Apenas uma noite: Uma paixão impossível


Click to Download this video!
Um conto erótico de Valkyrie
Categoria: Heterossexual
Data: 15/05/2009 16:56:19
Nota 9.17

Olá a todos novamente. Hoje, ao invés de relatar uma de minhas experiências, como sempre faço, irei contar uma fantasía que de um mês pra cá vem mexendo muito comígo. Apesar do conto a seguir ser ficção, o mesmo possuirá elementos verdadeiros.

Para aqueles que não me conhecem, aqui me chamo Valkyrie, meu nome real não vem ao caso mas irei usar a forma contraída e carinhosa do meu nome essa sendo “Bevy”. Sou Americana, moro no Brasil a 6 anos e ainda estou em uma árdua luta para aprender a falar e escrever o Português corretamente. Então aos professores de plantão, peço desculpas pelos erros grotescos de Português que com certeza encontrarão em meu conto. Se possível, ignore-os e tente degustar do conto como puder. Desde já agradeço.

Tenho cabelos negros como a noite, olhos verdes claros, uma pele muito branquinha e sensível, tenho 1,76 de altura. Meus seios são médios mas são bem redondinhos. Minha bunda é a coisa que mais chama atenção dos homens, ela é relativamente grande mas nada monstruoso, apenas chamativa. Sou bem proporcional eu diría, não sou gorda mas também não sou magra, “normal” dígamos assim.

Frequento esse website a mais ou menos um mês e meio, acredito eu. Achei que aquí fosse o lugar ideal para divulgar minhas experiências (um tanto quanto incomuns) e realmente estava certa, muito dificilmente sou ofendida ou julgada por minhas preferências e coisas do tipo. Me tornei uma usuária bem ativa do site e depois de ler várias experiências como as minhas, decidí que talvez pudesse contar as minhas próprias e não ser recriminada nem nada assim (se leram os meus contos anteriores, sabem bem ao que me refíro).

Publiquei alguns contos e por um grande acaso, acabei conhecendo um grande amigo que quis entrar em contato comígo assim que pudesse. Disse ter gostado dos meus contos, o que me deixou muito feliz. Um pouco relutante no começo (paranóia de Americano, somos instruídos a não confiar em ninguém que pareça ser muito gentil, desde pequenos), decidí entrar em contato com ele, lhe enviei um e-mail e conseguí seu MSN.

No dia seguinte, nos falamos pela primeira vez através do MSN. Ficamos horas, muitas horas mesmo, conversando sobre minha relação amorosa tão incomum e ele sempre me confortava e dizia ser um sentimento bonito. Ele foi a pessoa que fez a mim e ao meu amado entenderem duas coisas simples, porém, essenciais em nossa relação, a primeira sendo: “Só porque algo é incomum, não quer dizer que seja errado” e a segunda sendo: “Não é errado amar outra pessoa, mesmo que talvez nos olhos dos outros pareça errado, não é”. Ele, é um homem muito sábio o que me cativou muito. Papo vai, papo vem, a conversa tomou um rumo inesperado. Depois de algumas horas, a conversava se tornára muito picante, e eu pela primeira vez desde que me apaixonei pelo meu amado, me sentí atraída por outro homem. Vimos algumas fotos um do outro e eu o achei super atraente. Acabei vendo mais do que devería nesse primeiro encontro virtual, hahaha, mas isso não vem ao caso agora.

Depois que encerramos o papo, eu estava super excitada e não parava de pensar naquele homem tão belo, maduro e tão sábio. Especialmente quando ví uma foto MUITO intima sua. Depois de me aliviar, pensei comigo mesma: “Meu Deus! Estou amando uma pessoa que nunca ví de verdade e apenas conheço através de um computador e pior, o conheço a apenas um dia. Eu realmente estou pirando”. Naquela noite mal dormí, não tirava a sua imagem da minha cabeça. Eu o quería, o desejava como uma louca, nada mais importava naquela noite, exceto por aquela linda imagem que tinha visto a pouco, a qual não me saia da mente.

No próximo dia, conversamos por horas novamente. A conversa rapidamente tomou aquele rumo inesperado novamente. Ele mexía comígo de uma forma tão profunda, me fazía ter espasmos apenas fazendo “brincadeiras apimentadas”. Não me aguentava, quería possuí-lo a todo custo. Havía de fato me apaixonado por um homem que nunca ouví o som de sua voz, nunca tive seu calor e muito menos seu toque. Foi quando caí na real, “Ele é comprometido e eu também sou”. Esse pensamento me doeu muito, não queria aceitar isso, como pode? Duas pessoas se conectarem de uma forma tão gostosa e pura, cegamente desejarem um ao outro, mas estavam separados por duas pessoas que ambos amam tanto e também uma distância fisica que não permitialos se entregarem a esse desejo maluco. Não era justo... não podia ser real.

