Verão de minha infância II


Click to Download this video!
Um conto erótico de
Categoria: Homossexual
Data: 09/11/2009 15:22:59
Nota 10.00
Assuntos: Homossexual, Gay, Anal, Oral, Grupal

Hoje vou contar para vocês o desenrolar da história Verão de minha infância, já contada nesse espaço.

Demorei para contar, pois o que relato marcou-me de maneira especial. Como já havia relatado, eu e meu primo, durante as férias, dávamos vazão a nossos desejos, e chupávamos um ao outro; sendo que eu o chupava muito mais do que ele a mim.

Meu primo era um garoto muito rueiro, e costumava brincar com três irmãos negros, de origem mais humilde, que moravam à frente de sua casa. Um belo dia, brincávamos numa praça com esses garotos, e, cansados, resolvemos voltar. Na volta, no meio do caminho, como fazíamos algumas vezes, paramos num terreno baldio, bem escondido, para uma que eu o chupasse, antes de voltarmos para casa. Atrás de uma pedra grande, ajoelhei e, rápido, tirei a calça do meu primo:

– Isso... Chupa...

Já estávamos meio espertinhos, e eu já lhe lambia as bolas, engolia todo o membro, mordiscava, falava umas sacanagens:

– Ai, que pau gostoso...

Ao passo que ele já batia com o pinto na minha cara, e enfiava com tudo na minha boca. Estávamos nessa quando, de repente, escutamos uma voz:

– Ahhh, eu sabia...

Olhamos assustados para o lado, e quem falava era o mais velho dos três irmãos:

– Haha! Vocês vêm para cá para fazerem sacanagem! Eu sabia...

– Como assim sabia? – eu perguntei, nervoso.

– Ora, seu primo me falou, e eu queria tirar a prova. Haha...

Olhei para o meu primo e, não minto, me senti um pouco traído. Estava com medo, e me levantei, me recompondo:

– Que isso... Pode ficar ajoelhado... – disse o mais velho.

– Como?

– Tu não gosta de chupar? Então, hoje vai chupar um pouco mais... – ele disse, mexendo na calça.

– Mas...

– Nada de mas... Se não, eu conto para seus pais...

Gelei de medo. Isso jamais poderia acontecer. Apanharia demais, com certeza. Submisso, ajoelhei-me.

O mais velho, massageando o pau sobre a calça, apontou para o mais novo dos três, que já era mais velho em comparação comigo e com meu primo:

– Vai você primeiro...

Em pé na minha frente, ele tirou sua jeba preta para fora. Ela estava meio mole, mas ainda assim me assustei:

– Vai, para de olhar e chupa! – disse o moleque.

Eu comecei, meio envergonhado e sem jeito. Como o pau era grosso, dilatava muito minha boca. Não conseguia descer muito além da cabeça. Gemendo, o moleque começou a forçar, e a ficar visivelmente excitado. Logo, eu tinha uma tora preta na minha boca, com uns 20 centímetros.

Passado o susto, comecei a gostar. Comecei a lamber o membro, descia até as bolas, passava a cabeçona nos meus lábios, e, depois, engolia até onde era possível. Nem me importava que era quase um desconhecido. Comecei a mamar de forma mais intensa, massageando as bolas:

– Ah! Vai! Isso! – gritava o cara.

De repente, sem aguentar mais, o cara tirou o pau pra fora e esporrou na minha cara. Foi a primeira vez que isso ocorreu, e gostei. O mais velho disse:

– Arranja um pano para ele se limpar...

