Perdi o cabaço com a maninha (continuação)


Um conto erótico de Power
Categoria: Heterossexual
Data: 11/06/2008 15:35:49
Nota 8.70

Bem, como terminei o pimeira parte desse evento,

depois daquela noite nunca mais foi a mesma coisa, entre eu e minha irmã.

Ela não me olhava no rosto, quando tinha alguem da familia por perto, mal falava comigo, e eu fiquei na minha, pois não tinha certeza que queria continuar com aquilo, ou queria esquecer que aconteceu, oque é claro, não consegui.

Daquela primeira vez, passaram-se meses, naquele clima, mal nos falava-mos

Ela evitava, ficar sósinha comigo e essas coisas.

Até que um dia, nosso pais alugaram uma casa na praia, para um final de semana.

Na sexta a noite partimos pra lá, para voltar no domingo, eu lembro que fui de pau duro daqui até lá, só de pensar que iria ver aquele rabo gostoso de novo só de biquine.

Quando chegamos na casa, já éra bem tarde em virtude do transito, arrumamos as coisas e fomos dormir, eu pra conseguir tive que bater uma punheta.

Pela manhã éla acordou já botando fogo na minha cabeça, colocou um shortinho,

e a parte de cima do biquine, e desfilava na minha frente, pra lá e pra cá,

e eu tentando arrumar coragem, pra chegar nela e dizer que eu tava louco de tesão por éla de novo, como éla me fez dizer a primeira vez.

Mas éla não me dava chance, nem olhava pra mim direito.

Então a tarde fomos para o mar, todos nós, ela colocou uma canga branca, e um biquinizinho minusculo, que até nosso pai desaprovou, ele disse que éla havia comprado ele na sessão infantil.

Na praia então não havia homem que passava e não comia com os olhos, era uma loucura, e o pior é que éla sabia que éra gostosa, e fazia de proposito.

Já eram umas 17:00h quando resolvemos ir pra casa, e minha irmã quis ficar mais um pouco, e foi a primeira vez que senti ciúmes dela, eu não queria que éla ficasse alí sosinha, mas não adiantou, éla ficou assim mesmo.

Já passavam das 19:30h e ela aínda não havia voltado, e minha mãe então, resolveu me pedir pra ir buscala.

E eu mais doque depressa fui, chegando lá não a vi, ela não estava no mesmo lugar em que havia ficado quando fomos embora, e aquele sentimento de ciúmes começou a me corroer por dentro, comecei a procurala por toda a praia, pelos quiosques, pelas guaritas por tudo.

Ate que reconheci aquela canga branca, ela estava sentada em um barzinho, na beira da praia com um cara, que eu não conhecia.

Fiquei enfurecido com aquilo, mesmo sabendo que éa errado, fui até lá, e chegando lá fui dizendo:

__Qual é a tua hein!

tá todo mundo preocupado com a tua demora!

E o cara, que já estava meio tonto, pois eles estavam bebendo cerveja, disse:

__Qual é a tua de falar assim com ela, não tá vendo que éla esta acompanhada!

E eu naquele momento, fiquei cego de raiva e parti pra cima dele, com uma cadeira que estava alí.

Ela então interviu, a meu favor, e me afastou dali, porque com certeza eu iria apanhar, o cara éra bem maior que eu.

Saímos então dalí, e seguimos caminhando pela beira da praia, e naquele momento de adrenalina, eu disse:

__Porque tu tá fazendo isso comigo?

Ela:

__Fazendo oque?

__Desde aquela noite que aconteceu aquilo, tu não fala mais comigo.

__Falar oque, não tem mais oque falar, tu queria eu te dei, e acabou alí,

ou tu pensou que eu iria ser tua namoradinha, me poupe!

Então fomos pra casa, chegamos la como se nada tivesse acontecido, ela disse pra minha mãe que havia se perdido e eu confirmei.

Depois do jantar, meus pais saíram pra dar uma caminhada alí por perto, pra ver uma casa que estava pra vender, e minha irmã foi pro quarto dela.

Derrepente ela me chamou:

__Tu pode colocar a temperatura do chuveiro no quente pra mim?

__Claro!

Fui até o banheiro, e ela estava enrolada numa toalha, prontinha para o banho,

e eu ja fiquei de pau duro.

Mudei então a temperatura do chuveiro, e fui saindo, quando ela me chamou.

Quando olhei pra tras éla estava com a toalha aberta, e disse:

__Olha bem, pra ti não precisar espiar, e bate aquela punhetinha pensando em mim tá.

Ela disse aquilo e me mandou sair, com aquela cara de deboche que só éla tem.

Mas eu não estava comformado com aquilo, eu queria fodr éla de novo, e aquela éra minha chance.

Saí do banheiro, calmamente, feichei a porta e caminhei até o meio do corredor, e então voltei tirei a minha roupa, e lentamente abri a porta do banheiro, e por sorte ela estava de costas, e não ouviu nem viu eu entrar.

Caminhei pé por pé ate éla e preparei o bote, tinha que ser agora que estavamos sósinhos, e então eu ataquei.

Entrei embaixo do chuveiro, pelado e de pau duro, pensei que ela faria um escandalo, mas me enganei, ela não fez nada, apenas encostou as mãos na parede e me disse:

__Vai ter que ser bem rápido, daqui a pouco eles estarão aí!

E eu sem perder muito tempo fui puxando éla pelos quadris e ajeitando meu pau naquela boceta, e colocando do jeito que éla gosta com força.

Fodi ela ali mesmo, e a tesão éra tanta que gosei bem rápido.

