Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

MINHA VISINHA UM TESÃO DE MENINA!(Parte 2)

Um conto erótico de MORENOATRAENTE
Categoria: Heterossexual
Data: 13/06/2009 10:34:30
Nota 9.20

MINHA VISINHA UM TESÃO DE MENINA!(Parte 2)

Bem antes de comecarem a ler quero pedir desculpas pelo tamanho da historia, mas vale a pena ler, pois é veridica e muito excitante e emocionante.

Mas depois de tantos dias e noites olhando minha visinha, eu teria que consegui, falar com ela, e tinha certeza que isto não iria demorar, pois eu já havia bolado vários meios mas não encontrava, fiquei de plantão na frente do colégio dela mas notei que a mãe todos os dias pegava ela quando vinha almoçar, frustrado meu plano, tentei conversar com ela mas não tinha coragem, meu medo da sua reação ser contra era muito, pois pouco via ela na frente da casa ou na rua as poucas vezes que há vi não dava, e minha timidez não deixava, não estava me entendendo, um homem maduro vivido, experiente, sem jeito de chegar em uma garota. Notava que as vezes que via ela na rua, ela me olhava, só faltava me comer com os olhos e comentava com as amigas, dava para ver que era a meu respeito pois dava para notar, pois elas ficavam rindo uma com as outras . A vez que falei com ela foi um dia que cheguei em casa e ela estava com as amigas conversando embaixo de uma arvore que tem na frente da casa, olhei para as garotas e disse; Oi tudo bem¿ Elas responderam num só coro: Tudo e com você¿ Responde tudo, mas logo o pai dela saiu e ficou conversando tambem e me tirou do meu plano e logo elas saíram.

Mas como sou um cara de muita sorte graças a Deus. Veja como são as coisas do destino, num belo dia o meu amigo que trabalha na mesma empresa que eu, me convida para a festa de 15 anos de sua filha, que por sinal eu conheço desde pequenina e tenho um bom relacionamento com a garota ( Paulinha a aniversariante) e toda família. A Paulinha me da uns moles mas nunca tentei e nem tive nada mesmo por que seu pai é muito meu amigo, e eu nunca quis arriscar nossa amizade, mas Paulinha é outra historia, que rolou depois de tudo.

Dias depois é o dia do aniversario da Paulinha, aproveitei que minha namorada viajou para passar o final de semana na casa dos pais, e eu fico a vontade, sábado final de semana, o aniversario, que beleza, só que nem imaginava o que estava para acontecer. Sai o dia todo fui a praia, joguei bola com os amigos e logo chega a noite, estou em casa já me arrumando para festa da Paulinha, e resolvo da uma espiadela na minha visinha novinha e gostosissima, logo vejo a luz do quarto ligada mas ninguém dou um tempinho e logo aparece a princesa, saindo do banheiro, enrolada numa toalha, deixa a toalha cair sobre a cama, e fica peladinha, que delicia, meu pau sobe mas me controlo só em olhar, ela vai até o armário e pega uma calcinha branca, ou melhor uma minuscula calcinha, veste, pega um sutiãn tambem e veste se ajeita todinha, pega um vestido preto, que ficou muito lindo naquele lindo corpinho, o vestido era acima dos joelhos deixava aqueles lindos pares de coxas à mostra.

Bem deixa-me descrever a garota que até agora é um mistério: Bem seu nome só fiquei sabendo depois, mas o seu físico posso descrever muito bem. Aquela menina quase mocinha, tem um lindo corpinho, uma bundinha empinada, umas coxas grossas para a sua aparente idade, é alta deve ter mais ou menos 1,60 a 1,70 de altura, seu corpo é magro, mas tem tudo no lugar, os seios bem pequenos, parece duas peras pequenas e pontudas, cabelos castanhos claros e longos, resumindo ela é uma delicia, muito linda e gostosa. Imagina uma garota gostosa, é esta ai que estou descrevendo, muito linda mesmo, é um presente de Deus para mim. Nenhum homem resistiria ver tudo como eu vi, e sair de zero, só na punheta, isto acho que é até impossível.

