Conhecendo o Titio(III)


Um conto erótico de jesse
Categoria: Homossexual
Data: 11/05/2006 20:18:16
Nota -
Assuntos: Homossexual, Gay

Conhecendo Titio (III)

.....Descemos e fomos fazer um lanche com minha mãe e minha irmã. Tive a impressão que as duas se entreolharam quando chegamos e, esboçaram um sorriso meio sem graça, mas não comentaram nada. Como eu tinha um bom relacionamento com minha irmã ia averiguar se elas ouviram ou desconfiavam alguma coisa..... Nosso Lanche (não temos o costume de jantar) transcorria normalmente como sempre acontecia. Eram aproximadamente 19,00 horas e 30 minutos, só uma coisa estava destoante naquela mesa: Titio estava muito nervoso, pois assim como eu, também estava desconfiado de que alguém nos tivesse ouvido minutos atrás, quando proferimos, em voz alta, expressões comprometedoras, no momento em que estávamos embriagados pelo sexo. Ele terminou seu lanche rapidamente e falou que tinha que ir ao centro resolver alguns problemas com um amigo do serviço. Eu sabia que isso era mentira. Ele estava apenas fugindo daquela situação. Minha mãe, Sueli, uma coroa de 42 anos com 1,70 m de altura, dona de um corpo escultural, diga-se de passagem, levantou-se junto com ele, beijou-o na face, e disse que iria à cozinha lavar algumas louças. Ficamos eu e minha irmã, cujo nome é Flávia, uma linda morena de 23 anos, que assim como minha mãe tem um 1,70 de altura e um corpo maravilhoso, o qual, geralmente, está coberto por roupas justas e minúsculas, que ressaltam suas lindas curvas de forma provocante ou em roupas bastante largas e finas, sem nada por baixo.Ela me pediu para eu passar a manteiga para ela e no momento que fiz isso, ela segurou na minha mão e, disse que precisava conversar seriamente comigo. Para mim, não foi surpresa e nem tampouco fiquei nervoso; sabia perfeitamente o que me ia ser perguntado. A propósito, mesmo sendo esse já o (IV) conto, nunca falei de mim. Meu nome é Sérgio e tinha, na época, 18 para 19 anos, 1,75m de altura, pesava 70 kg bem distribuídos, e era um homem bonito, modéstia à parte. Minha irmã fez uma carinha bastante descarada e me perguntou da forma mais direta possível. - E aí maninho o Titio é boiola? Eu me fiz de desentendido e perguntei; - Que estória e essa menina? Ta doida? E ele falou: - Pra cima de mim queridinho? Sabia que as paredes têm ouvido? E eu falei: - Não estou entendendo nada; maninha. E ele retrucou: - Vou refrescar sua memória. - Por acaso você, há aproximadamente uma hora, ouviu alguém falar algumas dessas frases? ....enfia tudo...; rasga meu cu....; enche meu cuzinho de porra.....; é a coisa mais maravilhosa do mundo....; eu perdi muito tempo de minha vida sem sentir esse prazer....; você é o macho de minha vida....; eu te amo muito..... Ela fala de uma forma bem sacana, olhando bem para mim para ver minha reação. Apesar de ter desconfianças sobre ela ter ouvido algo, minha reação, ao serem confirmar minhas suspeitas, foi a pior possível. Eu agora estava assustado. Ela não só ouvira algo, como também tinha escutando tudo e, talvez, até tenha visto pelo buraco da fechadura (era uma chave grande) tudo o que aconteceu em meu quarto. Bem, eu agora precisava me certificar do que ele realmente tinha visto e ouvido.Pelo que ela falou, tinha visto somente quando eu estava sendo ativo. Pensando assim eu perguntei: - Você viu alguma coisa? E ela falou: - Eu não precisava ver nada para saber o que estava acontecendo lá dentro. Voltei a perguntar: - Mas você viu, realmente, o que estava acontecendo lá dentro ? Nós apenas estávamos assistindo um filme pornográfico. Ela soltando a manteiga que estava na mão, pegou nas minhas mãos deu uma risada debochada e falou: - Maninho, quem estava assistindo um filme pornográfico era eu, e em tempo real. Mas, como crítica, que sou, tenho a informar que gostei muito do filme. O protagonista tinha um membro muito lindo e o estava usando de uma forma espetacular. Fiquei apaixonada pelo desempenho do artista; tanto que me masturbei várias vezes enquanto assistia a seção, o que foi muito gostoso.E vou te falar mais queridinho. Após o filme não deu para tomar banho. Flavinha foi pegando minha mão, levantando a saia que estava usando e conduziu-a até entre suas pernas, me fazendo passar a mão em sua buceta, que estava quente e, completamente molhada.Eu rapidamente tirei minha mão e falei: - Que é isso maninha, ficou doida? E ela respondeu: - Doida de tesão garoto.Na realidade, eu estava querendo paquerar Titio, mas como agora eu sei que ele gosta da mesma fruta que eu, também quero experimentar dessa fruta. Sem saber o que pensar e nem como agir, me levantei e, saí quase correndo rumo ao meu quarto, entrei e fechei a porta. Flávia me seguiu e começou a bater na porta para que eu abrisse. Como eu não abria a porta ela foi aumentando as pancadas. Eu fiquei apavorado em pensar que minha mãe poderia ouvir e vir a saber o que estava acontecendo, então fui obrigado a abrir. Ela me deu um abraço me deu vários beijos no rosto e falou: - Desculpa maninho, sei que te assustei  mas, vamos conversar. Sentamos lado a lado na cama e então ela falou: - Meu querido Sérgio, eu te amo muito, e queria que você me respondesse se eu perdi alguma parte importante do filme? Eu falei: - Felizmente