Me arranjaram um pedaço de uma camiseta. Já limpo, o mais velho apontou para o do meio. Ele chegou com o pinto para fora, batendo em minha cara. Não era grande como o outro, mas era bem grosso, com uma cabeça grande. Minha boca fazia um O perfeito. Descontrolado, excitado, comecei dando lambidinhas no saco e no corpo do membro, até chegar à cabeça, que abocanhei e mordisquei. Apressado, o cara pegou-me pela cabeça e começou a bombar, arregaçando minha boca. Eu me engasguei várias vezes, mas ele não se importava e continuava, com força e rapidez. O saco dele batia no meu queixo, e, entregue, acabei gostando. Num dado momento, consegui pegar seu pau e, só com a boca na cabeça, batia rápido uma punheta. Senti quando ele ia gozar, inclinei a cabeça, e, com a boca semi-aberta, engoli todo o gozo. Não conseguia me reconhecer, pois gostava do que estava fazendo.

Enfim, chegou a vez do irmão mais velho, e, logo que ele, rindo, foi se aproximando, senti o que me esperava: quando ele tirou para fora, a jeba tinha bem uns trinta centímetros, carnuda e cheia de veias:

– E aí? Vai encarar? Haha...

Sem falar nada, abocanhei direto aquela cobra. Rápido, ela ficou dura como pedra. Era, ao mesmo tempo, impossível e um prazer chupar aquele membro. Fechei os olhos e curti, tratando a piroca com carinho: chupava de leve, com movimentos lentos, acariciando as bolas. Ele começou a gemer e pensei que iria gozar; por isso, aumentei o ritmo. Do nada, ele disse:

– Não! Não quero gozar... Levanta e encosta a cabeça na pedra.

Sem entender muito bem, fiz o que ele mandou. Rápido, percebi. Ele abaixou minha bermuda, cuspiu no meu cuzinho, e começou a enfiar a jeba:

– Não! Vai doer! – eu falava.

– Você vai gostar, tenho certeza...

Apesar da dor, com jeito, a cabeça já tinha ido. Senti um calor dominando meu corpo, e comecei a rebolar, assim, instintivamente, e o resto da tora começou a entrar. Com o cu empinado, já não gritava, e estava pronto para receber umas estocadas. Foi o que o negrão fez. Lentamente, ele começou o movimento de vai e vem; meu pau, duro, gozava sozinho. Depois de um tempo, comecei a gemer, e o cara também:

– Você quer meu leite, né? Fala que quer!

– Quero, quero sim...

– Rápido, vira!

Quando virei, uma gozada enorme bateu em meu rosto, lavando-me da testa ao queixo. Novamente, eles me limparam. Chegando em casa, no banho, meu primo não deixou barato, e me comeu também.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
Lx
13/12/2017 02:31:48
É bom tratar uma piroca com carinho...
BGG
09/11/2009 18:22:15
Muito bom mais uma vez! Só quem já passou por isso qdo guri sabe como é excitante. rsrs

