Comi a esposa e a filha de meu melhor amigo


Um conto erótico de [email protected]
Categoria: Heterossexual
Data: 24/11/2009 17:27:11
Nota 9.29
Assuntos: Heterossexual

Neste ultimo feriado, 20/11, fui convidado para passar o fim de semana na casa de um casal de amigos no Guarujá, litoral de São Paulo. Para tanto, convidei um outro casal de amigos para irmos juntos e até mesmo economizarmos nos gastos. Então, juntamente comigo e minha namorada, foi essa casal Luiz e Paula e sua filha Kelly de 18 aninhos. Kelly, apesar da pouca idade, puxou sua mãe, uma linda morena, de cabelos lisos compridos, bunda empinada e seios de causar inveja a qualquer musa. Na verdade, chamei Paula, pois sempre tive tesão por ela, mas, há muito não via sua filha que me causou espanto, não só por seu corpo, mas, também pela sua simpatia.Quando chegamos ao litoral, fomos recepcionados por Claudio e Ana e, apesar do apartamento possuir apenas um quarto, ficamos alojados na sala em dois colchões de casal no chão. De imediato, tratamos de colocar os trajes de banho para irmos à praia. Quando chegamos no guarda sol, pude ver o quanto Paula, apesar de mãe, e de ter apenas 36 anos, possuia um corpo invejável, e, que chamava a atenção de todos na praia, Sua filha, Kelly, sem palavras, estava em um biquini branco minusculo, que deixava a mostra toda sua perfeição. Ainda brinquei com Luiz, lhe dizendo que além de tomar conta da esposa ele teria que cuidar da filha também, fato que me causou uma repreensão por parte de minha namorada. Mas, Luiz, é uma pessoa desencanada, apesar de ter a mesma idade minha, 44 anos, não se importa em vigiar a esposa e nem a filha, seu único mal é que adora beber em demasia. Ficamos boa parte do dia na praia, e pra variar a cerveja correu livre. E, sempre que dava oportunidade, eu ia ao mar, sempre que Paula e Kelly alí estavam. Como eu estava meio "embriagado", digamos assim, eu passei a fazer comentários a Paula, do tipo: "AFF PAULA, VOCÊ É TUDO".....e ela somente dava risadas e me dizia que minha namorada poderia escutar e me repeender novamente. Disse a ela para não dar bola pra isso, momento em que ela me disse: "ME DIZ UMA COISA, VOCÊ TERIA CORAGEM REALMENTE DE TER ALGO COMIGO?". Eu, mais que imediatamente lhe disse: "PAULA, CANSEI DE BATER UMA PENSANDO EM VOCÊ"...e ela, riu. Retornarmos ao apartamento, e a noite saímos para comermos uma pizza. Paula e Kelly, vestiam um mini-vestido,que deixava a mostra suas pernas, e ambas mais pareciam irmãs do que mãe e filha. Na pizzaria, Paula ficou ao meu lado direito, e a seu lado sua filha Kelly, do outro lado Luiz, Claudio e Ana e ao meu lado esquerdo minha namorada. Antes da chegada das pizzas passamos a degustar um vinho, que aliado as cervejas do dia, nos deixou novamente embriagados, até Kelly provou do vinho. Sentia a coxa da Paula roçando em minha perna, pois eu estava de bermuda. Paula, assim como Kelly, tinha pêlos descoloridos nas pernas que me deixava com mais tesão. Numa dessas roçadas de perna, não me fiz de rogado e enfiei a mão entre as coxas de Paula, alisando-as carinhosamente. Ela, para minha surpresa, não fez qualquer obstáculo e sempre que podia passava as mãos em suas coxas, até conseguir alcançar sua calcinha e pude sentir que a mesma estava literalmente encharcada. Todos conversavam alto e em determinado momento susurrei a Paula. "MINHA VONTADE E TIRAR A ROLA PRA FORA". Ela, me respondeu: ' VOCÊ TÁ LOUCO, PODE PARAR HEIM". Retornamos ao apartamento já tarde, e Cláudio e Ana se dirigiram até o