você perdeu a maior parte do filme. - Por que felizmente? - Porque eu não gostaria que você visse a primeira parte. - Ah!...mas você vai ter que contar, meu caro. - Não posso, eu não tenho coragem. - Tudo bem; então eu vou ter que ver o VT. - Nem pensar, ficou doida? - Já te falei que sim, doida de tesão; Que é isso maninho? Eu já vi muita coisa, qualquer outra coisa que acontecer a mais, não vai ter problema nenhum, e de mais a mais será nosso segredo. Ta bom? Aquela conversa maluca com Flávia estava me deixando mais calmo, mas em compensação muito excitado. Meu pau estava duro e latejava e minha safada irmã percebeu e na maior cara dura levou a mão até ele e ficou alisando por cima do short. Eu só estava de short largo sem camisa e sem cueca. Minha irmã então me pegou pelo braço e me fez levantar e dando continuidade arriou meu short até o chão de uma só vez. Então ela se ajoelhou segurou com força meu cacete e enfiou na boca e começou a mamar igual uma cabrita. Agora eu tinha pirado de vez, não sabia nem mais em que pensar, mas já que eu tinha entrado no fogo tinha que me queimar. Meus pensamentos agora eram só para Flavinha.Peguei sua cabeça com as duas mãos e comecei um vai-e-vem até que não agüentei mais e gozei na sua boca. Ela chupava com maestria e sugava todo a porra, depois ficou passando a língua em toda a extensão do meu cacete. Ela se levantou e me deu um beijo no rosto, mas eu não me contive agarrei seu rosto com as duas mãos e beijei sua boca ardorosamente. Como a peguei de surpresa, no primeiro instante, ela não correspondeu, mas em seguida se entregou de forma completa num caloroso e molhado beijo de língua. Meu pau voltou a ficar duro. Então resolvi dar um trato especial na maninha. Comecei a tirar sua blusa deixando a mostra aqueles lindos peitos durinhos cujos bicos apontavam para cima, me abaixei um pouco e mamei gostoso neles, enquanto abaixava sua saia o que foi muito fácil, pois ela ajudava impaciente, era fantástico, o corpo dela era perfeito e agora estava coberto apenas por uma pequeníssima calcinha. Fui descendo e lambendo aquele corpo até chegar naquela bucetona que mal cabia naquele pedacinho de tecido preto rendado que estava todo molhado. Passei a língua com prazer sobre ela enquanto a envolvia em um abraço fechando em cima das suas nádegas. A parte de trás da calcinha era fininha e estava todo dentro de sua bunda. Sem para de passar a língua, fui abaixando a sua minúscula calcinha que despia a buceta mais linda que até então eu tinha visto. Ela estava totalmente depilada, e tinha uma coloração e um perfume indescritíveis. Minha querida irmã estava nuazinha e era uma visão simplesmente maravilhosa. Levantei-me, a peguei no colo e a coloquei deitada sobre a cama, me afastei um pouco e fiquei observando-a por um certo tempo, hipnotizado pela sua beleza. Ela estendeu os braços para mim e falou: vem menino vem fazer sua irmãzinha feliz. Eu me aproximei comecei a beijar seu pescoço seus seios, sua barriguinha até chegar naquela buceta maravilhosa, onde enfiei a língua com força fazendo minha irmã quase chorar de prazer. Ela abria as pernas e com as mãos e forçava minha cabeça com força contra sua buceta a quase gritando anunciou que ia gozar. Seu corpo estremecia e ela parecia que ia morrer de prazer e então gozou muito e de forma repetida até não agüentar mais e ficar inerte na cama. Eu gozei sem tocar meu pau em nenhum lugar. Deitei do seu lado, e fiamos por um certo período sem falar nada. Ela de repente quebrou o silencio e falou; - Maninho você é fantástico, não senti você dentro de mim ainda, mas quero que você me coma de todas as formas possíveis e imaginárias. Agora eu sei porque que Titio adora você. Nesse momento eu me lembrei que titio poderia chegar e no encontrar ali. Então, falei com ela que ela tinha que ir embora. E ela falou: -Eu não vou embora sem antes você não prometer que vai me mostrar o VT da sua transa com Titio. Eu falei: - Eu não gostaria que isso acontecesse, você poderá mudar de opinião a meu respeito. E ela disse: - Estou preparada para ver qualquer coisa; Não te dei uma pequena amostra hoje? - Você foi fantástica. Vou realizar qualquer desejo que você tenha.Só que antes gostaria de saber de você se nossa mamãe ouviu alguma coisa pois, após o FILMINHO, quando descemos, vocês se entreolharam de forma maliciosa. - Mamãe não sabe de nada. Após eu ter visto o FILMINHO, apenas perguntei a ela se Titio era boiola ao que ela respondeu não saber de nada. - Então está bom. Você vai assistir ao nosso VT, mas espero que nada possa mudar entre nós, ok? - Falou garoto; e quando vai ser? - Amanha às 19 horas, nesse mesmo canal. Flávia se vestiu, me deu um longo beijo na boca, apertou meu cacete e saiu sorridente. No outro dia, às 18horas, estava deitado no meu quarto, quando alguém bateu. Levantei abri a porta e lá estava minha irmã toda eufórica, usava um perfume maravilhoso e vestia uma camisola totalmente transparente, sem sutiã e com uma minúscula calcinha preta. Abraçou-me no pescoço e me deu um maravilhoso beijo e perguntou: -E aí, garoto, que hora começa o filme? Após alguns preparativos, o filme começou às 19,00 horas e 20 minutos. Depois eu conto como foi..... e por sinal foiM A R A V I L H O S O. [email protected]