Online porn video at mobile phone


vid porn casei entead fio dental fas gosa ponh casacontos sexo minha esposa nossa vizinhaquero filme pornô de mulher de 20 anos transando kuduro 75contos eróticos meninas de 23 anos transando com cachorro com calcinha preta com lacinho vermelhowww.testedefudeludade coroas.brfilmes porno so conegona gordinha da buceta inchada e cabiludaconto erotico com gravidez de reprodutor de aluguelConto erotico: o playboy e o malandrofiho nervozo desconta na mae putariabrasileiranovinha vai foder com outro homem quando sai do colégio pagando e ela geme muito no pau dele de baixo de zíper abertomuitas fotos dela da Gretchen nua em casa tem um arrombado desgraçadocontos eroticos cu sangrandob******** cabeluda gemendo e chorandovidio porno novas com.cavalo dominando apenetraçao gozoamassos eroticos na aguafingi que era gay pra comer minha sobrinha contosincesto filho fudeu buceta mao de pois que pai viajo contos eroticonovinha shortinho finos pegando no pau do namoradodando a bunda no pau dele ele meteu a vara nela pelada com bolsinha delacontos e videos casada cavala fudendo com dois negaopai esfrega a ponba n clitoris d filha e faz goxarxvideos comendo a mulhersinnaXVídeos vídeo pornô das panteras pai come a filha drogada muito doida de cocaínaconto erotico vizinha scatPirocudo irracional de prazereu não sabia que o amigo solteiro tinha um pauzao do meu marido eu queria fuder com ele eu marquei um encontro com ele eu fui me encontrar com ele eu entrei dentro do seu carro eu disse pra ele me levar pro motel ele me levou pro motel eu e ele dentro do quarto eu dei um abraço nele eu dei um beijo na boca dele eu tirei minha roupa eu deitei na cama ele chupou meu peito ele disse pra mim sua buceta raspadinha e linda ele começou a chupar minha buceta eu gozei na boca dele eu peguei no seu pau eu disse pra ele você tem um pauzao maior e mais grosso que o pau do meu marido eu chupei seu pau ele começou a fuder minha buceta eu gemia no seu pauzao ele fundendo minha buceta eu gozei eu disse pra ele fode meu cu bem devagar conto eróticoconto erotico gay vovo deu leite pro netinhocasada loira gaucha fode c pausudo que enche ela de porra e corno olhaconto erotico a menina crente classicoPor Fovar ensine minha buceta desagradavel porn full video xvideos porno as coroa carentis levando rola geandeconto erotico huntergirls71gravidas de fio dendal ser mastubanpcontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgesó mulher pelada a chegada com a b******* bem grandona daquelas BH b******* grande pinguelo grande cheio de galax video novinha levano rola grossa na buceta e no cuDalvinhapornoCoroas louco por sexo tique roludocontos eroticos fudeno a novinha de 17aninhosXVídeos cuidadora se dando mal com as presasNeide gozandoxvideovara no bundao do novinho contosfinalmente achei o video da minha irma xvideospunhetá p gostosa dormindo ŕuivaXVídeos homem machucando mulher com uma pinçameninas virgens engatada varias vezes com caes na zoo contos eroticossexo oline depiladora não aguentaou ver o cliente de pau duro e caiu de bocasapateira da minha tia conto eroticoContos o vizinho pintudo machucou meu cucontos eiroticos leilapornContos eroticos adestrando o viadocontos eroticos peguei uma garotinha do interior pra criar e ensinei tudo sobre sexo pra elafodas narradas grannycontos eróticos mulher endividadacontos eróticos fui da o cu e cagueiconto erotico huntergirls71sogra en siste para o geiro comele em vidio pronovideos porno a namorada trail ele e ele estrupou ela com forcaContos eroticos esposa madura ajudando menino de ruacontos de novinhos no menage masculinoContos de cochoro que estorou o cabaco da donacontos erotico,meu genro me enrrabou dormindocornossubmissocontomeu namorado quer fazer sexo comigo menstruada conto eroticocontos eroticos encoxando a rabuda de leggin contos eroticos gay dormindo com o tiovidio porno homen emtera o pou todo na garganta da muher ate gozarbaixar filme pornográfico de coroas transando buceta com buceta liberado para assistir e já funcionandoincesto filho comeu mae condo pai fico broxa contos eroticoVidio porno gosando ensima da bunda delaconto erotico tenho 60 anos o meu sobrinho e um taradinhoSaia Desse Barney comendo Vilma na camacontos erotico,meu genro me enrrabou dormindoProdroto meti pau dura na buceta da entiada dorminosondei meu pai no banho contos eróticos gaywww.pornodoido botao de rosacontos eroticos mamae subjugadameninas de beydoll nuaMinha Esposa Gordinha Rabuda Me Coloca Chifres Casa dos ContosConto erotico filha apanha pq estourou o cartãoOdesafio esposa Liberada Contos Eroticos comi a pmapertatinhas lidasfotos de mulher com pinto e buceta crudandosporno com uma policial de chortinho no meio dos homen do batalhãoporno no android; esposa da o cu pra vários e jprra pela bucetacunhado comendo sua cunhada gostosa de calcinha fio-dental e bigodinho da periquitacontos eriticos inquilino quarto fundoscontos de calcinhas da tiaContos eroticos velhosTios Safados inludindo Adolecente X Videodose meu cu parra xxvideos