quarto, enquanto nós nos preparamos para dormir. Luiz, de imediato caiu no colchão, praticamente desmaiado.Como a sala era pequena, os dois colchões ficaram colados, um no outro. Como minha namorada possui certa fobia, ela deitou do lado direito, e ao meio, ao lado de Luiz deitou Kelly e ao seu lado Paula e eu deitei entre minha namorada e Paula, era tudo que queria. Luiz roncava feito um porco e eu, Paula e Kelly ríamos disso, enquanto minha namorada sequer se manifestava porque havia pego no sono. Dormíamos como a porta balcão do apartamento aberto, o que deixava passar certa luminosidade na sala e era perfeito, porque assim eu notava a bunda de Paula bem alí ao meu lado. Não conseguia dormir, minha vontade era de agarrar Paula. Enquanto, todos dormiam não me vinha o sono, só de vontade em cair sobre aquela bunda. Cada vez que Paula se virava, eu via perfeitamente sua bunda, me deixando excitado. Em determinado momento, Paula se virou para meu lado e eu fiquei lado a lado com ela, e sentia o cheiro daquela fêmea, sentia sua boca a cm da minha. Tomei coragem, e lentamente me acheguei perto de sua boca, passando minha lingua sobre seus lábios, que a fez retribuir, Fiquei doido, passamos a nos beijar lentamente, de forma que a qualquer movimento dos demais nos fizesse parar. Olhava para Luiz ele desmaiado, minha namorada em sono profundo de costas pra mim. Era a situação ideal. Puxava a mão de Paula e a colocava sobre minha rola, fazendo-a sentir o volume. Inicialmente, ela se fez de rogada, mas depois passou a esfregá-lo com intensidade. Não, aguentando mais, tirei a rola pra fora, apra que Paula me punhetasse, o que ela fez com extrema maestria, e bem lentamente. Vendo que ia esporrar, Paula se levantou e abocanhou meu pau.Momento em que pude notar que Kelly, estava acordada e via tudo aquilo bem quieta. Não aguentei e acabei gozando na boca de Paula que não deixou uma gota sequer ser perdida. Olhando pra mim com ar de marota Paula me disse: "VÊ SE DORME AGORA MEU ROLUDO", nem se dando conta que Kelly havia presenciado tudo. Durmi feito um anjo. Na manhã seguinte, do sábado,levamtamos todos quase no mesmo horário, enquanto Ana preparava nosso café. Olhava para Paula e ela com ironia me fitava nos olhos e dava um sorriso maroto. Me ofereci para comprar pães e qual não foi minha supresa que Kelly se ofereceu para ir comigo, enquanto minha namorada tomava banho. Enquanto descíamos pelo elevador, eu sequer conseguia olhar nos olhos de Kelly com medo de que ela dizesse alguma coisa. Mas foi em vão, Kelly me olhando nos olhos disse: 'MINHA MÃE É BEM PUTA MESMO NÉ, CHUPANDO TEU PINTO BEM DO LADO DO MEU PAI, QUE VACA, NÃO ACREDITO NISSO". Disse a ela, que ela tinha sonhado e que isso não havia acontecido. ela me retrucou dizendo: 'PARA, LARGA A MÃO DE SER CACHORRO, EU SENTI O CHEIRO DE ROLA COM PORRA A NOITE INTEIRA NA BOCA DELA.." e ria. Eu lhe disse,: "MEU, NA BOA, NÃO FALA ISSO PRA NINGUER POR FAVOR, IMAGINA SE SEU PAI OU MINHA MINA SABE DISSO, FERROU O FERIADO". ela me perguntou: 'FALA A VERDADE, VOCÊ JÁ TRANSOU COM MINHA MÃE?. lhe respondi: "PUTZ NUNCA, MAS MORRO DE VONTADE DISSO". ela me disse: "TIO, TEM UMA CONDIÇÃO......NÃO CONTO TÁ, MAS DESDE QUE VOCÊ ME DEIXE VER VOCÊ COMENDO ELA". lhe retruquei, "MAS COMO VOU FAZER ISSO AQUI COM SEU PAI E COM MINHA NAMORADA, NAÕ TEM JEITO". ela me respondeu, "DEIXA COMIGO QUE EU ARRUMO". Fiquei assim atordoado, voltamos, tomamos café, momento em que Kelly disse a Luiz que queria de almoço peixe. Cláudio rapidamente se mostrou