Bem ao chegar na festa, fui recebido pelo pai da Paulinha, e logo fui cumprimentá-la e desejar parabéns, paulinha estava muito linda uma verdadeira princesa, elogiei a sua beleza, e fiquei de papo com alguns amigos para passar a noite que estava um pouco chata apesar da festa esta cheia de lindas garotas, depois dos parabéns e toda aquela cerimônia, de festa de 15 anos, estava eu conversando com um amigo quando paulinha me paga pelo braço pede licença para o meu amigo e diz ela volta logo, ela então diz estou notando você um pouco triste o que esta acontecendo¿ Falta dde garotas não é para uma gato assim como você! Falei esta tudo bem é que estou sozinho sem nenhuma garota e sem minha namorada ainda não me achei na festa da só um tempo e logo estara tudo otimo. Nisto!!!

Quem me aparece para minha surpreza!! A minha vizinha linda e deliciosa, naquele vestido preto, ela e duas amigas, ai falo para Paulinha, você conhece aquela menina¿ Ela e não diz: Claro! É a Gaby, minha melhor amiga do colégio, você conhece ela de onde¿ respondo ela é e nem nunca fomos apresentados, só apenas uns “OI”. A Paulinha da uma risada e diz, brincadeira, então você é o visinho gostosão que a Gaby sempre m e fala! Vou da um jeito nisto agora espera ai: Ela sai e meu coração dispara, meu pau da dois pulinhos e eu fico imaginando coisas.

Em poucos minutos a Paulinha volta com a Gaby e mais duas meninas, e diz: Edu esta é a Gaby minha amiga e sua visinha, que hilário, vocês moram um do lado do outro e nem se conhecem, rimos e logo, e logo Gaby veio até me e me deu um beijo no rosto, fui apresentado para aquelas meninas, e ficamos ali batendo o maior papo. Parecíamos todos da mesma idade, ou melhor, que eu tinha a idade daquelas meninas.

Depois de muitas conversas e risos, a Paulinha disse bem fiquem a vontade vou falar com outros convidados, logo depois a Dani outra amiga da Gaby disse bem vou ali e logo volto, fiquem a vontade. Até parecia que era combinado entre elas para nos deixar a sós. Saíram todas e ficamos só eu e a Gaby. Conversamos muito que até me perdi no tempo e achei que estava conversando com uma garota bem mais valha pois a Gaby tem uma papo super legal parece até mais velha mas ´só tem 14 anos. Digo por que perguntei sua idade e ela disse que tem 14 anos prestes a fazer 15. Depois de muita conversa e risos, eu disse: Se você quiser pode ficar a vontade eu não te atrapalho talvez você queira ficar com alguém da sua idade, seu namorado. Ela sorriu e disse: namorado não tenho mas, as pessoas da minha idade não são tão legais de papo como você, me amarro em suas conversas até parece que te conheço a muito mais tempo. Perguntei e seus pais, acho que não gostariam de ver você conversando com um homem, da minha idade. Ela sorriu e disse: Estou só aqui na festa, e quanto aos meus pais eles não controlam com quem falo pode ficar tranqüilo. E por falar nisto vou falar com a Dani e já volta não sai daí! Confesso que já estava de pau duro olhando para aquela gatinha tão linda ali na minha frente, e ela já estava notando pois seus olhares para minha parte principal estava notória, ela de vez enquanto dava uma olhadinha meio disfarçada para meu pau, que estava fazendo volume na calça, eu nem disfarçava deixava avista, pois estava sentindo que ela estava gostando.

Logo ela volta e continuamos o papo, ai ela me pergunta se eu estava gostando da festa, e eu respondi que estava um pouco parada, mas a presença dela ali comigo estava me alegrando e deixando a noite bem mais atrativa, mas que já estava querendo ir embora, ela diz quando você for posso ir com você¿ Nossa aquilo me deixou louco meu pau deu pulos, eu já estava sem noção do que estava fazendo, mas ainda conseguir controlar, deixei a cabeça de cima pensar, e falei; você disse aos seus pais que vai dormir na casa da Dany e como será para vc chegar comigo, seus pais não vão entender, e pode gerar um problema para nós. Eu ai entendi que ela queria era ficar comigo e que já havia combinado tudo com as amigas(Paulinha e Dany).