Naquela mesma noite do segundo dia que nos falamos, lhe enviei um e-mail desabafando tudo que sentía e sugerí que não nos vessemos mais. Ele respondeu prontamente me dizendo que se sentía da mesma forma, mas não queria deixar de falar comígo, dizia ser uma sensação muito boa. Comovída com aquilo e não querendo lhe causar nenhuma mágoa, eu cedí de braços abertos.

Dias, semanas e agora até um mês havia passado. Já não me aguentando mais, decidí fazer a loucura que tantas vezes quis fazer mas nunca tive coragem por respeito a nossos parceiros. Decidí ir até a minha paixão virtual, mesmo que por apenas um dia.... uma noite... um breve momento que fosse, precisava tê-lo em meus braços. Comprei passagems de avião de ida e volta, iria ficar apenas 3 dias. O vôo saiu na manhã seguinte. Como conseguí seu endereço, não vem ao caso mas eu o tinha. Estava perdida no aeroporto onde me encontrava, não sabía pra onde ir. Decidí procurar um táxi, me informei com um balconista local que me apontou na direção dos táxis, agradecí e fui até lá. Entreguei o endereço para o táxista que me disse ser uma viagem um pouco longa e que não iria sair barato, larguei de mão e perguntei se havia onibus que fosse até a tal cidade, ele disse que sim mas que tería que verificar os horários na rodoviária. Eu o paguei para que me levasse até a rodoviária, onde descobrí que o próximo onibus apenas sairía de noite. Sem alternativas, comprei a passagem e esperei ansiosamente por longas 8 horas. Já embarcada no onibus e muito cansada, adormecí.

Fui acordada com o som do motor do onibus se calando, para a minha surpresa já era tarde, olhei no relógio e ví que era 4 da tarde, dormí como uma pedra e nem percebí. Perguntei a uma senhora que se sentava ao meu lado: “Onde estamos?” Ela prontamente me informou que era a cidade onde eu quería estar. Descí do onibus, peguei minha pequena bolsa aonde havia apenas 3 trocas de roupa e fui procurar um táxi novamente. Depois de me informar onde os táxis se encontravam, fui até lá. Entreguei o endereço ao táxista que depois de quase uma hora de conversa furada e um trânsito muito lento, cheguei ao meu destino. Estava enfrente a sua casa, estava nervosa, sentía medo e angústia. Refletí muito e me questionei: “Será que está certo isso? Como será que reagirá? Talvez a sua namorada esteja com ele”. Por aproximadamente 1 hora inteira que mais parecía um ano, refletí sobre minha atitude maluca. Me sentei no meio fio e pensei em dar pra trás, era loucura! Quería muito que aquilo acontecesse mas... não podia... não era certo. Decidí que alí acabava minha louca aventura, nadei nadei para morrer na praia mas era melhor assim. Quando decidí me levantar ouví uma voz masculina me chamar a atenção: “Ei! Menina, está tudo bem?”, sentí que o chão havia se desfeito sobre meus pés. Meu coração batía intensamente, sentía que ia ter um ataque em breve se aquilo continuásse por muito tempo. Eu me encontrava de costas para esse homem. Lentamente, tentei me recompor e controlar os movimentos invonlutários de meus braços e pernas. Com as duas mãos por cima do coração, tomei coragem e dei meia-volta. Tinha certeza, era ele! Quase desmaiei de emoção, mas me controlei. Ele me olhou cuidadosamente e disse: “Eu te conheço de algum lugar... só nao sei de onde” (as fotos que mostrára pra ele eram um pouco desatualizadas, devido ao fato de eu odiar tirar fotos, tinham cerca de 2 anos). Muito trêmula e tentando achar as palavras certas para usar eu lhe disse: “Será que não sabe mesmo? Meu anjo conselheiro (eu o chamo assim, por seus divinos conselhos terem melhorado a minha vida em 1000%). Ele então começa a gaguejar algo que não compreendí e disse em tom de espanto: “Bevy!? É você mesma!?”, acenei com a cabeça confirmando que sím, então o momento que tanto esperava chegou, ele se aproxima e eu rapidamente lhe roubo um abraço forte e terno, que foi correspondido no mesmo instante. Já começando desabar em lágrimas eu lhe disse: “Não tem idéia de quanto tempo eu esperei, desejei e imaginei esse momento” dizendo isso eu aperto o abraço ainda mais, onde ele diz: “Eu também minha linda, sonhei muito com esse momento”.