receptivo a idéia e convidou Luiz para que fossem até o porto agora pela manhã comprar peixes frescos. Ana, por sua vez, convidou minha namorada para irem ao mercado comprar os demais apetrechos enquanto Kelly e Paula ficariam alí arrumando a casa.Eu, sem saber o que faria disse que iria no posto comprar gelo para a cerveja. Tdu combinado, todos sairam e quando retornei com o gelo, Paula e Kelly estavam ajeitando a casa, momento em que Kelly lhe disse: 'MÃE VOU ATÉ A PRAIA RAPIDINHO TÁ". Paula, já sabendo o que havia de acontecer, lhe disse" 'FILHA, CUIDADO HEIM, SEM ENTRAR MUITO NO MAR", se despediu com um beijo no rosto da mãe e piscou para mim, saindo do apartamento. Paula, já estava de biquini enquanto arrumava o apartamento. "E AI TESÃO, GOSTOU DE ENGOLIR MINHA PORRA?". me dirigindo a Paula. 'VOCÊ É FODA NÉ, TIVE QUE ENGOLIR TUDO, ONDE VC IA GOZAR HEIM? IRIA LAMBUZAR TODA A CAMA É?..rindo. Abracei Paula pelas costas e beijei sua boca com volúpia. Enquanto beijava Paula, pude ver que sorreteiramente, Kelly entrava no apartamento se colocando atrás da parede que dava acesso ao quarto de Cláudio. PAula de dizia: 'AGORA E SUA VEZ DE ME CHUPAR CACHORRÃO". Não me fiz de rogado, deixa Paula nuazinha e por alguns segundos admirei aquele corpão, Coloqueia de 4 no sofá e passei a chupar sua xana, aliás, que xana e cú lindo Paula tem. Cada vez que metia a lingua em seu cú, Paula gemia feito uma cadela no cio. Tinha orgasmos múltiplos em minha língua a devassa. Troquei lugar com ela e ajoelhada no chão, passou a fazer uma chupeta, daquelas que a muito tempo não tinha recebido. Olhava para Kelly, e pude notar pela sua posição que ela se masturbava freneticamente. Enfiava sem dó a rola em sua garganta fazendo-a por várias vezes engasgar. Não aguientando mais, fiz com ela montasse sobre meu pênis, pouco se importando de que estava sem a porra da camisinha. Paula cavalgava feito uma potranca. como há muito tempo estava sedenta por sexo. Gozava a cada estocada forte. Coloquei-a de 4 novamente, e vi aquele cuzinho pedindo para ser penetrado.,Minha rola já toda lubrificada pelo seu gozo, apontei com firmeza em direção ao seu cú que no início mostrou certa resistência mas depois que entrou a cabeça foi fácil comê-la. Enquanto metia-lhe forte dedilhava seu grelo. Paula não aguentava mais em sí, dizia palavras sem sentido, gritava :"ISSO QUE É ROLA...ME FODE...ME COME..ME FAZ SUA MULHER CACHORRO". Ficamos trepando por cerca de uma hora, enquanto Kelly a tudo assistia. Não aguentei tirei a rola pra fora e esporrei na sua cara, seios e cabelos, ambos caindo exaustos sobre o sofá. Ela, percebendo que alguém poderia chegar correu para o banheiro, enquanto kelly, saiu e veio ao meu encontro: "TIO, EU QUERO TAMBÉM HEIM, ESSA NOITE QUERO A MESMA COISA", saindo rapidamente do apartamento. Momento em que sai da ducha, Ana e minha namorada acabaram de voltar do mercado e, após alguns minutos chegaram Luiz e Cláudio com um monte de peixes e depois Kelly chegou. O dia transcorreu naturalmente, fomos rapidos na praia e retornamos. Kelly me olhava com sedução. Paula, me fitava nos olhos passando a lingua entre os lábios. Me sentia o "fodão". Devido o almoço, no início da noite, minha namorada não se sentiu bem, em decorrência ao excesso e teve que tomar um dramin, fato que lhe provocou um intenso sono. Ana, Cláudio, Paula e Luiz me convidaram a ir tomar um sorvete no calçadão, e recusei por ficar alí do lado de minha namorada. Kelly, sob o pretexto que também estava cansada e queria assistir