Ela então disse: Sem problemas, meus pais foram para uma festa do outro lado da cidade e se eles já estiverem em casa estão dormindo, e já falei para eles que iria dormir na casa da Dany, por isto podemos ficar numa boa, eu posso dormir na sua casa, e amanhã dou um jeito de sair sem ninguém notar. Fica numa boa sem stress, vai por me, eu garanto que ninguém vai ficar sabendo só Eu, Você a Dany e a Paulinha, que são meus melhores amigos.

Pensei naquela proposta com certeza irrecusável, e disse: Você tem certeza do que esta me propondo¿ Ela disse: Claro que sim, podemos ir agora mesmo, vou falar com as meninas. Eu disse tudo bem vou me despedir do pessoal e nos encontramos no meu carro você sabe qual é, sai dali flutuando, rapidamente falei com meu amigo o pai da Paulinha, e outros amigos ali presentes, fui me despedir da Paulinha e ela disse uma pena que você já vai, mas depois nos falamos ver se cuida bem da minha amiga Tá! Felizarda ela! Respondir não entendir mas depois quero saber o porque¿ Beijei a Dany no rosto e tambem a Paulinha e fuii.

Quando cheguei no local que o carro estava estacionado; Lá já estava a minha princesinha, linda ao lado do meu carro. Entramos e ela logo disse:

Onde vamos¿ Podemos sair um pouco para nos divertirmos antes de ir para casa, tenho certeza que você conhece muitos lugares bacanas. Falei é conheço, mas tem um problema, acho que sua idade é que será problema para entramos em alguns lugares. Ela disse qualquer coisa digo que você é meu paizinho. Sorrimos!!

Fui a uma Boate legal e não teve nenhuma objeção quando a sua entrada, dançamos bastante, ela já estava bem agitada, me abraçava roçava aquele corpinho no meu, a coisa estava muito legal. Falei para ela que já íamos e saímos.

Ela disse: Você pode parar em algum lugar para ficarmos um pouco mais à-vontade¿ Hoje eu quero me esbaldar, quero me divertir a vontade, pois não todo fim de semana que rola um agito desses, pois meus pais pegam bastante em meu pé. Nesta hora meu pau saltou dentro da calça. E eu disse claro. Fui até uma praia bastante deserta e aquela hora da noite tinha certeza que podíamos ficar a vontade pois ninguém apareceria. Parei o carro próximo a umas arvores e ela respirou fundo e disse:

Ai que legal, que ar puro muito bom, esta aqui com você, reclinei um pouco a poltrona do carro e ela logo encostou a cabeça em meu ombro, fiquei acariciando seu rostinho lindo seus cabelos, e logo ela virou para me, não resistir aquele olhar e dei-lhe um beijo, aquele beijo nfoi um dos melhores e mais excitantes que já dei em toda minha vida, nossa como beija bem aquela menina, e que beijo delicioso, nossas línguas pareciam duas cobras famintas, percorriam milímetro por milímetro das nossas bocas, eu lambia aqueles labios dela ela os meus, estávamos alucinados com tanto tesão, descir com as mãos até seus pequenos seios e comecei a acariciá-los, nossa ela se arrepiou toda sua respiração estava ofegante e descompassada, fiquei alisando seus peitinhos por um bom tempo, depois descir até sua barriguinha, e fui descendo até suas coxas, comecei a cariciar uma depois a outra, ela estava louca respirava descompassado, eu comecei a beijar seus ouvidos nuca, mordia seu pescocinho, estávamos em transe total. Comecei a alisar suas coxas pela parte de dentro, e logo ela abriu as pernas um pouquinho e balbuciava coisas que eu nem entendia, gemia bem baixinho, e dizia para que eu não parasse, pois estava muito bom tudo aquilo. Acariciava bem de leve enquanto ia beijando ela todinha, fiquei passando meus dedos entre uma parte e outra das coxas, ela se contorcia, quando forcei um pouco mais e toquei com a ponta dos meus dedos na bucetinha por cima da calcinha, ela deu um gemidinho e respirou bem fundo, se arrepiou todinha, dava para ver seu corpinho todo arrepiado, fiquei ali tocando bem de leve naquela bucetinha, que dava até para sentir a ponta dos meus dedos úmidas daquele liquido que saia daquela xaninha, mesmo por cima da calcinha, forcei mas um pouquinho e fiquei alisando aquela raxinha ainda por cima da calcinha, ela já não resistindo mais, se abriu toda e disse:

