Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

Elda, mãe da amiga de minha irmã. Parte 1

Um conto erótico de maxzinho
Categoria: Heterossexual
Data: 28/12/2009 12:54:48
Última revisão: 19/07/2012 00:53:19
Nota 10.00

Coisa boa é ter amigas, sim, e melhor do que isso são as mães das amigas, e quando a filha dessa mulher é amiga da minha irmã, aí é que as coisas ficam melhores, tenho muita sorte em ter uma irmã que tem muitas amigas, que gostam da mesma forma que eu, de aventurar, de aproveitar as oportunidades, muitos dos meus contos, foram frutos dessa parceria com minha irmã, e neste conto não será diferente.

Hoje, ultimo domingo do ano de 2009, ainda era cedo, quando Ester veio aqui pra casa passar o dia, não só ela, muitas outras amigas de minha irmã vieram, tinha mais de sete, oito,sei lá, mais ou menos isso, tudo aqui em casa, passando o dia, tudo muito divertido, mais eu não estava muito bem de humor, por isso ficava mais no meu quarto, procurando não me chatear com pequenas brincadeiras, já que quando estou assim, fico de pavio curto, pra evitar, fiquei mais reservado, dava pra perceber que o dia pra elas estava sendo ótimo, mais pra mim, era um domingo qualquer, nada pra fazer, mais é aí que agente se engana, no final da tarde, as meninas começaram a ir embora, a casa foi ficando vazia, dando lugar ao silêncio, até que quando eu fui a sala só estava minha irmã e sua amiga Ester, ela tentava ligar para seu pai ou sua mãe, para virem buscar ela, mais suas tentativas eram em vão, os pais não atendiam o telefone, mais de tanto insistirem, conseguirão, mais nenhum deles podiam vir aqui em casa pegar ela, foi então que me ofereci para leva-la, até aí nada de mais, porque Ester é novinha 16 anos eu acho, então pra mim não dava mesmo, durante o caminho, apenas conversávamos sobre como tinha sido o dia lá em casa, alguns minutos depois chegamos em sua casa, devido a demora do percurso até sua casa pedi para usar o banheiro, encostei o carro, descemos e fomos até a porta da casa, ela interfonou e pedio para sua mão vir abrir a porta, foi aí que meu dia começou.

Elda, 43 anos, 1,63 de altura, seios grandes e proporcionais ao seu corpo, uma bunda de dar inveja em muita mulher, um rosto perfeito, muito linda, ela é toda gostosa, e apesar desse corpo maravilhoso, ela mãe de Ester, e de um garoto mais novo, quem vê não acredita que ela é mãe de dois filhos, traduzindo, ela é exemplo da mulher brasileira de classe média. Tudo bem que eu já a conhecia, ela e seu marido, mais nesse dia foi como se fosse a primeira vez que eu passava o olho nela. Ao abrir a porta da casa, Elda estava só de camisola, dessas tipo vestidinho de algodão, com desenhos walt disney, mais isso não tirou nenhum um pouco o tesão que senti naquele momento, foi incrível, meu pau ficou duro meio que instantaneamente, não deu tempo nem de pensar, ele já ficou duro, pra mim só de ter visto ela daquele jeito, já era uma maravilha, já tinha ganho meu dia, mais não parou por aí, Ester comentou com sua mãe que eu precisava ir ao banheiro e perguntou se eu poderia entrar, ela mais que depressa, disse que eu podia ficar a vontade para entrar, e ir ao banheiro, pois eu já sabia onde era e não precisava de cerimônias, entrei, mais pedi que ela fosse na frente porque estava meio sem jeito, visitante é sempre assim, não gostar de ficar a vontade mesmo os donos pedindo isso né, sempre ficamos tímidos, e ela então me levou até a porta do banheiro, no caminho até lá, mais uma surpresa, dava pra ver entre o tecido da camisola, a sua calcinha, e que calcinha, vermelha de rendinha, e fio dental, só um triangulo marcando a sua belíssima bunda, enquanto me deliciava com aquela cena, Ester passou por nós me agradeceu pela carona e disse que iria subi para seu quarto, pois estava cansada e iria tomar banho e dormir um pouco, nos despedimos e ela me deixou a sós com sua mãe, ao continuar caminhando em direção ao banheiro, eu perguntei a Elda por seu marido, ao que respondeu que ele estava viajando, era o dia dele embarcar, pois ele trabalha numa empresa que terceiriza serviços a Petrobrás, Pronto era tudo o que eu precisava saber pra ficar mais doido ainda de tesão por aquela mulher, bom, enfim cheguei ao banheiro, entrei, fiz o que tinha de fazer, ajeitei minha roupa, e quando fui abrir a porta, tive mais outra surpresa, na hora que abri a porta, Elda estava me espionando pelo buraco da fechadura.