Depois de um longo abraço, me chamou para entrar em sua casa. Perguntei sobre a sua namorada ele me informou que ela estaría fora da cidade por alguns dias, aquilo me deu um alívio enorme. Me sentei em uma poltrona de seu sofá, em seguida ele se senta em frente a mim e começamos a conversar:

- Puxa Bevy! Confesso que não esperava, mas foi uma surpresa muito boa, estou muito feliz.

- Fico feliz que tenha gostado. Pensei muito antes de fazer essa loucura, ambos sabemos dos poréms, mas o desejo falou mais alto, aliás, o desejo era a unica coisa que falava, qualquer outro sentímento que podería ter tido ou “falado” algo, foi abafado por esse desejo.

- Sei como é, não tem sido fácil pra mim também. Já estava ficando maluco e se não fosse você ter vindo até mim, tería ido até você. Mas escuta, e o seu pai? Contou pra ele?

- Na verdade não, mentí pra ele, dizendo que ia passar o final de semana em uma fazenda de uma de minhas amigas. Não deixei o numero dela e deixei meu celular em casa de propósito. Então não tem como ele vir atrás.

- Sei.

- Olha, estou indo embora amanhã de manhã e não quero perder mais nenhum minuto. Então te pergunto: “Está disposto a viver essa paixão louca? Mesmo que seja por apenas uma noite e nada mais?”

- Sim, mais do que qualquer outra coisa.

Quando ele disse isso, meu corpo se estremeceu. Tremía involuntaria e descontroladamente, esse desejo que se transformou em um imenso tesão, havia me dominado. Já não quería saber de mais nada, me levantei fui até sua poltrona me sentei em seu colo e lacei minhas pernas em suas costas onde minha bocetinha ainda por cima da roupa, já estava encharcada e roçando em seu gostoso membro, já bem duro e notava-se que era bem avantajado. Eu o olhava com um olhar faminto e fui retribuída com o mesmo olhar de sua parte, então eu lhe disse: “Me possua! Me faça ser sua, mesmo que por apenas essa noite. Eu te quero mais do que tudo. Por favor! Seja meu homem, meu macho! Me mostre que realmente me deseja, assim como eu o desejei todos esses dias intermináveis”. Notei que ele também estava estremecendo e ele me diz: “Minha menina, farei tudo que me pedir e muito mais, pode ser apenas por essa noite, mas te asseguro que essa mesma noite irá ficar marcada eternamente em nossas memórias”. Ouvindo aquílo, me derretí toda e já estava completamente encharcada. Então tomei a iniciativa e fiz uma das coisas que sempre quis, mas nunca pude por causa dessa cruel distância que nos separava, lhe roubei um beijo. Um beijo que ardía, era apaixonado, era cheio de prazer e luxúria, acima de tudo, era um beijo que já havia sido imaginado e desejado por ambos e que finalmente se concretizára. Eu sentía sua língua dentro da minha boca sedenta por ele, era muito experiente, sabía agradar uma mulher como nenhum outro. Com esse beijo tão apaixonado conseguí gozar pela primeira vez, tamanho era meu desejo por aquele homem lindo.