Hummmm, vc sabe como deixar uma garota chegar a loucura, eu já não estou mais me aguentando, meu corpo todo treme, minhas pernas estão bambas, se você que me torturar, acho que já chega pois eu estou entregue, sou todinha sua, faz de me o que vc quiser, sou sua escrava, vai.

E pulou em meu colo e começou a me beijar ferozmente, voltei ela para o banco do carro e comecei o mesmo processo, alisava suas coxas pela parte de dentro, e cheguei até a bucetinha, puxei a calcinha para um lado, e passei meu dedo de leve naquela raxinha molhadinha, ela foi a loucura, respira ofegante, eu mexia com os dedos passava de cima a baixo na raxinha toda malhadinha, ela já não agüentava mais sua voz estava tremula e rouca, falava coisa por coisa, gemia, ai eu entendir quando ela pedia para parar pois estava doendo naquela posição, estávamos sentados no banco do carro e era um pouco desconfortável.

Logo atendir seu pedido e saímos para fora do carro, coloquei ela deitada no capuz do carro, na frente, encostei meu pau que estava super duro naquela bucetinha e fiquei beijando ela, em cima dela, fiquei roçando, naquele corpinho por um bom tempo e ela gemia e se contorcia, mudei de posição, e fiquei desta vez encostado e ela veio de costas para me ficou roçando aquela bundianha em meu pau e gemendo bem baixinho, passei a acariciar, novamente aquela bucetinha, só que desta vez, eu enfiava minha mão por entro da calcinha, dava para sentir os poucos pelinhos na parte e de cima e uns outros pouquinhos em volta dos grandes labios, fiquei alisando a raxinha ela estava em êxtase só se mexia e gemia, fiquei ali alisando em cima e em baixo, depois parei bem no clitóris, e fiquei por alguns minutos alisando fazendo movimentos circulares, em instantes ela se esticou toda, soltou um gemidinho e sua respiração descompassada, mas bastante ofegante anuviava um gozo extremo e prolongado, suas pernas temiam sua voz tremula, peguei meus dedos e levei até minha boca e lambi aquele necta que seu gozo encharcou minha mão, senti aquele perfume gostoso, lambi os dedos, e ela dizia:

Assim você me deixa louca, estou quase morrendo de tanto prazer, eu nunca sentir algo assim, você é demais, é muito gostoso, me leva logo para sua casa e me faz sua mulher, estou querendo muito ter você, muito mais.

Virei ela de frente para mim, botei meu pau para fora, peguei a mão dela e levei até meu pau, ela pegou com muita vontade que parecia esmagar, apertava tanto, ai começou uma punheta, meio sem jeito, mas logo acertou e me punhetava tão bem, que eu já estava quase gozando, puxei ela para baixo e levei sua cabeça até meu pau, ela beijava, por toda sua extensão, em seguida enfiou a cabeça do meu pau toda na sua boca, lambia, e logo depois, foi fazendo o movimento e eu fui ensinando como ela fazer e logo estava, experta, chupava meu pau tão gostoso, eu já estava louco e disse para ela vou gozar meu amor, ela deu uma paradinha olhou para me e fez um gesto dizendo que tudo bem. Eu já não agüentava mais e soltei o primeiro jato de esperma naquela boquinha virgem, ela soltou e logo pegou novamente e começou a chupar, como se estivesse lambendo um delicioso sorvete, lambeu meu pau todinho deixando como se estivesse lavado, em seguida deu uma risadinha sacana e disse:

Gostou! Espero que vc tenha gostado, pois eu amei, e quero muito mais vamos agora para sua casa, quero que esta noite seja, a melhor da minha vida, pois até agora, posso dizer que esta sendo a melhor, mas sei que você tem muito mas para me ensinar, e fazer comigo, quero ser sua namorada, sua mulher, ou sei lá sua amante. Vamos meu amor.