O que estaria acontecendo na vida daquela mulher tão gostosa? Insatisfação sexual com o marido? Ele não estaria dando conta, ou não a procurava mais? Várias perguntas se passaram em minha mente naqueles contáveis 10 segundos de susto, seu rosto ficou vermelho de vergonha, sua mão rapidamente foi tirada de cima da direção da sua buceta, e num pedido de desculpa, cheio de gaguejo, eu apenas dei um sorriso e perguntei o que estava acontecendo com ela, eu lhe disse, seja Sincera comigo Elda:

Mil desculpas mais uma vez Johnny, foi sem querer, eu juro, você ficou de pau duro quando me viu na entrada daqui de casa, não resisti e aproveitei que você queria vir ao banheiro, e quis te espiar, me desculpe, por favor, não conte pra ninguém que aconteceu aqui.

Tinha como eu criticar uma atitude dessas? Me digam. Não, não tinha mesmo, e em reação a aquele relato de desculpa, eu lhe pedi que esquecesse o ocorrido, e que fossemos pra sala conversar, já que eu não tinha nada pra fazer naquela noite de domingo, ainda meio envergonhada da situação, ela aceitou, e assim seguimos até a sala de visitas. Sentei num sofá e ela no outro de frente para o que eu estava, ao iniciar a conversa, não resistir, lhe perguntei quando havia sido a ultima vez que ela tinha transado com seu marido, ela tentou esconder que estava insatisfeita, mais tava na cara, ela pedio que eu esquecesse o que tinha acontecido, mais não dava, eu tinha que entender o que estava acontecendo com aquela mulher tão linda.

Olhe, o que aconteceu, aconteceu, não dá mais pra voltar atrás, juro que manterei isso em segredo, mais se abre comigo, seja sincera, responde minha pergunta, tem muito tempo que está sem transar?

Tudo bem, agora já é tarde pra ficar se lamentando mesmo, eu sou mulher porra, meu marido não me procura já tem meses, acho que ele deve comer essas putinhas que correm atrás de funcionários embarcados, certeza, ele sempre chega aqui em casa todo alegre, parecendo que não lhe falta nada, e por isso sempre desconfiei disso, ele trabalha 15 dias embarcado, e folga 15, nesses 15 de folga, é só cachaça com os amigos, compras, cachaça, e por aí vai. De noite na cama? Ele é que nem DVD (Deita Vira e Dorme) é assim todos os dias que ele está por aqui, e por causa disso eu tenho passado meu tempo de desejo, nas minhas masturbações, assistindo filmes pornô, e francamente não foi essa a vida que sonhei pra mim,nos nossos tempos de solteiros, ele me pegava de todas as formas, éramos muito quentes no sexo, todo tipo de posições que você imaginar, lugares, fantasias. Mais logo depois que casamos, ele arranjou esse emprego, até que nos primeiros anos, isso foi bom pra nós dois, porque quando ele chegava, era uma festa só, e fruto disso é minha filha e meu filho, mais com o passar dos tempos, ele foi esfriando, esfriando, até chegar ao ponto que estamos hoje.

Pra falar a verdade, essa conversa já tava me deixando entediado, mais o tesão não deixou isso acontecer, quando ela se lamentou de ter chegado ao ponto de ver um amigo da filha dela pelo buraco da fechadura no banheiro, meu pau voltou a dar sinais de vida e ela percebeu o volume que se formava, meu pau estava crescendo rapidamente, eu não conseguia controlar, tentei me mexer pra dar uma ajeitada, mais foi em vão.

Parece que isto serviu para esquentar e começar a nossa noite, porque ela tomou coragem e perguntou se ela poderia pelo menos ver o meu pau.