Ele percebe que eu já havia gozado e diz: “Calma minha menina, ainda temos a noite inteira pela frente, isso foi apenas uma amostra”. Aquelas palavras fizeram meu tesão varar pelo teto afora, sedenta por aquele macho eu comecei a rasgar sua camisa e a cada pedaço que descobría daquele corpo de um Deus grego, eu o cheirava, acariciava, beijava e me satisfazía cada vez mais. Depois de ter reduzido sua camisa a trapos, eu me ajoelhei diante dele que ainda estava sentado e o pedí pra levantar. Ele o fez prontamente, comecei a beijar a sua barriga e fui descendo em direção ao meu objeto de desejo, que infelizmente até aquele momento, só havia visto através de uma mera fotografía. Eu então começo a usar minha boca e mãos para tirar sua calça, que mal segurava seu imenso mastro dentro da mesma. Ele roçava a minha cara com sua pica e gemía baixinho. Depois de poucos segundos eu conseguí libertar aquela rola enorme e linda que já desejava a tanto tempo. Fiquei me deliciando com aquela visão maravilhosa, feliz da vida sabendo que sería toda minha instantes depois. Ele diz: “Humm, vou te alimentar com aquele leitinho que já me contou tantas vezes que tanto gosta”. Minha boca salivava, parecía uma pessoa perdida no deserto que finalmente encontra um oásis depois de dias de procura. Quería fazer o momento durar o máximo que desce, então eu o agarrei com minha mão direita, onde ele solta um urro de prazer, assím eu chego minha boca cheia de luxúria em direção a seu pênis que latejava levemente. Tirei a cabeça pra fora e a lambí levemente, provocando tremores em seu corpo todo, já sentía outro orgasmo invadindo minha xaninha tão carente por aquele pau maravilhoso. Deixei o desejo tomar conta, e o engolí de vez, fazendo ele perder o equilibrio de suas pernas e quase cair sentado de volta na poltrona. Ele diz: “Assim, isso minha linda, que delicía! Não para não”. Ouvindo aquilo, aumentei a velocidade das chupadas e em seguida fui retribuída por leves estocadas de sua parte. Estava faminta, queria meu leitinho que já a tanto tempo venho imaginando e salivando o sabor. Muito ofegante e quase sem conseguír falar uma palavra sequer ele diz: “Amor... tá vindo! O seu leitinho tá chegando! Quero ver você tomar tudinho minha princesa.”. Estava ficando louca, comecei a punhetá-lo alucinadamente e chupava com muita voracidade, logo em seguída sinto o seu primeiro jato, que foi muito forte e quase me fez engasgar mas não desistí e continuei a chupá-lo com gosto, eu suguei gota por gota até não ter mais nada. Ele exausto se deixa desfalecer no sofá e diz: “Linda, foi a chupada mais gostosa que já recebí em toda minha vida, obrigado! Mas agora, é a minha vez de tomar esse seu mel todo!”. Mal conseguía me conter com a propósta, ele me conduziu até seu quarto, onde removeu minhas roupas delicadamente e me fez deitar com as pernas levantadas. Começou lentamente a introduzir sua língua experiente em minha fendinha, que ainda continuava inundada. Ele lambía e chupava com gosto, mordiscava meu grelinho, beijava e tomava todo meu mel de mulher. Lentamente ele começou a introduzir um de seus dedos em meu cuzinho, que por sua vez já começou a piscar de alegria e satisfação. Não aguentando mais, gozei de novo e deixei minhas pernas descansarem sobre seus ombros.

Notei que ele já estava em ponto de bala novamente o que me deixou mais excitada, se é que isso era possível. Falei pra ele:

- Vem minha paixão, esse é o momento com que eu venho sonhando todas as noites desde que te conhecí, me faça sua por completo, eu te quero mais do qualquer outra coisa! Sou toda sua!

- Sim meu amor, eu também venho desejando isso a muito tempo e agora que posso viver esse desejo vou fazer com que seja muito especial para ambos de nós.

Em seguida, ele se deita sobre mim, me olha ternamente nos olhos e inicia um outro beijo tão ardente e apaixonado quanto o anterior. Lenta e carinhosamente começa a introduzir seu membro em minha covinha já se afogando em seu próprio suco. Quando sentí aquilo se realizando, tive outro orgasmo, assim fazendo ele deslizar pra dentro ainda mais facilmente. Quando estava todo dentro de mim, começou a estocar lentamente e não desatracava sua boca da minha enquanto o fazía. Eu lhe correspondía o beijo e começei a rebolar de acordo com suas estocadas, que passaram a ser mais rápidas e sempre certeiras. Sentía de pouco em pouco ele deixar seu lado animal tomar conta do lado homem. Quando me dei conta estava sendo penetrada em um vai e vem frenético e delicioso, sentía minha xaninha chorando de prazer e satisfação, orgasmos multiplos aconteciam a cada estocada. Gritava como uma louca e não me importava se vizinhos ouviam ou não, queria que tudo que não fosse ele se dana-se! Ele anuncia que logo gozaría, assim sendo eu o retirei da minha boceta e rapidamente me virei e comecei a chupá-lo sedentamente. Novamente, minha boca se deliciou com aquele leitinho salgado que tanto amo. Ele se desfalece para o lado e me rouba outro beijo maravilhoso que só ele sabe dar.

Depois de alguns minutos sem dizer nada, apenas muito ofegantes e exaustos. Falei que ainda não era sua por completa, faltava um pequeno orifício que ainda não tinha sido preenchido por ele. Ele rí e me diz: “Mas meu amor! Assim você acaba comígo! Preciso me recompor antes”. Ele me chamou para tomar um banho, sem pestanejar concordei na hora. Chegando lá, eu peço para poder dar banho nele para poder experimentar cada pedaço de seu corpo másculo. Ele sorrí e concorda. Eu comecei beijando e logo em seguida ensaboando suas pernas, passei para a barriga subí até os braços e depois passei pras costas. Peguei o shampoo me aproximei dele e já me sarrava em seu corpo novamente, fazendo com que ele me abraçasse e me beijasse o pescoço. Lavei sua cabeça e finalmente descí e cheguei em seu pau que já se encontrava mirando para o teto.

