Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Chupei as bolas dele e subi pro pau

Um conto erótico de Kara
Categoria: Homossexual
Data: 06/07/2007 01:13:00
Nota -
Assuntos: Homossexual, Gay

X tem cabelos encaracolados, castanho-claros. É forte, mas não magro. Um tanto robusto, mas sem barriga. Tem uns 19 ou 20 e poucos anos. Nunca perguntei-lhe a idade. X sempre vinha acompanhando um amigo comum quando, em alguns sábados, nos reuníamos, assim casualmente, pra jogar conversa fora, falar sobre coisas sem importância, no pequeno sítio em que eu morava. Estudava à noite, ainda 2o grau, e de dia tratava de plantas e alguns poucos animais domésticos. Havia uma cabana de três cômodos nesse sítio e, nos fundos desse terreno, entre árvores e alguma capoeira havia uma construção inacabada de uma pequena casa de 4 cômodos. As paredes estavam levantadas, o telhado posto, mas sem portas, janelas e havia restos espalhados de areia e alguns tijolos aqui e ali. A maior parte dessa areia ficava no que seria o quarto, no meio da construção. Disse, quando pude lhe falar reservadamente, sem que o amigo comum soubesse, pra que X passasse lá um sábado desses, lá pelas 6 da tarde, no escurecer do dia, e que queria lhe falar coisas que poderiam ser importantes, talvez lhe indicar um trabalho, já que ele só estudava também, enfim, disse-lhe que poderia ser legal pra ele ir lá pra conversarmos. Mas achava que ele não iria levar a sério, já que quando lhe falei pareceu-me meio desconfiado, como que desaprovando minha idéia. Mas um sábado, quando estávamos rindo os três, papeando, ele chegou-se a mim e disse: “olha, venho hoje contigo praquela conversa”. Apenas fiz que sim com a cabeça e continuamos conversando e rindo. Isso foi pela manhã. Com a noite feita, umas 6h30 aproximadamente ele chegou. Disse a ele que queria lhe mostrar uma coisa e pedi:

— Vem cá! Quero te mostrar algo!

— O que é? — perguntou.

— Vem ver! — disse eu.

Fomos em direção à construção, entre árvores, céu ainda azulado pelo crepúsculo. Chegando lá sentei-me em uns tijolos soltos e disse a ele que sentasse também.

— Não é legal ficar assim, só ouvindo grilos e sem pensar em nada?

— É! — ele disse, meio rindo.

Acho que ainda não tinha notado meu pau em processo de ereção por baixo de uma bermuda de tecido fino.

— Tu tens batido muita punheta? — perguntei-lhe à queima-roupa.

— Normal... — disse ele. — Só o normal. — completou.

— Vamos ver quem consegue bater mais? — desafiei, já me aproximando dele. Aí notei que ele também já tava de pica afiada, dava pra ver pelo short fino que usava. Botei meu caralho pra fora. Estávamos à meia-luz, já que havia um poste às proximidades e na construção não havia iluminação nenhuma. Comecei a punhetar. Olhei e notei que o caralho dele também tava duro. Dava pra ver sob o short. Me aproximei dele, abaixei-lhe o short e a cueca até os joelhos e a pica dele, mediana, nem grossa nem fina, saltou pra liberdade. Ele continuava sentado e só me olhava cinicamente. Peguei então o pau dele e comecei a punhetá-lo com a mão direita. Tava bem duro. Caí de boca na cabeça do caralho. Lambia desde a ponta até as bolas do saco. Chupei o saco dele e subi pro pau, chupando-o de alto a baixo com gosto. Quando o pau dele começou a babar um liquidozinho transparente, aí que eu chupava mesmo. Ele gemia de vez em quando e já tinha se entregado. Ele não agüentou muito e gozou. Deixei ele esporrar na minha cara, dando um gemidinho. Esperei ele se recuperar da gozada uns 10 minutos e tirei minha roupa, ficando só de camiseta. Agachado, perto dele, os dois paus duros de novo, peguei a mão dele e levei até meu cuzinho. Eu tinha me preparado. Tomara banho e tinha lubrificado o cu com um creme. Ensinei ele a passar o dedo no meu cu e estremeci de prazer. Ele notou que eu gostava e se preparou pra me penetrar. Fiquei com as mãos na areia, meio arqueado, as pernas meio esticadas, esperando. As mãos dele seguravam minha cintura com firmeza. Senti a pica dele dura na entrada do cu. A cabeça do caralho querendo entrar. A lubrificação do cu foi o bastante pra que aquele caralho começasse a me penetrar devagar e cada vez mais dentro. Sentia o pau dele entrando, me alargando, entrando mais e mas e saindo quase todo de dentro de mim e pedia:

— Mais! Isso! Isso! Não pára!!!