Já faz dias que não vejo um pau duro, quando vi o de meu marido pela ultima vez, foi quando tomamos banho quase juntos, e vi ele pelado embaixo do chuveiro, e nada mais, depois disso não voltei a vê-lo pelado, e preciso ver um pau bem excitado, eu sei que você gostou de saber que eu estava te olhando, você não é nenhum santinho, e sei muito bem que você está louco aí, de frente pra uma mulher só de camisola, e não poder fazer nada, pelo menos me mostra ele seu safado.

Tudo bem já que você quer, eu confesso que estou louco de tesão por você, mais não vou me mostrar atoa, você também terá que me mostrar você peladinha sua gostosa.

Fiquei de pé, tirei minha calça e tirei minha camisa, novamente me sentei, e botei meu pau pra fora da cueca. Enquanto isso ela se levantou, veio até mim, se ajoelhou e pedio que eu abaixasse a cueca completamente, fiz o que pediu, e fiquei mexendo no meu pau, a deixando gemendo, passando a mão nos seios ainda por cima da camisola, que gemido gostoso, aquilo me deixava muito louco, comecei a bater uma punheta, mais logo interrompi para pedir que ela também ficasse pelada pra mim, ela levantou a camisola, e a tirou, deixando no seu corpo, somente sua calcinha, a que falei no inicio do conto, vermelha, fio dental, bem pequena,e que só tinha visto por cima da camisola, e somente a parte de trás, agora eu estava apreciando sem a camisola, e pela frente, semitransparente, dava pra perceber que sua buceta era bem tratada, só tinha uma tirinha de pêlos, nossa, endoidei de vez, me levantei e agarrei ela, lhe dei um beijo quase que apaixonado, que delicia de beijo, sua língua se perdia em minha boca me explorando, ela mostrou ter muita experiência, e é disso que eu gosto, de mulheres experientes, sua mão foi mais rápida que a minha, e logo ela já estava pegando no pau e punhetando ele enquanto nos beijávamos, QUE MULHER, não perdi tempo e minha mão foi em direção a sua bucetinha, mais sua calcinha atrapalhava, então comecei a tirar sua calcinha, ela sem perder o ritmo me ajudou a descer sua calcinha, e logo pude me deliciar com aquela linda buceta, minha mão passou por cima da sua bucetinha, e senti o tamanho do tesão que ela estava, era nítido nosso tesão um pelo outro, meti meu dedo dentro de sua buceta enquanto nos beijávamos, ela gemeu muito gosto entre nosso beijo, naquele momento, a deitei no sofá, abri suas pernas e comecei a chupar sua buceta, era uma visão maravilhosa, aquela bucetinha depilada, só com uma tirinha de pêlos, nunca vou me esquecer daquela cena, seus lábios vaginais denunciavam uma buceta fogosa e presida de sexo, estava fechadinha, imaginei uma buceta apertadinha, e minha língua constatou a verdade, ela estava como se fosse virgem, pirei, lhe perguntei em detalhes, quanto tempo havia que não transava, e a resposta confirmou tudo, 10 meses, realmente tinha voltado a ser virgem, aquilo me deixou louco, e tornou nossa noite melhor ainda, porque além de comer uma mulher gostosa daquela, ter a honra de ser o primeiro depois de quase um ano sem sexo, tenho certeza de que sou um cara de muita sorte, enquanto minha língua entrava e saia daquela buceta, meu pau pedia pra ser chupado também, me levantei, e pedi que ela agora ficasse de joelhos, ela entendeu o recado, e caiu de boca no meu pau, chupava como se fosse um pirulito, só que bem mais grande e grosso né, ficamos nessa de chupadas e beijos por alguns minutos, até que ela pediu sussurrando em meu ouvido, que eu lhe comesse logo, pois ela não estava mais agüentando de tanto tesão. Subimos em silencia para seu quarto, após ela trancar a porta, já fomos direto pra cama, dei mais uma chupada, e avisei que nossa noite ia começar de verdade, ela me agarrou, e falou em meu ouvido, segurando minha cabeça por meus cabelos, e dizendo com autoridade de mulher experiente e decidida, COME MINHA BUCETA, mete fundo, me deixa esfolada de tanto meter, nossa, aquilo foi como se eu tivesse me colocado pra recarregar as energias, deu um gás incrível um tesão incontrolável, abri suas pernas e coloquei a cabeça na entrada da sua buceta, ela quase querendo gritar, disse mete logo, sem pe... ahhhhhhhh.... ahhhhh... áááiii.. vai... nosssaa.... ta me rasgando... huuuummmmmmm..... mais fundo vai....

