A menina do lado


Click to Download this video!
Um conto erótico de Kaka
Categoria: Homossexual
Data: 21/09/2006 14:50:59
Nota 8.00

Meu nome é Kaka tenho 19 anos. Essa história aconteceu comigo há seis meses atrás.

Eu estava esperando o ônibus perdida em meus pensamentos, já era umas 7 horas e eu estava atrasadíssima para o meu curso de inglês. E perdida nos meus pensamentos vi chegar uma gatinha que devia ter uns 17 ou 18 aninhos, uma gatinha mesmo, rostinho angelical, cabelos loiros lindos, bundinha arrebitada, um tesãosinho, pensei.

Fiquei olhando ela se aproximar do ponto, e ela ao ver que eu a acompanhava com o olhar também passou a me encarar, e eu fiquei sem graça, pois não pude disfarçar quando dei de cara com os olhares dela, pois ficou nítido que eu olhava para ela.

E então ficamos nós duas esperando o ônibus, ela me olhou e me perguntou se já tinha algum tempo que eu estava lá, eu respondi que havia 10 minutos, quando ouvi sua voz, pensei, nossa que voz linda! Ele chegou um pouco mais perto e perguntou onde eu morava, ao que constatamos que morávamos no mesmo condomínio, só que em blocos diferentes. E ela tinha mudado pra cá recentemente.

Então a conversa entre nós passou a rolar com certa amizade, perguntei a ela se tinha namorado, ao que ela me respondeu que estava sozinha agora. Aproximei-me mais e toquei o seu cabelo com a desculpa de que achei o cabelo dela muito liso, que parecia seda, acariciei os cabelos e deixei que minha mão escorresse pelos cabelos passando pelos ombros, pelas costas e parando em sua cintura. Olhei fixamente em seus olhos, deu-me uma vontade louca de beijá-la, ela me deu um sorriso sapeca e me apontou o ônibus que chegava ao ponto naquele instante.

Entramos no ônibus. Conversamos um pouco durante a viagem, sobre assuntos banais. Passados alguns minutos, notei q meu ponto estava próximo e me despedi dela, ao que ela me disse que também ia para o curso, pois sua aula começava hoje.

Na porta do curso nos despedimos e ela me perguntou de que eu voltaria, fiquei triste, pois pensei que alguém viria buscá-la, disse que voltaria de ônibus, ao que ela respondeu que também voltaria de ônibus comigo, que ligaria para sua mãe para que ela não se preocupasse.

Mal consegui prestar atenção na aula, só pensava em estar perto daquele anjinho.Ainda nem havia acabado a aula e eu já havia saído da sala, tamanha era a minha ansiedade de estar perto dela de novo.

Nos encontramos e fomos até o ponto de ônibus comentando sobre o seu 1° dia de aula.

No ônibus nós duas estávamos sentadas lado a lado e conversávamos sobre amenidades. Ela me perguntou com quem eu morava, respondi que sozinha, onde estavam meus pais, respondi que em outra cidade, até que chegamos em nosso ponto, descemos e fomos caminhando para o nosso condomínio nesse momento eu estava mais contida, pois imaginava que nada de mais iria acontecer.

Mas ela começou a me fazer umas perguntas que reacenderam meu desejo, como, se eu não tinha medo de dormir sozinha, pois estava com cara de que ia chover muito. Encostava-se em mim, deixando sua mão bem próxima da minha, e quando passamos por um lugar que estava mais deserto, segurei a mão dela e como não havia ninguém nesse bequinho ela se aproximou me encarando e nos beijamos. Soltamos nossos cadernos no chão e nos beijamos apaixonadamente, senti sua língua invadir a minha boca e minha mão a percorrer aquele corpo gostosinho. Assim ficamos por uns cinco minutos nos beijando e paramos, pois ouvimos vozes e nos recompomos. Eram os guardas da noite e então fingi que estava marrando o tênis, mas minha excitação era tamanha que eu não conseguia parar de pensar naquele beijo.