Saímos para casa, ao me aproximar da entrada do condominio, falei para ela se agachar pois poderia alguem ve-la, pois apesar dos vidros do carro ser bastante escuro, não queria me arriscar, ela disse: Claro eu te disse que dariamos um jeito pra tudo!!

Ao abrir o portão, sem sair do corro com o controle, tambem fechei da mesma forma e fui com o carro direto para a garagem, que fica praticamente dento de casa, saímos e sem fazer nenhum barulho entramos, ao chegar dentro de casa, Gaby me abraçou e foi logo dizendo, estou nervosa, tambem é a minha primeira vez, que durmo com um homem e que faço tudo que já fizemos, e ainda quero muito mais, estou ansiosas, vamos logo. Ela ainda elogiou a decoração da minha casa, disse que é muito linda. Eu falei se você não quiser, não faremos nada pode ficar a vontade, faremos,apenas o que já fizemos, não vou ficar chateado.

Ela sorriu e disse: Eu estou louca para isto, não vejo a hora de esta numa cama com você. Peguei ela no colo e subir para o quarto, ao chegar, coloquei ela na cama, e fui beijando, na boca, no pescoço, e fui colocando a mão nos seus seios acariciando, ela gemia bem baixinho, fui abrindo seu vestido, e tirando bem devagar, aos poucos aquele corpinho lindo e delicioso foi se despindo e eu já estava louco com aquela menina moça, que parecia uma mulher. Num salto ela ficou sentada na cama na minha frente e foi tirando minha camisa, eu fiquei de pé ao lado da cama e ela foi logo abrindo minha calça, em um instante fiquei só de cueca, ela olhou como se estivesse vendo algo assustador e disse: Nossa nunca vi um assim ao vivo na minha frente, naquela hora na praia estava escuro, só agora posso contempla como é lindo um pênis assim ao vivo, posso tocar! Exclamou a garota, falei é claro é todo seu.

Ela sorriu, e pegou com todo carinho, começou a acariciar e logo levou até aquela boquinha deliciosa, beijou a cabeça, foi descendo pelo tronco e depois subiu novamente, e chegou até a cabeça colocou todinha dentro da boca e começou a chupar como se fosse um delicioso sorvete, eu já não agüentava mais e para não gozar pedir a ela para dá um tempo que eu queria fazer uma coisa que estava louco para fazer com ela a muito tempo. Ela logo obedeceu, aquela delicia estava só de calcinha e sutiã já havia tirado seu vestido, coloquei ela deitada na cama e comecei a tirar o resto da roupa, e deixei só de calcinha, primeiro chupei por alguns minutos aqueles lindos e pequenos seios, e depois fui descendo pela barriga, e cheguei na xaninha, coloquei ela deitada com as pernas bem abertas, e comecei a beijar e lamber, as coxas a xaninha por cima da calcinha, e sentindo o cheiro delicioso daquela bucetinha, não resistir e tirei a calcinha bem devagar, que coisa mais linda, fico sem palavras para descrever, a beleza daquela xaninha, nunca vi igual, achei até que estivesse sonhando, uma coisa de louco, enchadinha, rosadinha, molhadinha, pouquíssimos pelos, em volta dos grandes labios e na parte de cima, comecei a lamber a raxinha, passava a língua de cima para baixo, ela se arrepiava todinha, gemia, se contorcia, balbuciava palavras bem baixinho, toquei com a ponta da língua no delicioso cuzinho, ai a garota foi a loucura gemeu, se contorceu, e perguntou se eu queria levá-la a loucura, fiquei lambendo por alguns minutos, ai ela trançou as pernas em meu pescoço, que pensei que iria me estrangular, puxou bem apertado minha cabeça em direção da aquela bucetinha, estava me sufocando, mas eu, passei a enfiar a língua na bucetinha e fazia movimentos de vai e vem como estivesse fodendo aquela xaninha com minha língua, ai ela foi a loucura mesmo, passei a morder o clitóris e logo ela começou a tremer todinha, e me apertar e gozou muito gemendo e balbuciando palavras sem nexo, gozou muito e ficou imovel por alguns minutos.