Comecei a bombar sem pena naquela buceta, seus gemidos pareciam não se importar em ser ouvidos por outras pessoas além de nós dois, ela não se preocupou em esconder isso para a filha, nossa noite continuava quente e chia de tesão, colocava ela de lado, metia muito, nossa, o que me deixava sempre com mais tesão, era seus gemidos em meu ouvido, ela fazia com que eu metesse com mais força, as horas se passavam, e eu ainda não tinha gozado, mais ela. Ela já tinha gozado 4 vezes em menos de três horas, raramente vejo uma mulher chegar tantas vezes ao orgasmo em menos de três horas, ela me surpreendeu bastante, pois já acima dos 40 anos e ainda com aquele pique todo, nossa, QUE MULHER, mais eu ainda não tinha gozado, e ainda não pretendia gozar, pois a aquela altura se gozasse eu tenho certeza que não levantaria de novo, tamanha energia que já havia gasto com ela. Depois de meter nela na posição tipo frango assado, ela pedio que fossemos ao banheiro, tranzar em baixo do chuveiro, e fomos, mais ao chegar la, o que vi foi outra coisa, uma banheira, inclusive cheia de água, pronta pra receber um casal cheio de tesão para um banho delicioso, apontei para a banheira e ela entendeu, depois de transarmos bastante dentro da banheira, decidi que era hora de gozar, e decidi que seria dentro de seu cuzinho, pedi pra sairmos um pouco da banheira, posicionei ela de 4 na borda da banheira, e disse que iria meter em seu cuzinho, ela olhou pra traz e perguntou se eu tinha certeza, pois ela ainda era virgem no cuzinho, e disse que apesar de ter ficado com um pouco de medo naquele instante, ela disse que sempre teve vontade, então, não recuei e abri com as mãos a sua bunda, encaxei meu pau na entrada do cuzinho que já estava todo molhado da água da banheira, e forcei meu pau para dentro dela, ela novamente gritou, olhou pra traz e vi em seu rosto lágrimas descendo, mais meu pau não parava de entrar e a cada estocada, ela gemia, me chamava de cachorro, de safado, vai, come meu cuzinho, arromba mesmo, meu marido sempre teve nojo de comer um cuzinho, mais ele ta perdendo a maravilha de comer o cuzinho da mulher dele, dando pra um garotão, e principalmente gostar de dar pra mim né, ela então começou a rebolar em meu, já estávamos naquela a alguns minutos e eu já não estava agüentando mais, não resistir aquelas rebolada e comecei a gozar dentro do seu cuzinho, era ela gemendo e rebolando sua bunda no meu pau, e eu gemendo e gozando muito dentro dela. Após terminar de gozar, tomamos um banho e ainda ficamos nos beijando, deitados em sua cama, aproveitando aquele momento, acabamos perdendo a noção do tempo e cochilamos, acordei meio assustado e rapidamente tentei ir embora, lembrei que minhas roupas estava no andar de baixo e quando abrimos a porta, Ester estava parada em frente, com todas as nossas roupas em sua mão, tomamos um enorme susto, e Ester apenas disse: Como vocês explicam tudo isso?

Bom, para saber o resto da história, aguardem a continuação, essa noite não parou por aí, imaginem o que aconteceu ? já tem idéia? Isso mesmo, Ester entrou na história, mais não vou entrar em detalhes agora, depois vocês ficaram sabendo lendo a continuação desta história.

Muito Obrigada a você que teve paciência para ler meu conto, ele é verdadeiro, por isso ele é tão grande, obrigada também a vocês que sempre me adicionam no MSN, vocês são o principal motivo de eu escrever tudo o que se passa em minha vida sexual, lá no MSN temos conversado bastante, e tenho conhecido pessoas muito bacanas, e quando você me adicionam, vocês ficam por dentro das minhas atualizações de novas histórias, e ainda ficam sabendo em primeira mão algumas histórias minhas que não publico.