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.

Online porn video at mobile phone


Gorda e estrup a dápor marido XVídeosquero ver um filme pornô porreta Mel com muita mulher gostosa tomando no c* de calcinha de ladinhoconto incesto ajuda filho novo quebrado a lavarconto erotico de carol cavalaanal normalistaporno amador mulheres lanbendo o pao do homem devagarinho até gozarpodolatria contos professora gustavocarolzinhatrepanoporno filla brasileira grita e fala pai vo goza mas ele goza com elacomendo o cuzinho com um guspinhointiada fode o pai do pau grande e grossocontos eroticos de tia bolinando sobrinha menor de idadeContos transformaçao femea pornpegadinhas porbodoidocasalnudes xvideosporno pesado com etiadasxvideos vovo aregassa novinhomulher casada muito excitada graga jenro fodeno a filha e fica batendo ciriricacontospornos rapidinhas com enteadas na sala Contos eroticosminja vizinha velhaviu a becetaa da mamãe sen qerer eficou com tesão e meteu a pica porno vídeocontos de coroas lesbicas.taradas em calcinhas fiu toladas no raboContos eroticos de podolatria com fotos desejando chupar os pes bonitos de primasconto corno diamantemassage ando a cunhada contocontos eroticos sindico com um pau de 27cm fode moradora menor menorCamioneiro nnervoso xsvidioQuadrinhos eróticos meu padrinho pauzudo me comeucontos eroticos pastor comedor de mulher casadaconto erotico viadinho de calcinha sozinho é ebusadoconto eróticos pênis pequenoscontos eroticos.dei uma mini saia pra minha esposa crente e virei corno dos amigosmulher com aberada da buceta toda esticada pra filha verporno calibroso brazilvidios. poco pisudo fodendo porcapau alejado fodeno estourado abusetacontos eróticos mamãe deixa novinha com padrastopapai da pica grossa tirou meu cabacinho e eu gozei gostosocache:LX1yfsMaqggJ:zdorovsreda.ru/texto/201504548 novinha.Dado.abuceta.K10porno entre irmao gay o maiorcome o cu do outroContos eroticos lesbicos mtkXvideo negra dormindo domado rolamadrasta vadia deixa acalçinha suja nobaiero pra orovoca o enteadocuiadia de xortiu d dormi d regataneu cachorro quer ne comer mais so dou meu cu com camisinhabelo sexo sobrinho dormiu na casa da tia de conchinha com ela na mesma camax sobrinho de cachaça pra tia e depois chupo cu delafudeu a buceta lozinha da mamaeapalpando o roludo no rodeio sexocontos erótico- filho meu principeconto erótico de gay vestido de mulherContos eroticos gay que deu a primira vez e gritou de dorinsesto com vovozinhas no porbodoidocars depau grande gosando ns cara de safadasxvideoporno pasto convinando irmao a nao fude irmaminha esposa amamentando o vizinho pornôcontos de sexo depilando a sograContos eroticos elacareca peladatirei virgindade de minha irma com sindrome contoteste de vigidade da pra saber con quen eu fiz sexoContos eróticos gay comi meu tioxvideos biscate rachando o cu e a buceta com variosMinha esposa virou putaXvideo contos eroticos, dou cu pra meu filhocasa dos contos erótico com a boca cheia de porra do mecânicovideos eroticos comendo o cuzinho da mae ate ela cagaporno foi tomar banho no garape e encontrou a prima e fode elaxvideos novinha dormindo com irmao comessa provocalo ate ser fodidaXvideo novinha no seu primeiro anal fofitoo pezão do amigo jogador contos eroticosxvideos brasileiras q nao aguentaram no cu e tenta fugir mas o parceiro nao deixarcontos eróticos meu bundao está seduzindo meu filho video gta conaminha namoradacontos deu o cu para o cachorramtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1novinhas levanorola grosa na busetaquero ver o vídeo da mulher da enxadinha perdendo a virgindade dela mulher beijando