Depois ela disse: Ai eu nunca sentir algo assim estou toda tremula, parece que estou toda anestesiada, meu amor você sabe mesmo fazer uma garota feliz, quero ser tua namorada, não importa nada para me quero ser sua e pronto, me faz sua mulher vai.

Beijei-a com muito carinho e fiquei acariciando por alguns instantes, passei a mão pela bundinha pois naquele momento eu queria explorar aquele cuzinho, e a xaninha queria deixar para outra oportunidade, quando toquei naquele buraquinho rosado e apertei um pouco meu dedo naquela entradinha, ela deu um gemidinho, e abriu as pernas e disse: Vai é seu pode ir de leve pois eu sei que dói, uma amiga já passou por isto e me falou que dói muito, mas quero experimentar assim mesmo. E foi empinando aquela bundinha e deixando aquele buraquinho rosa bem a vista suaspreguinhas piscavam, como se estivessem me chamando, ajeitei meu pau, comecei a pincelar, como ela estava de quatro na cama, eu pincelava de baixo para cima, ela gemia ia loucura, eu já estava prestes a gozar, as vezes o pau escorregava na raxinha e ia entrando na xaninha, depois que estava todo bem lubrificado, eu fui metendo de leve naquele buraquinho, ela se contorcia gemia, pedia para ir bem devagar, mas que não parasse, fui bem de leve estocando, metendo, aos pouco com muita dificuldade a cabeça foi sumindo, naquele cuzinho, ela gemia e dizia que estava doendo muito mas que não era para parar, pois ela queria sentir tudo como era, fui socando bem devagar, quando a cabeça já tinha passado todainha, parei um pouquinho para ela se acostumar, logo depois comecei a estocar com mais força, ela gemendo se contorcendo, dizia aiiiiii, esta muito bom, dói muito mas é muito gostoso, passei a massagear o clitóris e os peitinhos, em seguida eu já estava quase explodindo, ela disse que já estava gozando, e começou a gemer, a rebolar aquela bundinha, forçando para traz contra meu pau, em instantes gozamos juntos, que gozo mais gostoso, eu parecia que estava eletrizado, minhas pernas ficaram bambas, ela ficou imovel só gemendo, enquanto minha porra jorrava dentro daquela bundinha. Confesso que a muito tempo eu não gozava tanto assim, ficamos ali imovel, até que o pau foi molecendo, tirei de dentro e fomos tomar um banho; tomamos um banho demorado, e com muitas caricias, depois voltamos para cama, prontos para recomeçar tudo outra vez. Olhei no relógio e já eram quase 5 horas da manha, falei para ela, acho melhor dormirmos e pela manha começamos tudo. Ela concordou e fomos dormir.

No dia seguinte por volta das 8 horas acordei com a Gaby me chupando, eu já estava louco com tudo aquilo achava que estava sonhado, mas era pura realidade, fiemos um delicioso 69 que ela amou, a posição, e disse que queria mais, falei para ela que já era muito tarde e eu tinha medo de seus pais descobrir, ela disse que já havia ligado para os pais e estava tudo bem, já tava tudo resolvido, so tinha que levá-la na casa da Dany, mas antes ela queria que eu transe com ela, ela queria perder sua virgindade naquela hora, não queria deixar para depois. Conversamos, expliquei que podíamos deixar para uma outra oportunidade, pois eu queria fazer uma linda e gostosa surpreza, que por enquanto ficaríamos, fazendo sexo oral e anal, perguntei se ela havia gostado. Ela disse que foi a melhor noite da vida dela.

Como faltava menos de dois meses para seu aniversario de 15 anos eu queria fazer uma surpresa para ela, e da um super presente.

Bem amigos e caros leitores, peço desculpa pelo tamanho da historia, mas é que, como é um fato real, eu preferir contar com o Maximo de detalhes possível, a parte final, prometo que será menor e bem melhor e excitante . AGUARDEM!!

Obrigado, pelos comentários na primeira parte desta historia.