Aproveitando que já estavamos no banho mesmo, passei bastante sabonete no meu reguinho para facilitar a passagem de seu membro suculento. Me virei de costas pra ele e me inclinei de modo que minhas mãos ficavam escostadas contra a parede e abria minha bundinha completamente, deixando ela a mercê de suas vontades.Ele coloca suas mãos sobre meus quadris e sem mais cerimônias ele o introduz com uma estocada firme e deliciosa, soltei um gritinho mas tentei abafar porque sabía que tinha muito mais daonde veio aquilo. Lentamente ele ia introduzindo, milimetro por milimetro. Cega pelo prazer e tesão, empurrei minha bunda de encontro com o seu pinto, apenas parei quando tinha certeza que sentía suas bolas se pressionando contra minha bunda também. Ele urra como um louco e começa a estocar deliciosamente. Hora ou outra tirava ele até quase sair a cabeça e o introduzía todo denovo, ficava louca e gozava cada vez que o fazía.

Após muitas estocadas e reboladas, seguidas de tapinhas na minha bunda e muitos gemidos de ambos. Finalmente, sinto o seu delicioso leitinho jorrar dentro de mim e logo em seguida percorrer minhas pernas que se encontravam moles de tanto tesão. Ele o tira de dentro de mim aonde me viro e sugo o resto do seu leite de macho. Nos lavamos e fomos deitar. Onde conversamos sobre o ocorrído.

- Sabe linda, essa noite pra mim foi e sempre será inesquecível, obrigado... de verdade.

- Eu também me sinto da mesma forma e quería que essa noite durasse pra sempre.

Eu me viro de lado na cama, ele se aproxima e me abraça beijando meu pescoço, subindo até minha boca onde demos o nosso ultimo beijo, o qual foi tão especial quanto os anteríores, se não mais. Exaustos pela linda noite que tivemos, adormecemos. Eu acordei em torno das 4:30 da manhã, ele dormía como um anjinho ainda abraçado comígo, meu vôo saía as 10 e precisava me apressar. Cautelosamente, deixei seus braços. Vesti uma troca nova de roupas e procurei um pedaço de papel e uma caneta. Aonde escreví o seguinte:

“Meu amor, a noite passada foi tudo e muito mais do que esperava. Obrigada por tudo, de coração. Não tive coragem de te acordar pra me despedir, temo que se o fizesse iría acabar desistindo da idéia atrapalhando seus planos com a sua namorada. Apenas quero que seja muito feliz ao lado dela, pra mim isso já vai ser o suficiente para poder viver a minha vida felizmente. Confesso que tenho inveja dela, mas acima de tudo prezo sua felicidade e sei que ambos se faram muito felizes. Nunca te esquecerei, sempre que precisar de um ombro amigo... sabe onde me encontrar. Te amo meu amor! Hoje e sempre... adeus.

Eternamente sua,

Bevy.”

Deixei o bilhete na cômoda que se encontrava ao lado da cama. Peguei minha bolsa e o olhei uma ultima vez onde não resistí e cheguei meus lábios perto dos seus onde tentei imitar um beijo mas não quis mais me iludir, desistí da idéia e sai porta a fora mandando um beijinho no ar enquanto tentava não desabar em lágrimas.

Chamei um táxi, cheguei ao aeroporto e embarquei no avião. Naquela mesma tarde cheguei em casa, muito satisfeita e feliz. Relembrei cada momento com muita ternura e assim, adormecí esperando acordar novamente em seus braços.

Bom, o conto acaba aquí. A pessoa de que estou falando é real e realmente me fez apaixonar por ele, mas nunca tive a sorte de poder tê-lo em meus braços por um instante se quer, nem ao menos para poder dizer a unica coisa que me vem em mente todas as vezes que me lembro que o tenho como amigo: “Obrigada... por tudo”.

Conto dedicado ao meu amigo E. D. Lancaster aquí do site. A quem amei e amo de verdade, mas que infelizmente nunca poderei ter o seu toque da maneira de como tanto desejei. Esse é um amor proibído e impossível, não irá se concretizar dessa forma. Meu amigo, estou super feliz em saber que tomou um rumo decisivo em sua vida e espero que sua vida seja repleta de felicidades, riquezas e muita saúde. Saiba que sempre terá um ombro amigo em mim. Obrigada por tudo.