Entramos no edifício em silêncio e ela me olhou nos olhos e me disse: “-Quero ficar com você agora, posso ir para o seu apartamento?” Respondi imediatamente que sim. Ela então interfonou pra sua casa, informou a mãe dela onde estava (o apartamento e tudo), nos dirigimos para o elevador. Assim q a porta se fechou nos atracamos em um longo e gostoso beijo, e como beijava bem aquela vadiazinha gostosa. Beijava-me e chupava meu pescoço e orelha, apertava minha bunda, massageava meus seios e apertava minha xana, e não parava de me beijar a boca. Quando chegamos no meu andar descemos meio desconfiadas. Rapidamente entramos no meu apartamento, assim que a porta fechou nos beijamos novamente, à medida que nos beijávamos, tirávamos nossas roupas, cada uma tirava a sua, e assim que ficamos nuas nos atracamos e nos beijamos, nos mordemos, senti sua língua no meu pescoço e também seus dentes, ela foi descendo e me lambendo, parou nos seios, olhou para cada um deles e foi lambendo passando a língua nos biquinhos rosados, e vez ou outra mordia, beijava e voltava a lamber.

Eu estava encostada na parede, ela me chupava e com uma das mãos acariciava minha xana, e enfiando um dedo e depois outro e mais outro, três dedos dentro de mim e ela me chupando os seios e a outra mão alisando a minha bundinha. Eu simplesmente gemia e me contorcia e puxava a cabeça delas contra meus seios, ela chupava tão bem um quanto o outro. Até que prosseguiu descendo e mordeu meu grelinho. Senti-me em suas mãos, abri bem minhas pernas, ela lambia e mordia meu grelo. “Que delícia de putinha é você!” Eu dizia. Ela só levantava os olhos e continuava a me chupar o grelinho, e foi enfiando a língua na minha xana, lambendo todo o meu mel que escorria e ia até minhas coxas. Virou-me e foi chupar minha bunda, me chamava de vadia, de putinha e dava tapas na minha bunda, eu não sei como ela descobriu que eu adoro ser chupada no rabo e levar uns tapinhas de leve. Ela lambia meu cuzinho e mordia minha bundinha e eu sentia um dedo fundo na xana. Eu rebolava e olhava pra trás e via a carinha dela enterrada na minha bundinha. Que tesão de vagabunda. Ela então parou e ficou esfregando sua xana na minha bunda, puxando o meu cabelo e mordendo meu pescoço. A seguir sentou-se no sofá e em mandou ajoelhar na sua frente, deu-me um tapa de leve no rosto e mandou eu chupar seu pé, ao que eu prontamente atendi, lambi os dedos e beijei aqueles pezinhos de fada. De repente ela mandou que eu parasse e colocasse uma perna em cima dói sofá e a outra no chão, assim fiquei escancarada para ela. Ela veio e me chupou novamente, lambeu e enfiou a língua na minha xana, lambia o cuzinho e enfiava outro dedo lá. Apertou um de meus seios, eu estava muito excitada, nunca tinha encontrado ninguém to boa assim, eu estava adorando. Comecei a rebolar na cara dela e, ao que parece, isso deixou ela mais excitada ainda, pois sua língua ficou mais rápida, o que fez com que em poucos segundos eu gozasse naquela boca gostosa. Então me ajoelhei e ficamos nos beijando, nossas línguas duelavam, comecei a chupar aqueles peitinhos durinhos de bicos tesos. Então ela me empurrou pro chão e sentou com a sua xana na minha cara, que delícia, o sabor dela era doce como o mel. Ela ia se contorcendo e rebolando na minha cara e fui enfiando um dedo no rabinho e com a outra mão fui até os seus seios, os apertei e ela então puxou minha mão e enfiou um dedo na boca e o chupou como se fosse um pênis, vez que outra tirava o dedo da boca dela e passava na minha xana e dava pra ela chupar novamente, chamando ela de vadia, puta e safada. Ela então virou-se e fizemos um gostoso 69. Eu a tinha toda aberta pra mim, chupava a xana, enfiava a língua dentro e mordia o grelinho enquanto enfiava um dedo no seu cuzinho gostoso.

