Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

Rex, meu primeiro

Um conto erótico de Velez
Categoria: Zoofilia
Data: 16/05/2009 07:49:32
Nota 9.29

Relembrando a minha primeira vez com cachorro.

Com os meus treze anos tinha tido só uma experiência homossexual com um coleguinha mais velho de escola que me tinha tirado o cabaço do cu e que me tinha posto a chupar quase todos os dias. Como morava perto de mim e vínhamos sempre juntos da escola, os meus pais chegavam sempre mais tarde, ele entrava, enrabava-me e depois dava-me a mamar e obrigava-me a engolir tudo. O pior é que o pai dele foi colocado noutra cidade e fiquei sem o meu montador. Tinha 13 anos e comecei a andar com um tesão no cu de subir paredes, metia a escova de cabelo no rabo, velas, etc, o que encontrava. Tinha nessa altura um cachorro de porte médio, vadio, que tínhamos recolhido, tratado, veterinário, etc um pouco maior que um cocker mas de pelo liso e preto. Dormia no meu quarto e era o meu companheiro para todo o lado.

Uma tarde estava no quarto, de quatro no tapete, todo nu a consolar o meu carente rabinho, com uma vela de estearina que tinha escondida para me enrabar, tinha-a chupado e lubrificado com bastante cuspo e penetrava a minha "xoxota" cada dia mais carente por um bom pau de macho, aproveitava esta hora ao fim das aulas antes dos meus pais virem da quinta que ficava ainda distante da nossa casa.. O Rex estava deitado no seu cobertor a um canto do quarto e quando me viu a escorrer da pila senti-o começar a lamber-me as nádegas e o reguinho já ocupado pela vela, desvairei com o calor da língua e a humidade dela. Empinei o rabo todo histérico e muito "puta" e retirei a vela expondo o meu anel às caricias do Rex, ele lambeu-me sofregamente o reguinho suado e a seguir montou-me de um salto, como era muito magro, conseguiu apertar-me a cintura com força e começou a bombar com muita rapidez e força, sem me penetrar sentia os pequenos jactos de esporra molharem-me as costas, o rabo e escorrerem pelo meu rego, todo doidão levei a mão atrás e pegando na pica do cachorro guiei-a para o meu anel, lubrificada com a esporra do cachorro e com os impulsos dele entrou logo arrancando-me um berro de dor, o Rex aumentou a velocidade e a profundidade das bombadas e senti uma segunda dor maior ainda, com um arrepio foi então que me lembrei do "nó" e apalpando conforme pude a minha "xoxota" percebi, em pânico que o nó tinha entrado e estava agora "engatado" ao cachorro.

Vivendo no campo já tinha visto muitas vezes cachorros a cruzar cadelas, cavalos e éguas, ficava fascinado!!, burros e burras. Não era por isso novo para mim o que estava a acontecer tinha mesmo já presenciado o Rex a cobrir uma cadelinha de uns vizinhos nossos ficando engatado mais de quinze minutos. Foi o meu segundo momento de pânico,......e se os meus pais regressassem mais cedo? iam-me encontrar engatado qual cadela com cio com o Rex, segurei conforme pude o nó dentro do meu anel e apertei com toda a força, com os ombros encostados ao chão segurei as patas do Rex o melhor possível de encontro a mim e aguardei que ele se viesse e o "nó" baixasse. O cachorro depois do nó ter entrado e o sentir apertado por mim julgou-se dentro de uma "cadela" de raça diferente e começou-se a vir como cachorro se vem. Com pequenos jactos e em pequenos intervalos, sentia-os passar na pica apertada com os meus dedos de encontro ao meu anel. A esporra quente enchia-me pouco a pouco o recto de leite muito quente e que me ia inundando o intestino, o Rex gania baixinho quase como um suspiro, babando-me todo o pescoço e costa de baba pegalhenta e viscosa.

Tentou virar-se várias vezes o que eu impedi segurando-lhe as patas conforme podia. Pelo tamanho do nó que segurava mantendo-o dentro do rabo se ele saísse nessa altura tinha-me rasgado todo. Deixei assim o Rex cobrir-me como se fosse uma cadela até que o nó começou a amolecer (tinha estado duro como pedra) e a certa altura escorregou-me por entre os dedos e saiu, gritei outra vez de dor, apesar de ter diminuído ainda era de uma grossura de respeito e doeu como o raio ao sair, arrastou um rio de esporra canina que me escorreu pelas pernas abaixo, logo lambida sofregamente pelo cachorro logo lambida sofregamente pelo cachorro que lambeu os leites que pareciam não parar de sair da mina "xoxota". Deitei-me de costas no tapete para recuperar o fôlego quando foi então que vi o tamanho da pica do Rex ainda a ejacular pequenos jactos de sémen translucido, sem hesitar peguei-lhe por trás do nó ainda visível e saboreei a esporra canina pela primeira vez.