Para ler mais contos de minha autoria, acessem:

http://zdorovsreda.ru/perfil/100785

Obrigada.!

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


doce nanda contos eroticosConto erotico encochada incestporno tia se destraiu e sobrinha ninfeta chupou o seu maridoxiv padrasto peganfo aentiada sexso analporbo doido escrava cega afoga na bundavadia casada dano d quatro q bagunca todo cabelo safada xvideosporno de joelvemblogger comedorcasada gozando veja fotogozou q muleceu as pernas Sou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhasobrinho fica triste com a tia so lembrando do namorado que morreu xvideosnovilhas darno o cu sexosem portecento novinho safado no colegio xvideosconheci a menina arranca a roupa dela fica pelada fazendo sexocomo fuder a primeira vez com o amantudocontos casada seduzida pelo caseiro picudodoce nanda contos eroticosautor,Vamp19-Contos Eróticosquiz da a bucetinha com 10 aninhos pra mim com 51 anos meti com vontade contosvideos porno gratis das loiiraas novinhas taatuadasQuero assistir filme pornô brasileiro das Panteras pai vendo a filha tomando banho no banheiro e fica olhando ela nua de espinhasContos eroticos.de filha ajudando paiContos pornos-estuprei a velhacache:qdA4C-nsN0AJ:zdorovsreda.ru/texto/201403719 dei meu cu e tava bom pornocomocomia a minha tiasem ela saber- Casa dosContospornodoido uma esapadinha da festa brasileiramae vagabunda 360 grauspornopirno mai efilhogostosa midino pausao do negao e metemdo x videos.comimagem de menina mois trado a puceta dela vizimFlagrei minha cunhada loira evangelica na siriricaas mais gostosa do faice fodendo con cu buceta carnuda tambempadrasto e intendenda gostosoMeu cão ralf me comeu contovidios de mulheres tranzando com caes trenados pr fuder elas no youtubecomo faser buçeta caseira com luva e toalhachantagiei a filha e a mulher do meu caseiro que cuida do meu sitio contoshomem, gozando, dentro, da, biceta,, dwmulher, gravida, no, carrosexo contos eroticos corno e esposa levo rola preta donegroShrek mãe fugindo do marretãocontos eroticos meu irmao comeu minha esposagravidaXvideos amacei o pau com foçax video novos intiada virgem tarada pelo o padrastocontos eroticos gay enrustidoxvideos adivertindo na praiasexo explicito sogro de olho nanora de fio dentalboquetes e bucetasconto.erotico com fotosjviagei a trabalho e meu noivo virou corno o homem me dominou foi mal apertarou aqui sem querXVídeos10 00000000xsbideos masturnando na frente da priminhachantagem com entiada xvidiosincesto padrasto bolinando enteada de sete anos no banheiroMinha esposa estava completamente dominada por aquela pica preta,xvideo mulher passa por baixo da corda e arrebenta maiormenininha contos eroticosas novas novia cenus estrupada pediu virgindadeconto tatuei minha bucetinha molhadinha vidio de pono gya com tio com briquendo polo cu do seu afilhado mundobichafamília sacana foto de homem chupando b***** de mulher chupando pinto de homem e mulher gritaXVídeos mãe escutando a filha f**** com negãoxvideo negra casada afastou o bebydou de lado pro marido mete pornobaixar video de fode da muher maraviharxvideos boliňando a tia dormindoXxvideo cosquinha na cabecinhacaldo de buceta sujaContos padrasto fode filha novinha enchentecontos so homens gemeos transandocaete na porca pornomenina da gengiva inchada gozando muito no pau do negãover contos eroticos em que maes sao flagradas pelas avos fudeno com os filhos pauzudosmachos da periferia marentos na punhetanovinha bem safadaxviMulheres na siririca dentro do carro e morador de rua olhando no pornodoidomeninas bem novas sendo fudidas pelo o padrastoPORNO DOIDOMAEBEBAmarido embebeda a esposaamigo da bebida. meturado com sonifero porn gayesposa regulou a xoxota o cara foi atras da cunhada