Depois de eu gosar éla virou pra mim e disse:

__Quando eles forem dormir, tu vai la no meu quarto porque eu tambem quero hoje!

E então fodemos aquela noite quase toda, no outro dia eu não conseguia nem caminhar direito.

E dali pra frente, cada um levou sua vida normal, aconteceu outras vezes, hoje éla é casada tem um filho, que não é meu é claro, eu tambem sou,

o ano passado eu a comi na festa de aniverssário de um primo nosso,

éla estava meio tonta e o corno do marido dela me pediu que a levasse pra casa.

Agora faz tempo que não temos contato, mas contando essa estória pra vocês,

me deu uma enorme vontade de ver ela.

FIM

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
03/01/2010 01:05:58
Cara, eu nunca pararia de fuder minha irmã se conseguisse comer pela 1 vz.
29/04/2009 20:35:54
natydotitio se isso e verdade por que vc não co ta pra nos como foi sua primeira aventura ?? ... ] há e otimo conto
11/04/2009 16:42:53
eu particularmente respeito muito meus irmnãos muito mesmo tenho eles com meus pais mas, não tenho nada contra quem fas, cada um fas da sua vida o que quer, amei queria ter lidoa primeira
28/12/2008 23:26:52
Ótimo conto. Nota 9 para os dois.
18/12/2008 01:16:23
muito bom!
16/10/2008 19:42:32
Bom conto
11/06/2008 17:46:53
Muito bom, está bem contado.Antes a minha irmã agia assim também, mas agora estamos casados e temos até uma filhinha e a sociedade nos aceitou nos amamos muito demorou mas estamos juntos pra sempre.
11/06/2008 17:44:39
Gostei dessa história com a sua maninha. Conta mais pra gente. Está muito excitante...




Online porn video at mobile phone


Contos eroticos com donas de casa que foi arrombada pelo cunhado pirocudomultidão contos eroticoscontos erotico,meu genro me enrrabou dormindoresumo sobre amametacao e ordenhade leite xvidei.com fotos de cu gay gg caserascontos sou um rainha do analxvidio de padrasto comendo. a imtiadameucusinhocontoscontos eróticos pular pulasexo dedada chulcontos eroticos sou viciado num cuzinho de machocasa dos contos eróticos patrão e empregadomagrınha nosexoxvideo gay bigdotado comendo o amigo na matavideos porno para ver agora mae de 25 anos gostosa aproitar q a filha sai e esfrega mo genrocontos eroticos estava frio di o cu pra esquenta mas nao sou gayContos eroticos gravida evangelicamulher branquinha r***** com a b***** grande espelhinho pretinhoporno caseiro dupla penetraçao ela fica brava porque doeu o cu:carolzinha santos baixinha ruiva gostoza fodenoHOMEM FUDENOCADELA em artof zoocontos eroticos comi a bundinha da menininha do balepornodoido coitada nem sabia que ia da o cu amadotia camisola sem sutiacopilado dormindo de conchinha com a mae pornodoidoporno gay chegando de viagem com saudade do namorado mundo bichacoroa barrigudo muito tatadao cpmendo viadinhouma japonesinha muito novinha demais minha tomando banho padrasto ver ela peladinha novinha demais virgem era virgem peitinho pequeno demais peiteira é muito novaconto erotico dormindo e encoxada por estranhoMinha tia fez boquete pra mim relatomistisinha teen levando no cu e cagando Contos eroticos a neta da vizinhacontos eroticos maduras negras peludasSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhateens paus cabeçudos grandes gozando fortes jatos porracontos fantasias anal pinto monstroEu e meu namorado fizemos sexo na salaso vidio maquinasexitodas gislaine postou buceta zapCONTO EROTICO: MINHA TIA TURBINADAbuctao tod c gazandcontos meu patrao invocou com minha mulher contos eroticoscontos sofia cobre a sandrine pra mim papaihttps://zdorovsreda.ru/texto/201601591putas peludas coxudas de calcinhas transparente fodendo xvideosxvdio chinezarpodólatra xvídioconto gay contei pra ele que queria dar pra ele"ver la feliz" casadoscontos.com.brxvidios homens do pau grande metendo com pressão e elas debruço e gozando dentropca groca cabecuda gozando dentro video pornoJackson goiaba XVídeos gaycontos eroticos meu pai aloha a rola no meu cuzinhoSwuingxvideosxxvideo as cordeirinhascontos eroticos casada lacrimeja de dor no cúsogro pega intiada dorminosexowww.xvideos novinhas dando um emprevisto pra fodercontos eróticos minha esposa benzido pelo pai de santonovinha bate punheta para o cunhado por R$10,00conto erotico de nora e sogro acanpandocontos eróticos gay fui transformado em putinha e fizeram dupla penetração no meu cuzinho e me arrombaramcontos eroticos com nerd tristonhoquero ver o vídeo de pornô a massagista dando a massagista dando massagem na coluna lombarporno gay magrelo sentando em duas rolas penetraçao dupla mundo bichaconto comi um cu cheio de cabelo e fedorentoWwwx vidios .con amulhe da buceta maio do mudorpornor doido homem batendo poletafilme homem com pinto enorme fofe mulher vigembumbum de menina contos eroticosmulher enfiando um pepino enorme na buceta fazendo barulhoVideo de porno com puta de 19 Anos video de 01h00contos eróticos inversão a minha irmã comeu o meu cuzinhovideo mendingas sentando na cabeceiravídeos caseiro noiada no anal dói não doxvideos dandara vc anittacontos bdsm enfiei uma agulha nos meus seios