Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

Chupei as bolas dele e subi pro pau

Um conto erótico de Kara
Categoria: Homossexual
Data: 06/07/2007 01:13:00
Nota -
Assuntos: Homossexual, Gay

X tem cabelos encaracolados, castanho-claros. É forte, mas não magro. Um tanto robusto, mas sem barriga. Tem uns 19 ou 20 e poucos anos. Nunca perguntei-lhe a idade. X sempre vinha acompanhando um amigo comum quando, em alguns sábados, nos reuníamos, assim casualmente, pra jogar conversa fora, falar sobre coisas sem importância, no pequeno sítio em que eu morava. Estudava à noite, ainda 2o grau, e de dia tratava de plantas e alguns poucos animais domésticos. Havia uma cabana de três cômodos nesse sítio e, nos fundos desse terreno, entre árvores e alguma capoeira havia uma construção inacabada de uma pequena casa de 4 cômodos. As paredes estavam levantadas, o telhado posto, mas sem portas, janelas e havia restos espalhados de areia e alguns tijolos aqui e ali. A maior parte dessa areia ficava no que seria o quarto, no meio da construção. Disse, quando pude lhe falar reservadamente, sem que o amigo comum soubesse, pra que X passasse lá um sábado desses, lá pelas 6 da tarde, no escurecer do dia, e que queria lhe falar coisas que poderiam ser importantes, talvez lhe indicar um trabalho, já que ele só estudava também, enfim, disse-lhe que poderia ser legal pra ele ir lá pra conversarmos. Mas achava que ele não iria levar a sério, já que quando lhe falei pareceu-me meio desconfiado, como que desaprovando minha idéia. Mas um sábado, quando estávamos rindo os três, papeando, ele chegou-se a mim e disse: “olha, venho hoje contigo praquela conversa”. Apenas fiz que sim com a cabeça e continuamos conversando e rindo. Isso foi pela manhã. Com a noite feita, umas 6h30 aproximadamente ele chegou. Disse a ele que queria lhe mostrar uma coisa e pedi:

— Vem cá! Quero te mostrar algo!

— O que é? — perguntou.

— Vem ver! — disse eu.

Fomos em direção à construção, entre árvores, céu ainda azulado pelo crepúsculo. Chegando lá sentei-me em uns tijolos soltos e disse a ele que sentasse também.

— Não é legal ficar assim, só ouvindo grilos e sem pensar em nada?

— É! — ele disse, meio rindo.

Acho que ainda não tinha notado meu pau em processo de ereção por baixo de uma bermuda de tecido fino.

— Tu tens batido muita punheta? — perguntei-lhe à queima-roupa.

— Normal... — disse ele. — Só o normal. — completou.

— Vamos ver quem consegue bater mais? — desafiei, já me aproximando dele. Aí notei que ele também já tava de pica afiada, dava pra ver pelo short fino que usava. Botei meu caralho pra fora. Estávamos à meia-luz, já que havia um poste às proximidades e na construção não havia iluminação nenhuma. Comecei a punhetar. Olhei e notei que o caralho dele também tava duro. Dava pra ver sob o short. Me aproximei dele, abaixei-lhe o short e a cueca até os joelhos e a pica dele, mediana, nem grossa nem fina, saltou pra liberdade. Ele continuava sentado e só me olhava cinicamente. Peguei então o pau dele e comecei a punhetá-lo com a mão direita. Tava bem duro. Caí de boca na cabeça do caralho. Lambia desde a ponta até as bolas do saco. Chupei o saco dele e subi pro pau, chupando-o de alto a baixo com gosto. Quando o pau dele começou a babar um liquidozinho transparente, aí que eu chupava mesmo. Ele gemia de vez em quando e já tinha se entregado. Ele não agüentou muito e gozou. Deixei ele esporrar na minha cara, dando um gemidinho. Esperei ele se recuperar da gozada uns 10 minutos e tirei minha roupa, ficando só de camiseta. Agachado, perto dele, os dois paus duros de novo, peguei a mão dele e levei até meu cuzinho. Eu tinha me preparado. Tomara banho e tinha lubrificado o cu com um creme. Ensinei ele a passar o dedo no meu cu e estremeci de prazer. Ele notou que eu gostava e se preparou pra me penetrar. Fiquei com as mãos na areia, meio arqueado, as pernas meio esticadas, esperando. As mãos dele seguravam minha cintura com firmeza. Senti a pica dele dura na entrada do cu. A cabeça do caralho querendo entrar. A lubrificação do cu foi o bastante pra que aquele caralho começasse a me penetrar devagar e cada vez mais dentro. Sentia o pau dele entrando, me alargando, entrando mais e mas e saindo quase todo de dentro de mim e pedia:

— Mais! Isso! Isso! Não pára!!!