Até breve, meu querido anjo conselheiro.

Bevy.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
10/01/2013 12:17:43
adoro enfiar dedo no cuzinho otimo conto muito ecitante
19/06/2010 09:14:23
Medio...
19/12/2009 16:33:15
NOSSA ESSE CONTO É FANTÁSTICO!
21/11/2009 04:30:47
“Não tem idéia de quanto tempo eu esperei, desejei e imaginei esse momento”
19/11/2009 15:28:57
Muito bem escrito e descrito...invejável.
06/11/2009 07:47:27
MUITO BOM... PARABÉNS PELO CONTO
17/10/2009 03:14:36
Nossa o Ed realmente mexe cm todos os sentidos femininos né?? Eu li alguns comentarios e contos dele e me apeixonei tbm...mais nunca cheguei a ter contato com ele...fico feliz que vc tenha o feito... Sabe durante o conto eu ao contrariodas outras não torci por vcs,pq fiquei pensando no seu amado,mais depois qdo vi que foi uma coisa de momento e cmo ja disse antes comecei a ler seus contos de traz ora frente,sei o qto vcs se amam,e fiquei feliz cm o rumo que vc deu a história...cmo disse o Ed,vc se superou em criatividade...amei seu texto sinceramente...e torço muito pra que vc se realize sempre cm seu parceiro...espero que vc continue contando sobre vcs...e confesso que achei que o tal amigo fosse o Gal,por não ter lido antes sei la...mais sinceramente vc é mesmo explendida...não costumo elogiar mulher assim tão facilmente mais preciso dar a mão a palmatória cmo se dizem... vlw amiga! bjs
24/07/2009 16:28:48
Muito linda essa homenagem q vc fez ao seu amigo Estou esperando os proximos contos linda!!!!!!!!!!!!!
22/07/2009 01:22:17
Muito bonito o conto, confesso que assím como a Di_Ana fez eu também torcí para que ficassem juntos no conto. Sei que na vida real as chances de isso acontecer são praticamente nulas mas não deixa de ser um conto bonito e comovente. É um pouco triste no final, até me fez quase chorar pra ser sincero. Você é minha musa inspiradora e espero quem sabe um dia poder revê-la novamente. Eu sonho bastante mas para que algo se torne real, tem que se sonhar primeiro. Te quero muito bem viu? Vou te mandar um e-mail pra saber como chegou. Beijos B. você é demais!
24/06/2009 01:58:10
It is so nice of you to leave me a comment in English! I really appreciate that! It's so thoughtful! I am glad that you liked the story. I never actually met my true love but we are really good virtual friends and for now that has to do it for me. He helps me with all my hardships so I am very thankful to have him in my life, even if through a computer. Anyway, I left you a comment on your story. Check it out when you get the chance. Once again, thank you! - Bevy
23/06/2009 20:07:49
I loved your story, but it is hard to believe you are American. I would like to write in Portuguese as well as you do. To kill your curiosity I wrote the story about the teacher of philosophy. When you have time, give me the honor of his criticisms.
28/05/2009 23:56:40
Cara Di_Ana, agradeço de coração pela torcida! Eu mesma já torci várias vezes por esse amor impossível mas infelizmente nunca se realizou. Quem sabe um dia, não é? Amei o elogío de paixão e fico muito feliz que tenha te encantado dessa forma. Tenha uma ótima semana. Mais uma vez, obrigada. Até. - Bevy
28/05/2009 20:59:30
Que conto delicioso... até fiz torcida pra que vcs ficassem juntos! Encatadora, vc sabe encantar teus leitores e, pra mim, está entre os melhores daqui. bjs
23/05/2009 01:46:36
Cara Loirita. Fico feliz que tenha gostado, e agradeço pelo elogío, são pessoas doces como você que me incentivam a escrever mais e mais. Tenha um ótimo final de semana. Até.
22/05/2009 22:21:43
Bom Adorei ...
22/05/2009 18:06:34
Val ADOREIIIIIII acho que é um dos melhores contos que ja li,tambem vivo um amor platonico porem o meu ja dura 3 anos.e acho que ainda não vou conseguir satisfazer me. parabens
18/05/2009 00:46:52