Pedi a ela que ficasse de quatro. Ela me atendeu e eu dei-lhe dois tapas de leve na bundinha e fui lambendo e chupando o seu cuzinho, além de morder aquela bundinha gostosa, estávamos alucinadas. Voltamos ao 69 e ficamos assim até gozarmos juntas. Ela tremia toda e olhava pra mim com um a cara de felicidade. Disse-me que nunca tinha tido uma transa tão boa e que da próxima vez me daria o seu cabacinho. Nos beijamos e dormimos abraçadinhas.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
23/09/2006 09:15:50
entendidas sao foda!
22/09/2006 00:14:15
Adorei seu conto. E adoraria mais ainda conhecer vcs. Que tal um encontro a quatro? Eu, minha namorada e vcs? Um grande beijo!
21/09/2006 21:58:17
Eu respeito, cada um tem sua preferencia sexual mais que e´um desperdicio é, duas gatas,façam mas me convidem para participar.




Online porn video at mobile phone


Sou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhabucetascontofilha assiste porno no quarto e mae e comida por outro e mae escuta barulho estranho e vai ver o que e e ve a filha se masturbandoFamiliasacana queridi.ho da mamaecachorro pausudo e seu donopromo gostoso me fudeu contos eróticos gayquadrinhos erótico sobrinha estampadariandragon contos eroticosabaichar o Homens com penis enorme gosso grande dotadao..com pirses na cabesa..dos palzudo.xvidios meninos saradao esitado x video novinha levano rola grossa na buceta e no cuvideos de gosdosa tirado fio dendal de 22anosxvidio roludo medingocontos eroticos: sou amante da minha tiaxvideo cazal comeu minha mulhercontos mamei nos seios bicudos da negraxvideo cazal comeu minha mulherContos Eroticos Roberta no Cruzeirox gay novinho novinho de menor perdendo o c***** lourinhoContos pornos-fodi a mendigacontos mulher encoxada na borrachariahistorias eroticas d virgem sangrando ao ser descabacadamulherquerum amorvideo de sexo gostoso purro sexo mulher com doisfodendo a cunhada grávida contos eróticos Conto crente siririqueiraConto porno rola finaconto curra virgemporn caioserDEI PARA MEU FILHO NO SOFAconto erotico gay negao dominador gosta de maltratar viado brancoxvideos careca comendo cuzinho da fujonabiquine mulher cazada safada.e asim na praiacontos eroticos fingi um assalto pra transar com meu filhocontos eroticos drogadaenteada dormindo de pernas aberta sem calsinha e padrasto aproveitapornô grátis sobrinha Fala tio sua pica não vai caber na minha b********Tio brinquinho trazando com sobrinho,negao xnxxcontos eróticos esposa chega em casa com papel higiênico na calcinhacontos eróticos representadosXxvideo pausao negaonovinha no primeiro anal estranhando o c****** bem dotadoscontos eroticos sessentona do quadril largo e bunda enormeContos erroticos de empragada chinezaempurrando opau bem devagar na bucetinha virgenporno levantado a saiao pauzao preto forteFutibol dos Heteros ? OU Nao ? cap 28conto erotico escrava do negro sadoesposa de fio dental enterrado no eo amante arebenta.o cu dela.e corno olhandominha mulher de peito e Tonzinho XVídeosveterinaria coletando semem de cavalo x videosanimopron.com lara umcavalomulher embriagda gosta ou nao do sexo?sou casada com dois maridos e vivemos na mesma casa contos eroticoscontos eróticos fiz sexo por acaso com minha tiapulomuitoem.cima.de.mim.pornovideo estrupo brasileiro caseiro fala palavrao gorda peitao patroaprovequei o papai e ele fodeumebumbum de menina contos eroticosconto erotico velho sedutorvídeos de porno com vovôsinhoscontos de sexo depilando a sograesposinha pagando pepequinha no xvideosputas gostosa sexo filho come mãeescondofilme foto do site dos homem que tem a rola grande e grossa e cabeçuda fica grossa fone fica Largo na cabeça da rolaGay adoro caras suados na academiaxvideos empresteo minha namoradinha por dinheiroPetreky porncontos eroticos em praia de trindade buctao da jisleneliberei minha filha pro meu amante tirou o cabacinho contoseu mostro a Deus e o Diabo que eu como esse comer aquikkkkvideos de sexo pratoa pegado a enpegada batedo uma xiriricasexo esposa trail marido na mesa do quiosquesó crente contoeróticospornô.comConto erotico sou madura e consolo lesbicacontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgeconto erotico pomba gira na esposaVidio porno xvidio com irmeo dando a buceta para irmao sonabolo