um filme na TV. Foi a deixa, assim que eles sairam do apartamento, Kelly se dirigiu até o banheiro me chamando. Não acreditava no que estava prestes a acontecer. Além de comer Paula aquela potranca, iria comer sua filha ninfeta. Assim, que entrei no banheiro, Kelly me beijou na boca, enquanto se esforçava para retirar nossas roupas. Fiz questão de me desvencilhar um pouco dela só para admirar aquele corpinho, Lindo por sinal, bumbum arrebitado, seios com aureolas rosas, xana tipo moicano, enfim, sem detalhes. Fiz com que ela se apoiasseno azulejo, enquanto abria suas nádegas e chupava ora seu cú, ora sua xana, que nessa altura estava ensopada. Me sentei ao vaso, e Kelly se ajoelhou aos meus pés, passando a chupar desesperadamente minha rola, de forma descontrolada, até seus dentes roçavam minha rola me machucando. Me levantei, fiz com que ela se apoiasse no gabinete da pia e, mais uma vez, sem camisinha, comei a intruduzir minha rola em sua xana. A buceta de Kelly era apertada demais, não mais virgem, mas bem apertada. Cada estocada, era obrigado a lhe tapar a boca com medo de que minha namorada escutasse. Quando soltava a mão de sua boca ela me dizia: 'DIZ, FALA, QUEM É MAIS GOSTOSA EU OU MINHA MÃE"..lhe respondi sem duvida: 'VOCÊ SUA PUTINHA DE HOJE EM DIANTE VOU SER TEU MACHO"...ela dizia; 'VOCÊ AGORA VAI TER A MÃ E A FILHA SEU FILHO DA PUTA" e gozou, vendo que eu iria gozar me disse: 'GOZA DENTRO DE MIM SEU PUTO". Não preciso dizer duas vezes, esporrei fundo na xana de Kelly, Quando tirei minha rola de dentro, pude ver nosso gozo escorrendo pelas suas coxas. Se virou pra mim e disse: "COME MEU CÚ, COMO VC COMEU DA PUTA DA MINHA MÃE COME", oferecendo aquela linda ruela pra mim. Mas não tive fôlego pra isso confesso, estava preocupado pelo fato de alguem nos pegar e sai rapidamente do banheiro. Dormi a noite de sábado pra domingo como nunca antes tinha dormido, apaguei literalmente, Na manhã seguinte,fomos à praia e LUIZ e PAULA com medo de pegarem trânsito nos disse para arrumar as coisas.Ontem, Paula me ligou, querendo que a leve em um Motel qualquer dia desses a tarde, enquanto seu marido trabalha e não e pelo que notei não faz idéia de que também comi sua filha Kelly. esta por sua vez me ligou hoje, querendo que eu acabe o que não tinha terminado, ou seja, que coma seu cú. Bom, vou ficar na minha e continuar comendo as duas pra ver o que vai dar. Só tenho medo de ter gozado dentro de Kelly e algo aconteça..

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
03/07/2013 23:09:35
OTIMO
16/01/2013 23:31:42
é muito bom o conto, exitante, apesar de eu achar que é só fantasia... mas exitante
14/05/2010 01:00:31
muito bom. continua contando essa historia, nota 10
01/04/2010 01:09:11
Eu também já comi ma~e e filha, começei com a filha que era ainda virgem, por isso comia somente seu cuzinho, depois comi sua mãe, e no fim de tudo, sua filha descobriu que eu a comia, acabei levando as duas prum motel, ai acabei tirando o cabaço da filha dela em sua frente!
25/11/2009 09:00:10
bom.. continua...
25/11/2009 04:48:52
adorei
25/11/2009 01:54:49
adorei, mãe puta sempre tem uma filha tbem puta.Nota dez
25/11/2009 00:36:37
Putaria é sempre putaria. E com mãe e filha é tudo de bom. Vou relatar uma que aconteceu esses dias que também tem mãe e filha no meio.
24/11/2009 23:21:18
adorei seu conto e suas amigas deve ser umas delicias continue assim fazia tempo que nao sentia tao tesao
24/11/2009 21:20:30
Você se arriscou ao transar com as 2 sem camisinha mas gostei do conto.