Nossa ZE! Esse cha das 5 tá me parecendo coisa de filme! Fiquei toda empolgada ao ler sobre as coisas que quer preparar para o mesmo! Tudo de bom! Conheço a louças de porcelana inglesas e realmente são carissimas mas sim, merecemos sem duvidas. Caramba! Sempre quis aprender a fazer bordado mas inflizmente, nunca tive paciência e sinceramente minha coordenação motora não é lá essas coisas. Conheço o "Sitio do Pica-Pau Amarelo" sim! Se não me falha a memória tinha um programa de TV sobre o mesmo mas acredito infelizmente nunca ter lido os livros. Sem sombra de dúvidas conseguiu me alegrar sim! Obrigada de coração querido. Amo esse seu carisma todo, essa energía que você passa quando conversa com os outros, é uma sensação gostosa. Saiba que nunca serás incoveniente. Amigos são bons a qualquer hora. Como meu amado costuma dizer: "The only right time for happiness, is all the time". Sim ZE, ele é lindo de mais me tira o fôlego, mas mais importante que isso ele é ainda mais lindo por dentro. Mal consígo aceitar essa cruel distância que nos separa mas tem que ser assim, então é bola pra frente e rezar muito para que ele seja muito feliz, para mim isso é tudo que importa. Não se preocupe em puxar este assunto, amamos muito ele e falar coisas boas dele não devería ser martírio algum para nenhum de nós e sim uma dádiva. Bom, vou ficando por aqui ZE, meu amado já está dormindo mas não quero que dê falta de mim na nossa cama. Escuta, se quiser entrar em contato comígo me mande um e-mail: . Até mais querido, obrigada pelo carinho.
17/05/2009 23:08:55
Val? nao quiz dizer nada no comentario acima,mas....ai como ele 'e lindo nao?? me perdoa por puxar este assunto mas nao me contive...ai Val !! me ajude Val! encoste sua cabecinha no meu ombro e chora... e outra musica antiga mas tambem fala direto ao coracao.. bjs ze
17/05/2009 23:05:31
Oi Val! nosso cha das 5 vai ter o cha, claro, torroes de acucar bem branquinho,as loucas de porcelana inglesa... vitoriana, e' aqueles sabe? da Rainha Vitoria e Principe Albert, decorados com rosas cha? conheces? aqui no Casco e outras lojas chiques se vende e sao carissimos, mas nos merecemos nao?? se gostares faco ''beijinhos'' "bom bocados"" '' papo de anjo"" 'sagu"" ( com abacaxi ou lima, ou cerejas como gostares"" '' bolo de fuba, com creme de queijo no fundo"" '' ameixas recheadas com coco branco ou queimado"" ''sequilhos'' ''biscoitos de polvilho"" etc etc viu? que moca prendada que sou?? e os meus bordados ''rococos' entao?? minina, faco cada um!!! lindos, quando vier pro cha vou te dar umas toalinhas de linho branco com ponto cruz, divinas ou entao aquelas de croche uma de cada tamanho sabes?...Val ? ja leu as obras de Monteiro Lobato ? as infantis? O sitio do Pica Pau Amarelo? As reinacoes de Narizinho? A Emilia? Dona Benta? Tia Anastacia? se nao leu leia, se leu ''releia'' eu releio sempre e e' de la que tiro muitas ''inspiracoes'', receitas de bem viver, humor, alegria, etc etc fui criado lendo estas historias ( a do Saci Perere entao!!) Cuca, ai meu deus a Cuca vem pegar ai ai ai, viu de onde tiro meu bom humor? Val? ao ler seu comentario do meu comentario notei uma certa melancolia ??''' que beijinho doce.., foi ela que trouxe de longe pra mim... um sorriso dourado e um amor sem fim.... saudades palavra triste quando se perde um grande amor, voce nem se quer se lembra deste sofredor.... sao versos de musicas populares brasileiras e lindas e falam direto ao coracao... Val? quiz te alegrar!! atingi meu objetivo?? espero nao estar sendo incoveniente de vir esta hora, mas para amigos tem hora?? um abraco apertado e um beijao no seu coracao.....ze te cuida amiga
17/05/2009 16:23:35
ZE BUSCAPE saiba que já conquistou um lugarzinho especial em meu coração. Eu estou bem sim graças á Deus. E você? Qualquer dia desses passo ai pra tomarmos esse chá das cinco que tenho certeza que será divino. Fofocar dele pra mim sería um passo tempo muito bom, tudo que faço é pensar nele de qualquer forma. Falar sobre ele então, nem se fala. Somos unidas sim e com certeza temos um belo algo em comúm. Estou morrendo de saudades dele, mas tenho que me controlar. Beijos querido, tenha um lindo Domingo e uma semana repleta de muita harmonia e felicidades. Até. Bevy.