O colega que me tinha descabeçado dizia que eu era um brochista natural e que fazia um boché de sonho, quando experimentei a vara do Rex na boca e a chupei saboreando o leitinho canino fiquei logo viciado com a pele macia do caralho e as golfadas que ainda aproveitei engolindo o que podia e deixando escorrer pelos cantos da boca e peito o resto que não conseguia beber. Deixei-o sequinho e quando o penis recolheu na bainha deixei-me estar a repousar felicíssimo de ter encontrado um novo montador, silencioso, discreto, e como vim a verificar sempre disposto a montar a "sua" cadelinha.

Beijos

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
12/02/2013 14:57:19
Nossa, maravilhoso.
10/08/2011 02:21:23
Delicia! Tenho a mesma experiência! Meu email é Eu e meu macho adoramos uma puta como vc.
11/02/2010 09:39:53
Ufa! Que foda louca!
13/07/2009 11:38:14
QUER UM CACHORRÃO PARA COMER ESSA TUA ROSQUINHA? FAÇO VOCE CHUPAR MINHA PORRA ATÉ SECAR TODA
18/05/2009 00:30:08
bom
16/05/2009 18:20:18
blurg !!! (http://ana20sp.sites.uol.com.br)




Online porn video at mobile phone


contos eroticos na cozinha com vibrador filha e maemivimha amostrado a casinhapadastro abusa das intiadinhasabaixar tema vendo o primo transando com boneca inflávelbucetas gosmadasminha esposasuruba relatorelatos de chuva douradacontos eroticos meninas de dez anos transando com cachorro com calcinha vermelha com lacinhos pretoirazinha pega no meu pau sarechvideo do sogro comeu a nora depois do casamento ela esta tamando banho ela pensou que era o maridocontos gays de meninos passivinhos com machos maduros/dando meu cuzinho aos homens desde meninocontos eróticos gay fui transformado em putinha e fizeram dupla penetração no meu cuzinho e me arrombaramsexo gai urso parrudos chegou de viagem e foi dar uma foda xvideosmenina trirano cabaso do guri de 17xvídeos haveria sobrinho pega tia dormindo com o c* dela da salsichacontos eroticos fizeram minha noiva e minha mae de putacontos de sexo raspei minha bucetacontos eroticos rapidinha com sobrinhocoroas peladas com o corpo melado de margarinamulher enbriagou marido ele foi domim ela fio da cudevori niha epoza xvidepsContos escrava submissa humilhadacontoerotico eu namorada mae e tiovarios enchendo abuceta de poraxconto erotico molequinha na escolahttp://zdorovsreda.ru/texto/201610917contos comi a catadora velha o cu no chao Casadoscontos.com Lins55novınha sendo comıda por um negao jumentomomento de carinho dando mordidinhas na nuca e desce lambendo as costas até chegar no cuzinhoXvidio minha conhada so usa curtinhora voce se masturbarfotos de casais tranzandopAssistir filme porno pelowhat saapCONTOS ERÓTICOS DE MOTORISTA FANTÁSTICOSconto crente com fogo na bucetaconto erótico não mexa nas calcinhas da mamãe part5coroa novinha transando da put e da das tigresa da preguiça do pornô filme do Rio São PauloContos eroticos boa noite cinderelaexitantesadolecentexvideo sexo na praia de nudismo abricoaconto bunduda peidano pauzaocontos eróticos fui visitarminha madrasta novinha e comi elatirei sangue do c* da noiadaminha cunhada bucetuda pediu pra mim goza dentro da buceta dela pra ter um nenenmenina mãeporno da parra doi caracontoerotico pai quero dar leitinho pra bbzinhasogra xuba a rola do genro ate gosar na boca delaconto um mulato superdotado para minha esposinha branquinha e magrinha b*******paguei mas gozei gostoso na filha evangelica da empregada minha contoscontos eróticos o dedinho da urologistaXvideos frozen ela desmaia namoro que esta fazendo amorAssistir filme porno pelowhat saapprima sexo com primo potaria brasileirawww.xvideos festas esposa branguinha mini saia preta corno manda amigo da drnks e sexosexo os homems enfiam a pingola deles dentro da mulher e vai soca soca e vai socando video que da pra abriMeu marido é um corno e viado do primo deleContos erótico brinquei de esconde esconde e arrombarao meu cuPrima bucetuda decolamporno tirei o pau veio bosta bizarromédico explicado chupar bucetas doença transmiticonto etotico patroa e empregada bixesual e seu espososexo com a ima e u comlhadode shortinho vizinho me comeu u facil,tadinho do maridinhoninfetinha fudeno egosano com iper dotaxoesperei meu tio viajar para comer o cuzinho da minha tia gostosonascooby-doo Mistério S A minha mãe e da filha e mulher pelada salsichadois pauzudo fodendo duas vadias das beradas grosa de cabeça para baixoestupro esposa contos eroticosxvideos.com12aninhoscontos montadores cuzinhomulheres gostosa fazendo borquete sexporno so com as mulher corpudona e apertadinha bota choramulher centa na bengalapaola olivera de xote curto porno