24/11/2009 20:19:30
hmmm achei seu conto interessante muito cheio de esquemas..como tantos outros nota regular.. bjao
24/11/2009 20:13:14
delicia de conto
24/11/2009 18:09:34
huum tesão seu texto,dou nota 8 =) passa la no meu e me diz o que achou.beijinho C.Wood

Online porn video at mobile phone


contos eroticos de chofer de madameContos eroticos gravida evangelicaxvideo casada fudeno azuada do pau entrando saindotransando por fresta da barracavideo porno casada chorte garupa motocartigou sua neta amarrou ela e deu tapas na bunda pornocrente safada contosContos-dopei e enrabei mamaemaninho pegou no meu priquto contosrabudas brasileiras pedio arego no cu pitudosconto porno cunhada ivoneteeu e minha irmã e minha mãe moramos sozinhos eu tenho 22 anos de idade minha irmã linda e gostosa ela tem 18 anos de idade eu tirei a virgindade da buceta e a virgindade do cu dela eu tava a noite fundendo minha irmã no meu quarto minha mãe ela entrou dentro do quarto ela me viu eu fundendo minha irmã minha mãe ela tirou sua roupa minha mãe disse pra mim pra eu fuder elas duas juntas conto eróticoconto erotico com marido velho coroa grisalhopornodoidoshotcontos eiroticos leilapornwww.porno zoofilia.com/contos dando buceta virgem dois cavalos?o inimigo do meu marido me comeuPornô doído melhor femendo ia falando o meu deus o meu deus em inglêsenteada dormindo de pernas aberta sem calsinha e padrasto aproveitaconto erótico: fodendo midinha de 12 aninhosEu Queria arranjar uma queria que passasse um filme para mim né e mulher pelada para mim entendeumae escorega nopal xvideo8pega baixa vidio pornoconto comendo cu na marra da santistavidioporn so putas do iterio do cearacunhada chupando a língua do cunhado injeçãocontos eiroticos leilaporna melhor puta ci vocete xvideo gemido xvideoscontoserticosnegaodupla de caralhudos rasgando o cuzinho no pornodoidocontos eroticos de menias q deu seu cabaçinho bem novinhas por que sua obrigou a trepa com seu companheiro taradosexo.gay..enxet.cu.de.leiye.minha nora de baby dool me exitapresa no cativeiro sem banho pornomeu sobrinho e eu no carro.ctosxvideo pai comedo subria biba pequena novinhacontos gay femea do irmaobeijo safados com mulheres de poposoes e homem de cueca de pau duromostrando abuçeta pedindo para alguém comerquem e voce pra deıtar na mınha camagangbang silvio santos porno doidonegro estrypa coroa ricarContos sobre beijos e podolatriaConto minha mulher chegou com buceta toda esfoladaver transa degays adolecente .young pporno videocomo fuder a primeira vez com o amantudoxvideofude.mania.noviagosto de tomar leite de homemconto porno o mastro santo do padreesposa solta no darkroomComi+a+fila+de+dose+ano+do+meu+padastro+conto+eroticocontos eiroticos leilapornconto corno diamantepeli buraco da fechadura curtindo uma coroa gostosa tomando banhovideo enteada chama padrasto nua para fudela em seu quatomenina com raiva a rola nao emdurecexvidiopornô doido meu padastronovinho novinho da rola grossa calçando o amigo g****** muito dentro XVídeoscontos eroticos casadas arrombadas por pauzudos super grossos e 25 cmencoxando a cega contos eroticosMinha esposa quer um menino pra fudela casadoscontosconto eroticosuruba pessadaadolecente mostrando a buceta deitadavde Costa fotos .comcadela com a vargina enchada e zoofilia comexvideo encasa c ezibindocontos de sexo depilando a sograhomem bem forte peludo idoso batendo p****** e g****** pra valercontos erotico entre pai e filhavideo porno lanbidas na boceta noivas e incestoContos comi a bucetinha virje da neta da pastora da minha igreja ela chorava muito eu meti sem doCasa dos contos eroticos aula particularpesquizar pai e filha brncando nas ferias-pornodoidocontos de incesto brincarx videos.com mulher incorporada com pomba gira transandoporno pego 2 mulher e comeu a buceta uma nao ageto e goza muitohistoria de mulheres casadas que fazem dupla penetraçao e foram descobertascontos de esposa piranha corno manso esculachaDofudeno a espoza antes de dormi videos real