Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

Chupei as bolas dele e subi pro pau

Um conto erótico de Kara
Categoria: Homossexual
Data: 06/07/2007 01:13:00
Nota -
Assuntos: Homossexual, Gay

X tem cabelos encaracolados, castanho-claros. É forte, mas não magro. Um tanto robusto, mas sem barriga. Tem uns 19 ou 20 e poucos anos. Nunca perguntei-lhe a idade. X sempre vinha acompanhando um amigo comum quando, em alguns sábados, nos reuníamos, assim casualmente, pra jogar conversa fora, falar sobre coisas sem importância, no pequeno sítio em que eu morava. Estudava à noite, ainda 2o grau, e de dia tratava de plantas e alguns poucos animais domésticos. Havia uma cabana de três cômodos nesse sítio e, nos fundos desse terreno, entre árvores e alguma capoeira havia uma construção inacabada de uma pequena casa de 4 cômodos. As paredes estavam levantadas, o telhado posto, mas sem portas, janelas e havia restos espalhados de areia e alguns tijolos aqui e ali. A maior parte dessa areia ficava no que seria o quarto, no meio da construção. Disse, quando pude lhe falar reservadamente, sem que o amigo comum soubesse, pra que X passasse lá um sábado desses, lá pelas 6 da tarde, no escurecer do dia, e que queria lhe falar coisas que poderiam ser importantes, talvez lhe indicar um trabalho, já que ele só estudava também, enfim, disse-lhe que poderia ser legal pra ele ir lá pra conversarmos. Mas achava que ele não iria levar a sério, já que quando lhe falei pareceu-me meio desconfiado, como que desaprovando minha idéia. Mas um sábado, quando estávamos rindo os três, papeando, ele chegou-se a mim e disse: “olha, venho hoje contigo praquela conversa”. Apenas fiz que sim com a cabeça e continuamos conversando e rindo. Isso foi pela manhã. Com a noite feita, umas 6h30 aproximadamente ele chegou. Disse a ele que queria lhe mostrar uma coisa e pedi:

— Vem cá! Quero te mostrar algo!

— O que é? — perguntou.

— Vem ver! — disse eu.

Fomos em direção à construção, entre árvores, céu ainda azulado pelo crepúsculo. Chegando lá sentei-me em uns tijolos soltos e disse a ele que sentasse também.

— Não é legal ficar assim, só ouvindo grilos e sem pensar em nada?

— É! — ele disse, meio rindo.

Acho que ainda não tinha notado meu pau em processo de ereção por baixo de uma bermuda de tecido fino.

— Tu tens batido muita punheta? — perguntei-lhe à queima-roupa.

— Normal... — disse ele. — Só o normal. — completou.

— Vamos ver quem consegue bater mais? — desafiei, já me aproximando dele. Aí notei que ele também já tava de pica afiada, dava pra ver pelo short fino que usava. Botei meu caralho pra fora. Estávamos à meia-luz, já que havia um poste às proximidades e na construção não havia iluminação nenhuma. Comecei a punhetar. Olhei e notei que o caralho dele também tava duro. Dava pra ver sob o short. Me aproximei dele, abaixei-lhe o short e a cueca até os joelhos e a pica dele, mediana, nem grossa nem fina, saltou pra liberdade. Ele continuava sentado e só me olhava cinicamente. Peguei então o pau dele e comecei a punhetá-lo com a mão direita. Tava bem duro. Caí de boca na cabeça do caralho. Lambia desde a ponta até as bolas do saco. Chupei o saco dele e subi pro pau, chupando-o de alto a baixo com gosto. Quando o pau dele começou a babar um liquidozinho transparente, aí que eu chupava mesmo. Ele gemia de vez em quando e já tinha se entregado. Ele não agüentou muito e gozou. Deixei ele esporrar na minha cara, dando um gemidinho. Esperei ele se recuperar da gozada uns 10 minutos e tirei minha roupa, ficando só de camiseta. Agachado, perto dele, os dois paus duros de novo, peguei a mão dele e levei até meu cuzinho. Eu tinha me preparado. Tomara banho e tinha lubrificado o cu com um creme. Ensinei ele a passar o dedo no meu cu e estremeci de prazer. Ele notou que eu gostava e se preparou pra me penetrar. Fiquei com as mãos na areia, meio arqueado, as pernas meio esticadas, esperando. As mãos dele seguravam minha cintura com firmeza. Senti a pica dele dura na entrada do cu. A cabeça do caralho querendo entrar. A lubrificação do cu foi o bastante pra que aquele caralho começasse a me penetrar devagar e cada vez mais dentro. Sentia o pau dele entrando, me alargando, entrando mais e mas e saindo quase todo de dentro de mim e pedia:

— Mais! Isso! Isso! Não pára!!!