Senti quando ele gozou com a pica atolada até as bolas no meu cu. O prazer dele, em forma de líquido morno, escorrendo pela minha bunda. Ele então retirou o pau ainda duro e foi sentar-se nos tijolos e me olhava cinicamente, dizendo: “Valeu! A gente tem que repetir isso!”.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
Ru
09/07/2007 15:51:59
Foi um bom conto !!!! e vcs repitiram ??? conta
06/07/2007 10:25:18
Gostei do conto! E ai repetiram? Conta p gente.




Online porn video at mobile phone


corno tomou leite corno contosver transa degays adolecente .young pporno videoendoidando homem com cheiro da bucetagravida com a buceta gosmentanovinha cappcomendo a irmã moeda meu irmão gostoso ela geme na vara XVídeospodólatra xvídiocomendo uma bunďa lisinhagozando na bócá da negra casadaxvideos gostosas levanda trepicastransei com meu corno com a buceta cheia de porra de outro contocontos eróticos fiz sexo por acaso com minha tiaSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhaf****** a b******** lisinha amarrada de perna aberta brasileiranao sou gay mais qr pica no cu contopriquitinhos sentando se peno no pal grandecontos domestica me viu to cando pueta em familiapirocudo gozando dentropor tras da paredeas mulheres mais tratante do pornô de fio dentalfeminizaçao esposa cu grosso contomodelos piricudoscontos vadia humilhada sexo grupalConto erótico interacial largando o esposo para viver com amante negroContos eroticos em presidioswww.xvideo.com, tio pega subrinha de supresa e fodd seu cuzinhoanordestina nao gostou porque gozou dentrovideo amador priminha novinhalinda do peitao dormiu com primo ese asutou com ele batendo punheta e chupouvideo porno elas adora fude beijado beijoss de ligua quim deliciasexo taboo com toda a família contos ineditos mães e filhos online contos de incesto Contos eróticos procurando aventura no clube de campoputa no hoteldo bucetao loca de tesaoFotonovela porno ruiva malvada corno covarde chorãovídeo de mulher de quatro e o homem com a pomba bem grandona de 10m no fundo na buceta da mulher e mulher gritandoxvideos gero pede acabesa e estrupa sograa Ponta Grossa entrou todinha na tabaquinha delaxxvideos nao tira a piroca que vou gozar pgContos sobre beijos e podolatriaxvideos novinha fez muita careta de dor dando pro vergalhao grossodando uma fududinhaColetania de foto de buceta peluda por baixo da saia.contos meu vo massageava minha bucetinhaAnimando o namorado tristinho xvideosaredou a calcinha da comadre e meteuxviďeos dormindo ćoroasXVídeos vou comendo a neta no matinho do arbusto da casa deledestraiu no telefone e filho emrabou xvideobeceta melecada fazeno barulinho fudenoCoroa com chotiho de maha detro da bocetamassagem nos pezinhos da minha irman contos eroticoMinha bucetinha e inchadinha papai historia de sexoXIV filme pornô transando com toalhapai picudo comendo filha em Belémevangelicas na zoofilia com cachorroxvideo brasileiras paraibanaicontos eroticos carona gostosa com a filhinhamachucou o cu de bruço www putaria brasileira.commeu namorado quer fazer sexo comigo menstruada conto eroticoestupro esposa contos eroticoscontos meu filho meteu nu meu cu finju dormiMathz - CASA DOS CONTOS EROTICOSnovinha du grelao biteloXVídeos casada vaca parideiracostos eroticos madrasta come cu de enteado com pintoxvideo entiada gozando e perdendo a vidadepelego pauzudo nuvanessa traindo com irmao do corno douglas sploira tranzado com um banhanovideos de noviga peladaXsvideos timida depilando o super dotadocoleirinha as maiores bundasmartinha safadinhaxvideo comedo baba provisionalconto gay o nifeto do meu maridocontos eróticos fique se dedicando minha esposarevista private relatoscropped mulher chorando no caceteesposa bem dotado contos sandradei minha bubuta contoscimendo ni motel conto erotico zdconto eu meu marido roludo nossos filhos na sacanagempornodoido lesbico fretando na mesa de jantarrancou sangue do cu do novinho conto pornohomem core atrais de menininha secuestra leva estrupa com varios amigos cu e buceta estora vidio pornopassando lingua no cu da esposa enquanto ela mama um pinto porno doidoessa ai.e putaxvideos