Senti quando ele gozou com a pica atolada até as bolas no meu cu. O prazer dele, em forma de líquido morno, escorrendo pela minha bunda. Ele então retirou o pau ainda duro e foi sentar-se nos tijolos e me olhava cinicamente, dizendo: “Valeu! A gente tem que repetir isso!”.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
Ru
09/07/2007 15:51:59
Foi um bom conto !!!! e vcs repitiram ??? conta
06/07/2007 10:25:18
Gostei do conto! E ai repetiram? Conta p gente.




Online porn video at mobile phone


contos eróticos meu cunhado pausudo mi arronbou todos os buracos Contos eroticos elacareca peladacontos e encoxada na igrejaa cadela aguenta meu pau todinho zoofiliamarido pega mulher.trazando com oltro Mãe e filha dandoxvideo o presente de aniversário do papai "mulher que eu amo" casadoscontos.com.brgostosa safada trepando dms ta pika dura pornodoidocornos de belem porno contos 2017metendo na salgadeira bundudaconfissoes de siririca de freirahttp://www.bookess.com/read/15804-coletanea-ele-ele-primeiras-vezes/ Comentáriosminha madrasts mim falou qr pica contox video mulher amarra o penis do marido com negocio transparente e da pro negaovideos pornô de incesto madrasta de fio dental no quartonivinhas bebê tambem da cu vidioxvideos com mulheres seios fragidosbucetinha novinha estralandoxvideosContos eroticos gays ovigia negro dotadoincesto com meu vô contosTia Selma o sobrinho já com rabo de fora vídeosContos de cochoro que estorou o cabaco da donaVamp19-Contos O Doce Nas Suas Veias Capitulo 10xexoc calcinhas brancas mulheres bucetudasvideo porno marido enbebeda aesposa chama o amigo para aproveita com seu pauzaocontos eroticos gays o principe roludovideos sexo incesto filha reda calcinha pro papai fude elafilho chupa mae dormindo vifeo gratiscontove porno co ome cumeno amante e a filha da amanteXVídeos cuidadora se dando mal com as presasConto erotico sou madura e greludarelatos eroticos de maeminha mae so' andava de roupao contos eroticoscontos eroticos você gosta de cu entao descabaça logo incestoPorno gay Homem chama encanador para olhar o tetovideos de novinhas perdendo o selinho e chorando na hora que o pau entra na bucetinha viagem delaszoophilia racas de cachorros e o tamanho de seu penisvídeos porno metendo na minha tia depois do carnavalconto erotico huntergirls71rapasjovem pao grande groso gozandoXvideo realisei minha vondade de der dois paus sopramim um infiado no e outro na buceta trai meu marido vou contar como foinovınha dancando de short xvıdeoseu e meu esposo somos crentes e ele pediu para eu dar o cu para outro,contosconto erotico espiando tio tomar banhoporbodoido papel de paredeForcei minha mae e ficar nua conto incestoeu no sor caderante queria espermentar sexo com um caderantepornodoido transex deu pramimrelatos de minha sogra e muinto greluda e pentelhudaSexoloucoanimalmulher e homem tirando a roupa da mulher Valendo Nada superar chupando priquitowww.videos de fodas noiva deixo o cachorro bem dotado fuder fua bicetaxiriricas so com gatas turbinadasporno garota extuprada dotados cupolicial fudendo com mulher que levava drogas na bucetacontos/vendi meu cu virgemvidio porno de mulhe de 70a75 quilocontos eroticos gay x negao 40cmcontos eróticos de loirinha dp interracialsogra da cu p genro p nao engravida delexisvido mai di bikiniXVídeo as panteras disfarçada de bombeiro transando muitocontos dei p meu chefeBaixinhas tesudas d 4contos eroticos coroa casada rica leva de presente para sua amiga coroa casada um pau enorme de borrachaXsvideos patroa levando surra de cinta nuaporno garota extuprada dotados cumeu genro quer comer meu cuRelatoa erodico de geyse arruda contando como.perdeu a vingidade do.buceta e do.cuzinhocontos/armei pra minha eposa certinha com um dotadoporno empurrou de uma vez que ela pinotouMeu marido viaja e eu viro putabuceta da novinha tufadinha bucetao deitado de ladogostsona dando o cu pro negao roludo egritandomeu filho depilou minha cona.contos eroticosconto erotico viado afeminado chora na piroca do negao dominadorww.xxporno minha irma dansando cano não aguentei e comi elaMamando o caralho do vovo contoseroticossadomasoquismo c arrombadas e peitos esmagadoscontos eroticos madando foto pelada pro irmaoadoro uma rola gg me rasgando contosmulheres que fuma charuto e souta fumassa na rola do cara ate goza asseste videorelatos sexo chupando irmazinha 8 aninhos ate gozarguia de como fuder cadelasburaxada..na..coroa..bundudao tarado do negao quis enfiar no meu olho enrugadocontos heroticos cao doidao para chupar a donacontos eróticos ai meu cuzinho tá rasgando seu pau é muito grossoporno família favelamulher com a buceta estorada de da pro coloso groso