine nos três...
07/01/2010 07:04:05
vai te catar 2




Online porn video at mobile phone


contos eroticos eu e meu amigo no internatosogragosadameninas virgem novinha lavar roupa no riacho pai pau espiandoTheo eTonnyvídeos de biscatinha novinha brasileira gostosa safada entiada metendo c padrasto sem ninguém percebermeu corno troxe um negão para me foder e tirou fotosmulher de sainhatrasandokxcontos.blogspot.com.br fotossexo de concuinha lourasContos Mamadas no paizimXVídeos as panteras entregador de gás aparentecontos eroticos meu marido contratou um dominador pra me adestrargretchen mua chopano 2007festa buctao loucurasConto erotico sou madura e consolo lesbicacontos eroticos safados de professoras madurasmulheres casada sendo encoxada egozacontos eróticos envolvendo policial federealconto incesto minha irmãzinha adolecente andando encasa com essa roupinha nao da para resistivideo encinandOo pula de cabeça nu riuela tamava banho quando foi surpreendia pelo roludo que tirou sua virgindadexvideos loira do cu aguado molhado Historias erosticas viadinho dano o rabo para o seu tio e choracontos eróticos do irmao comeu a irma depois casamentocasada d saia metendiporno de mulheres tentando fiji de pica grandevideo porno foi cobra o alugel ea cabou comendo a emquelina no xsvideoNegros andarilhos pornô com novinhas pinto nao entra na cetinh apertadinhconto erotico 30 cetimentro no rabo da sagaxv-qratis-eu-comendoaminha-namoradabaixar XVídeos mulher sendo sequestrada e e******** Algemado passar de fita na boca XVídeosxvideo pequei porque nao vigieiPaguei para deflorar a filha do caseiro conto eroticomenina fudedo com xortiu de dormifilme de sexo homem transando com a irmã formatando computadornovinhas pelada da lingua da buceta vantajosa de pernas abertaVamp19-Contos O Doce Nas Suas Veias Capitulo 10conto cumendo irmao de pau cabecudo irma. virgemMinha vida de chifradeiraXVídeos marido Chapado e o amigo aproveito na festadando a boceta pro namoradoprimeira vez novobucetas gostozas gozando gostozo na cabesona rombudaXVídeos Visitei Dermacydme perdi no mato eles me encontraram e me fuderam pornocontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgefudeu ate o cudela tento fujir nad bebadaxvd irma bati punheta para o irmao e nao rezisti e da pra elemithlee pron vidoLuana contos erticosgostosas do zaptk sex pornconto anal crente bundudaAvo fica ecitada com os 40cm do pau do netoAliviando os funcionarios contos eróticoscontos gay chule do padrinhoconto erotico futebolesta italianinha novinha fode muinto porno gratisestupro chupando grelo grande até ferirvideos porno a namorada trail ele e ele estrupou ela com forcaporno. jafaleii nãofilme de sexo pura selvageria de chupar e chupar agressivo mesmocasada foi brincar de esconde esconde e deu o cu casa dos contosuza calsinha fio denrak aumenta a bunda qual a difeeençaliloca faz ananl pa ter akele rabocorpao cross friksadolecente chorando no picao cuzinho virgem incestoxvideos caseiro emfermera mindando banho eaiconto erotico mae no cioconto gay contei pra ele que queria dar pra eleporno mae gotosa madura sedente de amor ai pirocaoVanessa queria brincar mais não imaginava que ia encontrar pela a frente um monte de safadinhos taradosquero ver ofilmes pornos o irmao beijando muito a irma para foder ela a irma dos olhos azuiscontos filha no barco c amiguinhavideo de porno mulir ipinadihacontos de sexo crossdressingvídeo pornô de mulher arrotando dando para baixinhovideo de corno chupado o pau do negam juto com a esposafudelanca em largado. e peladosexo oral 2016 nos mamilos bicudos das mulatasgrelinho branquinho dessa buceta virgem deliciafrutaporno manorada e cunhada da o cu pro cunhadocontos eróticos de mulher pegando outra mulher no tremConto pau mendigo punheta