Senti quando ele gozou com a pica atolada até as bolas no meu cu. O prazer dele, em forma de líquido morno, escorrendo pela minha bunda. Ele então retirou o pau ainda duro e foi sentar-se nos tijolos e me olhava cinicamente, dizendo: “Valeu! A gente tem que repetir isso!”.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
Ru
09/07/2007 15:51:59
Foi um bom conto !!!! e vcs repitiram ??? conta
06/07/2007 10:25:18
Gostei do conto! E ai repetiram? Conta p gente.




Online porn video at mobile phone


pornodoido vitor e fran no vc q sabeXvideos pau com veias azuladascam esc no banheiro da idosa flagra ela na siririca beBuceta de porca ou cadela qual mas apertadax vidios coroa coloca sonifero no cafe do sobrinhoeu quero ver vídeo pornô primo comendo a prima linda hein galeguinhaWm vaipati toma nocuconto crente fofinha sexo analcontos eroticos gauchinha FloripaX vídeos Keane vs roludowww.casadoscontos.com.br.texto-o doce nas suas veias (Capitulo 6)seduzi meu vizinho com meu seios sou novinhacontos eróticos dona mariagordinleitorContos eroticosminja vizinha velhatransasurpresa.comcontos eroticos uma doce de cunhadamassage nela e na buceta da nifestihamulheres distraidas xvidiis.comContos Eróticos Skatistamulher passar margarina ela pelada e no cu bem gostosocoloquei o dedão n cuzinho d minha netinha contos eroticosnao saio de casa e um plugno cuzinhocontos confiei que era so a cabecinha analmaior pinto do mundo de grosso e grande rasgando cu da maconheiraconto erotico boquete bokete mamadapausudo de 25cm come minha esposa gostosa e gosa nela pro corno verporno gay mundobicha namorados depois da briga vem a reconciliaçãoXVídeo pornô das Panteras trepando só com os irmãos ocupar esse corpinhopornô dois negão chega na porta de uma mulher com cheque de r 1000contos de incesto filho arma um sequestro pra mae rabudasubino arvore conto gayporno moçambicano putas gemendo e falando coisas escitantes.esposavadiacontosconto nora e sogro acanpandocontos eroticos "tinha um pau"pornô grátis só contos eróticos sogra cozinhasarrando uma novınhaentiada fogos com padrasto. comSobrenatural-Contos Eroticos zdorovsreda.ruE aí irmão como é que você tá lindinho da sua calcinha para mimnovinha loira nao aguenta no anal e ped pa parranegra menina peituda e papaixvideonorinha ve o pau do sogro duro e faz sexo com elexvideos so de olhar a roupa colada da meneni e posivel saber se ela e virgemGotosas de minisaia provocando xv o porteirpcontos safados coroas casadas com filhas transan com genros dotados mais vistosdando apora desse cabaçocontos eróticos enbebedaram meu marido e a min e fizeram uma orgia comigoxvídéo homem agarrar a mulher com outro homem e pegar o cu deleputa fudeno pela da motoxcontos de sexo depilando a sograNovinha fica facinha e chupa o pau de todo mundo e da a buceta pra vários eo vídeo vazou na internetXvideos homenzarrao peludotravesti bem novinha comendo o cuzim virgem do novim xvideoscorno manso cafetao contovídeos pornôs pornodoido nao resistiu e fudeu pela primeira vez com namorado fortão e sexycomendo a cunhada com permissão da esposa contos eroticoscontos eróticos de larimendesbaixar videos porno gratis xvideos mulheres ci mass gemer gritarcontos eroticos um novo mundovídeo de sexo cazeiro com novinha tranzando co padrasto. e ele fala pra rla fica quieta para mae não ouvirContos ai meu cu na infanciasubrinha olhando seu tiu nuabixa xisvidioxvideo pais fodenos suas filhas na mara pisudosvideos roludos imagem nitidana hora da tranza sinto um liquido querendo sair da minha vagina,entao gozeipintudocontosapica tatoda no cu da brasileira e ela pedi maiscasa dos contos zoofilia com viralatasconto erotico novinha zeladorPorno albatroz net.filho cumeno a mãecontos que delicia comi o cuzinho de minha boneca!!!mulher muito gostosa pedi varios para gozar no cuzinho muoto apetardofiho pega mae rabuda sem caucinha de saia na cozinhaeptar casa dos contosprono medico tira vigidade ñovihasó branquinhas gostosas tesudas encitantes transando com seu cachorro até gozarnovinhas da bucetinha lisinha e rosinha garotinhomulher casada do Rio de Janeiro Baixada Fluminense Nova Iguaçu fala para o marido que quer dar para outro para ele ficar olhando ela metendo com outrohomens nú decuéca punhetavidei eu sabia que meu pai me espiava pelada e gostavacontos eroticos bem safados com peitudas dando leitefiume porno antigo do tasaõsenas com carinho massagem beijos abraço pegadas palavras romanticas casal apaixonado e sexo