Contatos: e-mail- [email protected]

[email protected]

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
12/03/2015 15:12:49
Muito Bom
17/06/2009 00:15:05
Aii ki delicia... kero vc pra ser meu 1º tbm!!! fikei toda molhada só di ler!!! dou 10 pra ti!!!
15/06/2009 07:14:11
Prometo ser breve neste comentário. 1- Você não precisa se desculpar pela extensão do conto, detalhes são necessários senão o conto fica frio e não dá o efeito erótico, função dos contos deste site. 2- Tens algum plano B? A cabecinha de garotas nessa idade precisam ser bem feitas para evitar futuros dissabores, é comum elas ¨gamarem¨ por quem lhes dá o céu e isso pode trazer alguns inconvenientes familiares circunstanciais. 3 - Conto muito bom! Erotismo à flor da pele, cuidado com os verbos, nota MIR!!!
13/06/2009 12:43:37
muito bom




Online porn video at mobile phone


estupro esposa contos eroticoscomendo uma bunďa lisinhavirei mulher na cama contos wPadrinho picudo botando só a cabeça na afilhada virgem contos heróticos com padrastoputa zoofilia coladacorno vendo estanho soca forte na sua mulherpornodoido gato lembi bucetafiquei sozinha em casa com meu padrasto não resiste aquele pauzão enorme xvideos.com mobilecontos eroticos real incesto tio orgamosxvidios travestis na punhetas novingasXVídeos comendo a priminha de buçofudeu me ate eu soltar litros de xixi conto eroticonariz estourando a tanga vídeosevangelicas na zoofilia com cachorroconto de nifeta sendo fudida por um velho tarado e aproveitadorveterinaria coletando semem de cavalo x videoscontos de homens casados e suas escapulidasconto erotico macho dominador convida amigos pra foder viadinho submissocomtos eroticos minha mae drogada foi fodida e eu tambemwww.relato mulher cazada tramza com outro macho.com.brhomem emprensando mulher parede do banheronegao picudo estrupou novinha nao aguentouxvideo.comWww.vidioerotico.deminas.geraís.com.contos eroticos gay dei a bunda dentro do cemitériocomjj ninha irma todinha pornocontos eroticos cheia de pentelhos horriveisCarla traidoraContos eroticos picantes peguei minha irmã safada dando negão pisudo mulher ficou brava kid bengala arebetou vizinho dela xvidio os melhores minetes com o caralhinho no cu pornoso menina dabuceta lizinhaa fazedo sexopono con ma sendo fiolentada pelp filio no cuarto e espanca o cu dea no analPirocudo irracional de prazerVidios porno miguelopos spxvideo corno arma asautoAmamentação tetuda contosxvideos meu amigo desepiconou a mae dele e eu fui consolalax videos casada safada dando para padrinhode casamentofoto da movinha mostrando a bucetinha vircenlargura saia curtinha de pornô pornô neguinha pornô mulherFesta sandálias havainas xxvideo xporno com mulhe negha que nao jheta picarapas da bunda linda dando cu de brusu pro negaocontos de casadas dando uma rapidinha com outros no carnavalcontos eroticos irma separada vem mora comigo comiloira linda com mastro monstruosox video novos intiada virgem tarada pelo o padrastoconto o vizinho velho com novinhameu conto erótico da Fiat Fiat toro vai comer elaXxxvideo pornodoido mulher levantando a saia pra transa encanadorcontos eu meu padrasto fodemos gostosochantagiei minha comadre contosnovinha bonziado n picaconto esposa do cunhadotransei com a sobrinha no baile funk contoConto erotico sou madura e consolo lesbicaflagrei esposa amigo nua de madrugada e aproveiteixvideovideo conto estriperXVídeos vou comendo a neta no matinho do arbusto da casa deleporno ela parecia ser tranquilamamete muitvidioporno de meninas que noa guento pau no cu e nerrohistória real irmão bem dotado seduza irmãzinhaXVídeos gay com truculênciacasa dos contos iniciado por pioes roludosmulher do pinguelão com a b***** pinicando no cacete até gozar e masturbar virando os olhosvidio pulheta negaobbw q curta peidar contos reaisruıva dando o cuvideos porno eu estava dormindo e ele chupou a minha bucetinha e eu noa acordeivideo nwgao pisudo renta cu da travesticontos gay faculdadecontos de sexo raspei minha buceta