Online porn video at mobile phone


porno.bunda.na.cara.xeroza.perfumadaconto erotico huntergirls71anitta trazdo badido 2017XVídeos mulheres das colchão na toda gostosa charmosa mas funcionachupou a b***** da velha gorda e ela pirouai meu cu tira esse pau tá doendo tiroteio loucoxvidios gay os surubeirosesposa dando o cu pra doisconto eróticosAliviando os funcionarios contos eróticosconto erotico mendiga novinhaww xvideos gordinha fiudentaucontos picantes de amor gaysprono medico tira vigidade ñovihasexo porno fui no meu ginecologista ao abri a perna ele me chupou todinha deliciaxvideos cazero.chuponas. coroa. sebosaconto erotico futebolxvideo negras espiando upadrastoXVídeos chifrudo um negao na minho portarabudas brasileiras pedio arego no cu pitudosfilme completo eurotico a preta cracudaporno pasando a rola na mulher do corno no onibosvideos de sexo filhas gemiase paiflagrei minha tia dormindo de sorte largo pornofilme meu irmao me deseja fudermetessao pai e filhaxxxpastorasmulher de biquíni dançando para homem dança sexual esfregando a x***** nelevideo porno esposinha no cuinguenovinha bucetuda perdendo a virjidade .com namorado bem dotadoaribjr/escritorporque quando fico peto da minha amiga eu fico coms calsinha toda molhadinhamae pede pra filha rasga cu dela com cinta peniana monstroXvideo/deixei o cara encoxar a piroca e gozar "ônibus"pornhomem gozanfocontos de corno amates bemdotado rasgado a bucetinha da mulhe na frente do maridocontos btincando esconde com a novinhaVamp19-O Doce Das Suas Veias-24 . CASA DOS CONTOSxvídeosbuceta da linguonameu cachorro lambe minha caucinha nas minnha coxaslevei minha vizinha madura pra praia contos pornoMinha esposa virou putaXvideo sacolinha da bundonamtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1corno frouxo contoSexo real moca falando olha isso seu pau muinto grosso aiai pai pega filho comendo a mae porno cnccContos me foderam muito por perder a apostachateou a amiga até ela dar o cu vídeo amador mobile mulher gosou no pau do cara quee iscorreumulher pingando leite d peito dentro d buceta doutra vídeosMulher enfregrando a rola do jumento na bucetacontos eróticos menina no esconde escontequeru ver filmi u pai tentano come afilha di dozi anu em cuantu a maedormicasaraoxvideostravicante levo novinha no casacontos eroticos da mulher vxs negao dando o cuFêmea se deliciando com dorso masculino irmaos fodendo enquanto a irma dormi seu irmao n resizte e como a busetinha da irma e a sua irma amando a rola do irmaodoce nanda parte cinco contos eroticosvidioporno de meninas que noa guento pau no cu e nerrocontos eroticos. bi femininoguei era so a cabesinha mais o negao empurrou tudonovinhas gostosas brincando desafio tomar banho de camisola ou pijamaDespertando O Amor em um Brutamontesparte 2: casa dos Contostio tira vingidade denovinho dormindosexo anal magrinha moises pornodoidoconto erotico casa da comadreencostadinha na cunhadaporno familia jurássicaxvideos calibrosascoroasnlobanhosaPUNHETAS COM CARALHOS GROSSOS E LARGOS X VIDEOConto erotico 25cm grosso na colega de escola a forcaxvideo porno filme erotico de traisao esposa infiel traino com melho amigocontospono aprimiravezfamilia liberal conto eroticocontos eroticos sobre eu virgem com minha amiga e um vibradomundobichacavaloContos eroticos chantagiei e chupei minha maninha eu chorei pedi pra parar mas ele metia contocomisario de bordo pauzudo gay bebezão putãoMarido saiu potrabalho video porno novinhs tranzando pela primeira vesbuceta gostosa no inatingível elas dandoChinguei minha sobrinha de vagabunda ea visinha daquero ver um vídeo da Cidade de Areia do interior boyzinha de lápegeuei a sogra velha ia mulher pegoo caralho era tao grande e grosso que quase desmaiei com ele dentro do cuHistória de sexoem que filho foi passar protetor na mãe,acabou comendo ela ,contos erótico dei a xoxota para irmaomete essa piroca noeu cu mim arba porno doidoContos eroticos elacareca peladanegro roludo cabecudo comendo menino loiro goaando dentro video amadorzoofiliacontos erótico um gorilatirei sangue do c* da noiadacontis eroticos incesto faxina em familia